Física & Química

Amônia: o que é, para que serve, onde encontrar e principais perigos

A amônia é uma molécula constituída por um átomo de nitrogênio e três átomos de hidrogênio, obtida por meio do processo Haber-Bosh.

Continue lendo após a publicidade

Na natureza, existem diversos elementos químicos. Alguns são mais fáceis de serem encontrados, enquanto outros, precisam ser produzidos em laboratório, por meio de reações químicas. Um desses elementos é a amônia, também chamada de amoníaco, produzida por meio do processo Haber-Bosch.

O processo Haber-Bosch é o mais comum utilizado para obtenção da amônia. Entretanto, também utilizam-se mais dois processos para gerar o elemento. Ou seja, o processo de Claude e Solvay. De forma geral, cada processo exige uma maneira diferente de funcionamento.

No caso do mais utilizado, o Haber-Bosch, ocorre a reação do nitrogênio e do hidrogênio, à temperaturas elevadas e pressão alta. Assim, o elemento químico em questão é formado por um átomo de hidrogênio que se liga a três átomos de hidrogênio, por meio da ligação simples.

Características da amônia

Em síntese, a amônia é uma molécula constituída por um átomo de nitrogênio que se liga, de forma simples, a três átomos de hidrogênio. Os três processos utilizados para obtenção do elemento químico, como já dissemos, são Haber-Bosch, Claude e Solvay, cada qual com características específicas.

Continue lendo após a publicidade
Amônia, o que é? Definição, características, propriedades e aplicação
Molécula de amônia.

O processo Haber-Bosch, neste caso, é a forma mais comum para se obter amônia. A molécula de amônia, quando em temperatura ambiente e pressão atmosférica, se transforma em gás incolor, sendo altamente corrosivo e tóxico, quando em contato com ambientes úmidos.

De forma geral, é um gás que possui odor semelhante ao da urina, sendo irritante e solúvel em água. O transporte desse tipo de elemento ocorre em cilindros de aço, quando em estado líquido. Além disso, quando posta em meio aquoso, a amônia se transforma em hidróxido de amônio (NH4OH).

Utilização da amônia

A utilização da amônia pode ser vista de diversas maneiras, principalmente, como matéria-prima. Assim, utiliza-se o composto químico na fabricação de fertilizantes agrícolas, plásticos e fibras, além de explosivos e produtos de limpeza.

Além disso, o amoníaco é utilizado para extrair diversos metais, como o molibdênio, o níquel e o cobre, além de outros minérios. Para a fabricação de fertilizantes, é utilizado sulfato de amônio, nitrato de amônio, fosfato de amônia e a ureia.

Continue lendo após a publicidade
Amônia, o que é? Definição, características, propriedades e aplicação
Utilizam a amônia na fabricação de fertilizantes agrícolas.

Já, na preparação de explosivos, utiliza-se o ácido nítrico como produto químico. Na produção de fibras e plásticos, utiliza-se o amoníaco no nylon e em outras poliamidas. Além disso, nos produtos de limpeza, utilizam a matéria-prima da amônia em detergentes e amaciantes de roupa.

Processos para obtenção da amônia

Primeiramente, o processo mais comum para obtenção da molécula de amoníaco é o Haber-Bosch. Porém, também utilizam-se outros dois processos, Claude e Solvay, em reações químicas.

Neste caso, o processo de Haber-Bosch – nome que advém dos criadores Fritz Haber e Carl Bosch – realiza-se por meio do aquecimento do nitrogênio combinado com hidrogênio.

Assim, os compostos químicos elevam-se a uma temperatura que varia entre 500 e 600 °C, junto à pressão atmosférica, de 200. Para esta reação, utiliza-se o catalisador (ósmio ou urânio). Lembrando que, catalisadores são substâncias responsáveis pela modificação da velocidade de uma reação química.

Continue lendo após a publicidade
Amônia, o que é? Definição, características, propriedades e aplicação
Processo Haber-Bosch para obtenção da amônia.

Já o processo de Claude se assemelha ao processo Haber-Bosch por conta da temperatura da reação, que ocorre também entre 500 e 600 °C. Nesse sentido, o que diferencia os dois processos é a pressão exercida. No caso do processo de Claude, a pressão é bem menor, cerca de 1,00 atmosfera. Além disso, o catalizador utilizado é o ferro.

Por fim, o processo Solvay ocorre a partir da reação da cal viva quente, ou seja, o óxido de cálcio junto ao cloreto de amônio. Nesse sentido, a reação química assume a seguinte fórmula:  2 NH4Cl + CaO → CaCl2 + 2 NH3 + H2O.

Você sabia?

Ao passo que trata-se de um gás altamente tóxico, a amônia pode causar diversos danos à saúde humana. Por exemplo, irritação nas vias respiratórias, estômago, boca e garganta. Portanto, quando o gás é inalado, pode ocorrer dificuldade para respirar e, como consequência, inflamação no sistema respiratório.

E então, o que achou da matéria? Pois bem, se gostou, confira também o que são Alcenos e qual a definição de Polimerização.

Continue lendo após a publicidade

Fontes: Info Escola, Educação UOL e Quero Bolsa 

Bibliografia:

  • CHAGAS, Aécio Pereira. A síntese da amônia: alguns aspectos históricos. Química Nova, [S.L.], v. 30, n. 1, p. 240-247, fev. 2007. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/s0100-40422007000100039.
  • LORENA, Susana. Amônia. [20–]. Disponível em: https://www.infoescola.com/compostos-quimicos/amonia/. Acesso em: 1 jul. 2020.
  • SILVA, Erivanildo Lopes da. Amônia: propriedades e usos. Propriedades e usos. [20–]. Disponível em: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/quimica/amonia-propriedades-e-usos.htm. Acesso em: 1 jul. 2020.

Imagens: Pensaração, Mestre sabe, AfnewsCleanpng

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments