História

Brasil pré-cabralino: o Brasil antes dos portugueses

O Brasil pré-cabralino era habitado por povos de uma imensurável diversidade cultural que se perdeu ao longo da colonização.

Continue lendo após a publicidade

Embora seja corriqueiro dizer que Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil, hoje em dia já é possível ouvir a correção em seguida: antes do navegador português aqui aportar, já existia uma sociedade bem consolidada. Dito isso, os colonizadores europeus se depararam com aqueles que chamamos de povos pré-cabralinos.

Enquanto na parte norte da américa existem os povos pré-colombianos – incas, maias e astecas que antecederam a invasão de Cristóvão Colombo e foram dizimados pela colonização espanhola – os nativos brasileiros são indígenas também sem muita sorte.

Só para ilustrar, milhões de nativos habitavam o território hoje chamado de Brasil. Contudo, os colonizadores, ao chegarem aqui cheios de preconcepções e motivados pela ganância, conceberam a errônea ideia de uma uniformidade cultural, algo semelhante ao que aconteceu com as tribos africanas na Conferência de Berlim.

Contudo, na verdade, as culturas no Brasil pré-cabralino eram bastante complexas e apresentavam significativas características e tradições próprias. Logo, o grande número de línguas e dialetos, bem como inúmeros elementos da diversidade e tradições de cada grupo étnico, foram se perdendo ao longo do processo de colonização.

Continue lendo após a publicidade

Uma grande variedade nativa

Brasil pré-cabralino: o Brasil antes dos portugueses
Fonte: Importante História

Quando os portugueses ancoraram no litoral brasileiro, já existiam cerca de dois milhões de indígenas integrando os povos pré-cabralinos. Ao passo que também é chamado de pré-história brasileira, esse período é marcado por uma ocupação datada de 12 mil anos. Ou seja, muita história já existia aqui antes da invasão europeia.

Dentre todos os povos indígenas que habitaram o Brasil de norte a sul, podemos destacar os grupos Pataxó, Nambikwara, Macro-jê e Aruaque. Os índios Pataxós e Nambikwaras eram coletores no litoral de Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Contudo, os tupis formaram o maior grupo indígena da época anterior ao descobrimento, sendo que suas tribos iam desde o Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul. A contribuição específica desse grupo foi importante para a formação da cultura brasileira, principalmente na influência sobre nosso idioma.

No total do território brasileiro, a família linguística tupi-guarani foi a encontrada em maior número. Os tupis desenvolveram aldeias compostas por uma população variando entre 500 e 800 habitantes. Além disso, plantavam batata-doce, milho, pacova, abacaxi, mandioca, entre outras culturas.

Continue lendo após a publicidade

O Brasil pré-cabralino: cultura e sociedade

Brasil pré-cabralino: o Brasil antes dos portugueses
Fonte: Indígenas no Brasil

Os indígenas do Brasil pré-cabralinos viviam em tribos, sendo seu chefe político o cacique. Havia também o pajé, que era o responsável pela vida religiosa e tratamentos medicinais, através da cura com ervas, plantas e rituais místicos.

Os nativos das terras brasileiras possuíam sua própria cultura, religião e costumes, ao passo que viviam basicamente da caça, pesca e agricultura.

Confeccionavam objetos artesanais com elementos da natureza: cerâmica, palha, cipó, madeira, dentes de animais etc. E a religião indígena baseava-se na crença em espíritos de antepassados e forças da natureza.

Quando promoviam festas e cerimônias religiosas, dançavam, cantavam e pintavam os corpos em homenagem aos antepassados e aos espíritos.

Continue lendo após a publicidade

Os índios e o contato com os portugueses

Brasil pré-cabralino: o Brasil antes dos portugueses
Fonte: Meio Norte

O contato dos povos do Brasil pré-cabralino com os portugueses foi extremamente prejudicial. Ao passo que foram enganados, explorados e escravizados, muitos indígenas acabaram não resistindo às condições desumanas impostas pelos colonizadores. Perderam terras e foram forçados a abandonar sua cultura em favor da europeia.

Diversas nações indígenas enfrentaram os invasores, mas as guerras eram desproporcionais, uma vez que o invasor tinha armas de fogo. Como resultado disso, houve um processo de extermínio indígena que se estende até os dias atuais. Só para ilustrar, a questão de demarcação de terras indígenas segue em pauta.

Após anos enfrentando injustiças, os descendentes diretos dos povos pré-cabralinos tiveram direito à terras assegurado pela Constituição de 1988. No entanto, a teoria difere bastante da prática. Sendo assim, apesar de visar preservar a identidade e cultura restante dos nativos, essa lei não é respeitada por grandes latifundiários e grileiros.

Curiosidades sobre os povos pré-cabralinos

Na Ilha de Marajó existiu um povo mais avançado, mas que foi extinto dois séculos antes da chegada de Cabral. Eles se chamavam marajoaras, sendo que desenvolveram sofisticados trabalhos em cerâmica e elaboradas pinturas. Isso comprova a existência de uma sociedade relativamente complexa ainda naquela época.

Continue lendo após a publicidade

Segundo o jornalista científico Reinaldo José Lopes, ao contrário do que se imagina, a natureza do Brasil pré-cabralino não era intocada. Na verdade, ela foi constantemente manejada e alterada pelos povos indígenas que aqui existiam. Visto que a mesma era sua fonte de recursos, os nativos utilizavam técnicas sofisticadas para manuseá-la.

Ao contrário do hábito de monocultura, ainda popular nos dias atuais – caracterizada pelo desmatamento em prol de plantações de soja ou pastagem para gado – os povos pré-cabralinos chegaram a construir seu próprio solo com a terra preta da Amazônia.

E então, o que achou dessa matéria? Pois bem, se você gostou, aproveite para ler também sobre a vinda da Corte Portuguesa para o Brasil e a origem do Dia do Índio.

Fontes: Brasil Escola, História do Brasil, Só História, Mundo Educação, Mundo Vestibular, História de Tudo, Toda Matéria, Veja, Mundo Educação.

Continue lendo após a publicidade

Bibliografia:

  • SOUSA, Rainer Gonçalves. Brasil Pré-Cabralino; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiab/cabralino.htm. Acesso em 21 de novembro de 2018.
  • PRIORE, Mary del; VENANCIO, Renato. Uma breve História do Brasil. São Paulo: Planeta, 2010.
  • VICENTINO, Cláudio; DORIGO, Gianpaolo. História do Brasil. São Paulo, Scipione, 1998.
  • GOMES, Mércio Pereira. Os índios e o Brasil: passado, presente e futuro. [S.L.]: Contexto, 2000.
  • LOPES, Reinaldo José. 1499: o brasil antes de cabral. [S.L.]: Harpercollins, 2017. 248 p.

Fonte da imagem destacada: Aventuras na História

Próxima página »

Comentários

1.5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments