Quem foi Linus Pauling, o químico que ganhou 2 Prêmios Nobel

Por que Linus Pauling foi um dos cientistas mais bem reconhecidos do século XX? Conheça agora sua biografia e seus feitos pela Ciência

Linus Pauling foi um grande químico norte-americano. Ele nasceu em 1901 e morreu aos 93 anos por causa de um câncer na próstata.

Pauling foi um dos mais reconhecidos cientistas do século XX, tanto é que ele foi o único a receber dois Prêmios Nobel não compartilhados.

Em resumo, o primeiro Prêmio Nobel foi recebido em 1954 como reconhecimento por seus trabalhos relacionados à Química. Posteriormente, ele recebeu o Prêmio Nobel da Paz pelo seu posicionamento contra os testes nucleares.

Enfim, durante a sua trajetória, Linus Pauling se dedicou, sobretudo, à química relacionada à Mecânica Quântica. Inclusive, ele é considerado o pai da ligação química.

No entanto, ele também contribuiu com os campos da Química Inorgânica, Química Orgânica, Metalurgia, Imunologia, Anestesiologia, Psicologia, Radioatividade e, por fim, Biologia Molecular.

Juventude e formação

Linus Carl Pauling nasceu no dia 28 de fevereiro de 1901, em Portland, Óregon, EUA. No ano de 1917, o jovem Pauling ingressou na Universidade Estadual de Óregon para estudar Engenharia Química.

Posteriormente, em 1923, ele se casou com Ava Helen Miller, que era sua colega de curso. Pauling continuou seus estudos e concluiu o doutorado pelo Instituto de Tecnologia da Califórnia, em 1925.

Sendo assim, depois de um breve período como pesquisador, ele conseguiu uma bolsa de estudos da Fundação Goggenheim para cursar Mecânica Quântica na Europa.

Carreira de Linus Pauling

Pauling voltou para os EUA em 1927 e passou a lecionar como professor assistente de Química Teórica, no Instituto. Desse modo, esse foi o começo de uma longa carreira de ensino e pesquisa.

Sendo que Pauling foi um dos primeiros a aplicar os princípios da mecânica quântica para explicar os fenômenos da difração dos raios X e descrever as distâncias e os ângulos da união entre os átomos de diversas moléculas.

Ele também criou mais de 50 trabalho sobre química quântica e a estrutura dos cristais. Além disso, Linus desenvolveu o Diagrama de Pauling.

Em resumo, o Diagrama de Pauling possibilita a previsão da distribuição eletrônica ao redor do núcleo de um átomo, tendo como base apenas no número de prótons em seu interior.

Posteriormente, entre os anos 1936 e 1958, Pauling ocupou o cargo de diretor do Gates and Crellin Laboratories de Chemistry.

Em 1939 as teorias de Pauling foram publicadas na obra A Natureza da Ligação Química e a Estrutura das Moléculas e Cristais.

Por fim, em 1940, ele se uniu ao biólogo Max Delbrück, para desenvolver o conceito de complementariedade molecular das reações antígeno-anticorpos.

Descobertas e contribuições de Linus Pauling

Algumas das descobertas e contribuições de Linus Pauling foram:

1- Eletronegatividade

Pauling desenvolveu o conceito de eletronegatividade, em 1932.

Em síntese, a eletronegatividade é a capacidade de os átomos atraírem elétrons de outros átomos, formando as ligações químicas. Com isso, ele criou o Diagrama de Pauling.

2- Anemia falciforme

Em 1949, juntamente com outros 3 pesquisadores, Pauling publicou um artigo onde provou que a anemia falciforme é causada por uma proteína defeituosa.

Sendo que a anemia falciforme foi a primeira doença molecular descoberta na história Medicina.

3- Estrutura do DNA

Em 1948, Pauling decidiu estudar a estrutura tridimensional das proteínas. Dessa forma, em 1953 Pauling publicou a sua versão: a dupla hélice.

4 – Vitamina C

Em 1967, Pauling passou a se interessar por outra molécula, o ácido ascórbico (vitamina C).

Sendo assim, após estudar vários artigos sobre o assunto, ele concluiu que, se a vitamina C for ingerida em grandes quantidades, ela pode ajudar o corpo a combater resfriados e outras doenças.

Como resultado das suas pesquisas, nasceu o livro “Vitamina C, o resfriado comum e a gripe” (1970), que virou um best-seller.

Morte de Linus Pauling

Em 1991, Linus Pauling descobriu que tinha câncer de próstata. Ele passou por cirurgia e outros tratamento, mas a doença se espalhou para o fígado.

Desse modo, no dia 19 de agosto de 1994, Linus Pauling faleceu em Big Sur, Califórnia, Estados Unidos. Sendo que em 1981 sua esposa já tinha falecido de câncer no estômago.

Prêmios

Primeiramente, no ano de 1931, Pauling recebeu o Prêmio Langmuir, da American Chemical Society, pelo trabalho científico mais importante realizado por um pesquisador com menos de 30 anos.

Posteriormente, em 1954, Linus Pauling teve o seu trabalho reconhecido com o Prêmio Nobel de Química. Além disso, em 1962 ele recebeu o Nobel da Paz.

Em resumo, ele recebeu o Nobel da Paz por causa da sua militância pacifista e sua oposição à proliferação do armamento nuclear.

Dessa forma, em 1946, ele tinha se juntado ao Comitê Emergencial de Cientistas Atômicos, criado por Albert Einstein, para alertar o público sobre os riscos das armas nucleares.

LEIA MAIS

Alfred Nobel, quem foi? estudos em química e Prêmio Nobel

Theodor Adorno, quem foi? Biografia, conceitos  e obras

Maria II de Portugal: história, reinado e casamentos

Nelson Mandela, quem foi? apartheid, prisão e política

Clarice Lispector, quem foi? influência e obras

Dandara dos Palmares, quem foi? História de vida e importância social

Sigmund Freud, quem foi? Vida, psicanálise e obras

Fontes: e-biografia, Brasil escola e, por fim, Galileu.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.