História

Calvinismo – Contexto histórico, surgimento e pilares da doutrina

Calvinismo é uma doutrina religiosa surgida no século XVI, a partir da figura de João Calvino, estudioso francês que contestava a Igreja.

Continue lendo após a publicidade

Calvinismo foi uma doutrina religiosa, surgida a partir da Reforma Protestante, que aconteceu no século XVI. Essa nova doutrina religiosa acabou surgindo a partir de João Calvino, estudioso das religiões, que se converteu ao protestantismo em 1533.

Todavia, o surgimento do calvinismo se dá após uma série de insatisfações com a Igreja Católica e seu clero. Dentre as reclamações, discordavam da teologia cristã e acreditavam que a salvação divina se daria pela fé e não pelas obras.

Nesse sentido, João Calvino mudou-se para a Suíça, iniciando seu trabalho como pregador e dando maior visibilidade à sua doutrina. Dentre suas características, o calvinismo possui cinco pilares, inspirados nas iniciais da palavra tulip (inglês para tulipa).

Contexto histórico

Em síntese, a origem do calvinismo remonta ao surgimento da Reforma Protestante, encabeçada por Martinho Lutero, em 1517. Todavia, sua ação contestadora foi responsável por uma série de outros movimentos religiosos e novas doutrinas.

Continue lendo após a publicidade
Calvinismo – Contexto histórico, surgimento e pilares da doutrina
Martinho Lutero, responsável por questionar a Igreja Católica.

Martinho Lutero formulou uma série de críticas às práticas da Igreja Católica, como a cobrança de indulgências enquanto forma de se alcançar a salvação. Para ele, alguns pensamentos do clero não iam de encontro aos ensinamentos bíblicos.

Todavia, Lutero também foi responsável pela tradução da Bíblia para o alemão. Como resultado disso, mais pessoas tiveram acesso ao texto sagrado, interpretando-o de maneiras distintas.

Os tantos movimentos religiosos que passaram a existir após todos os movimentos de Martinho Lutero conseguiram reunir fiéis, e as várias igrejas cristãs espalharam-se por toda a Europa.

Liberdade do calvinismo na Suíça

Após sua separação do Sacro Império Germânico, no século XV, a Suíça passou a ser um território que se solidificava com o comércio. A igreja proibia a cobrança de juros, fato que desagradava à burguesia local.

Continue lendo após a publicidade

Todavia, como as novas doutrinas consideravam que nem o trabalho, nem o acúmulo de riquezas seria considerado pecado, a burguesia acabou aderindo às novas religiões, fato que fez com que a Suíça fosse um território tolerante às novas religiões.

Mackenzie.

Nesse sentido, após abrir espaço para o protestantismo, o calvinismo acabou encontrando no país europeu, um território seguro para se disseminar e se estabelecer a partir dos pensamentos de João Calvino.

Surgimento

João Calvino nasceu na França, em 1509, e aos 18 anos já era mestre em Teologia. O criador do calvinismo converteu-se ao protestantismo em 1534 e mudou-se para a Suíça por conta da liberdade religiosa do país.

Dentre suas ideias, Calvino falou sobre a predestinação do ser humano, ou seja, a crença de que Deus já havia escolhido as pessoas que seriam salvas e as que não seriam antes mesmo da própria criação humana.

Continue lendo após a publicidade
Calvinismo – Contexto histórico, surgimento e pilares da doutrina
João Calvino, idealizador do calvinismo.

Nesse sentido, o fiel deveria ter uma vida correta e seguir os bons costumes. Assim seria mais fácil saber os indícios da decisão divina quanto ao destino de cada fiel.

Calvino também defendia que  Jesus Cristo teria morrido para salvar os eleitos desde o início e não para salvar a humanidade, como pregava a Igreja.

João Calvino também escreveu suas ideias em livros. Seu título mais conhecido, As Institutas da Religião Reformadora, foi publicado em 1536 e influenciou a expansão do calvinismo por toda a Europa.

Todavia, Calvino sempre tentou unir igrejas protestantes e suas doutrinas, a partir da conciliação com as várias vertentes do protestantismo.

Continue lendo após a publicidade

Durante a época da Revolução Inglesa, o calvinismo teve um papel importante, apoiado por burgueses que lutavam contra o absolutismo dos reis.

Pilares do calvinismo

A tulipa (tulip, em inglês) é um dos símbolos do calvinismo e suas iniciais norteiam os cinco pilares da religião:

Total Depravity (Depravação Total)

O homem já nasceu com o pecado original, de forma que todas as ações dos seres humanos acabam influenciadas por ele. Ainda, o homem sempre irá escolher o Mal e, somente uma ação divina fará com que o homem escolha o Bem.

Continue lendo após a publicidade

Uncondicional Election (Eleição Incondicional)

Para os calvinistas, é Deus quem pode salvar e quem escolhe quem será salvo e quem será condenado é o próprio Deus.

A tulipa, símbolo do calvinismo.

Limited Atonement (Expiação Limitada)

Antes de mais nada, para o calvinismo, Jesus Cristo não teria morrido para salvar a humanidade, mas sim para salvar os eleitos de Deus.

Continue lendo após a publicidade

Irresistible Grace (Graça Irresistível)

Aquele que for escolhido por Deus não poderá nunca negar o seu chamado.

Perseverance of saint ( Perseverança dos Santos)

Quando o homem atende o chamado de Deus, passa a assumir sua fé para sempre, permanecendo firme em sua crença, mesmo diante de dificuldades.

Continue lendo após a publicidade

Calvinismo e protestantismo

Mesmo tendo surgido com a Reforma Protestante, calvinismo e luteranismo são doutrinas diferentes. Para os calvinistas, a salvação já está escrita por Deus, no sentido de que antes mesmo da criação, Deus já sabe quem será salvo e condenado. Para os luteranos, a fé e as obras de caridade do fiel são responsáveis pela salvação de cada pessoa.

Outra diferença a ser percebida é o fato de que calvinistas não usam nenhuma intermediação entre o fiel e Deus, enquanto luteranos dispõem de clérigos e ministros com poderes religiosos dentro de ritos específicos.

Então, o que achou da matéria? Se gostou, leia também: O que foi a Contrarreforma? Origem, causas e consequências.

Fontes: História do Mundo, Toda Matéria, Brasil Escola

Continue lendo após a publicidade

Imagens: Teologando, Avivamento Bíblico, Mackenzie, Reformados do Século XVI, Verdadeira Espiritualidade

Próxima página »

Comentários

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments