Os carros que dirigem sozinhos, durante um acidente, deviam matar os passageiros ou o público fora do carro?

Carros que dirigem sozinho sempre foi o sonho tecnológico de muita gente. Mas, nem tudo são flores, veja os problemas que esse veículo pode trazer ao mundo

Os famosos carros que dirigem sozinhos possuem uma tecnologia cobiçada por muitos ao redor do mundo. Um carro que se auto-conduz, já foi inclusive, por diversas vezes, alvo de roteiro de diversos filmes de ficção científica e também de desenhos animados, alguns até empolgaram e foram além, com carros que voam, quem não se lembra dos Jetsons?

Mas, a possibilidade de ter um carro que dirige sozinho, trás para o mundo da tecnologia e da programação alguns dilemas e complicações. A problemática mais complexa delas é escolher, em casos extremos e de pani, qual vida tirar. Se ficou confuso, vamos explicar.

Caso os carros que dirigem sozinhos estejam entre em situação de descontrole e acidente, precisando escolher entre bater na parede e tirar a vida dos passageiros ou desviar se chocando com um grupo de umas 8 pessoas, atropelando e correndo risco de matar todas, que programação seria mais eficiente?

Como resolver o dilema dos carros que dirigem sozinhos ?

562bfba0229a9 - Copy

De acordo com uma pesquisa liderada por Jean-Francois Bonnefon, da Escola de Toulouse de Economia, esse é um dilema muito complexo, envolvendo questões éticas e morais. Nós não fomos os únicos a se preocupar com os carros que dirigem sozinhos, tal fato já rendeu inclusiva publicação no Arxiv, onde os pesquisadores mensuraram essas e outras situações em que uma máquina precisa decidir que tipo de vira poupar ou tirar.

“É um desafio considerável criar algoritmos que vão guiar os AVs [veículos autônomos] quando eles forem confrontados com esses dilemas morais”, afirmaram os pesquisadores.

“Para atingir esses objetivos, os fabricantes e os reguladores precisarão de psicólogos para aplicar diferentes métodos de ética em situações envolvendo AVs e dano inevitável”, concluíram.

Qual a opinião do público geral sobre a escolha entre vidas em acidentes com carros que dirigem sozinhos?

315906454616355

Os pesquisadores ainda estão estudando o caso e pensando em como minimizar esse tipo de escolha em caso de acidente com carros autônomos. Mas a mesma pergunta foi feita na internet e para o público geral, buscando soluções para o dilema, inclusive na plataforma de crowdsourcing.

Como resultados a questão dos carros que dirigem sozinhos, de forma geral, o público on-line escolhe sacrificar o motorista para poder salvar os outros indivíduos – fora do carro, desde que o motorista em questão não seja eles mesmos. Embora 75% dos entrevistados considere algo moral desviar do grupo de pessoas, cerca de 65% pensa que os carros deveriam ser programados para fazer isso.

Outras possibilidades

carro-ela-trico-que-dirige-sozinho-tem-sala-de-estar-e-ata-escrita-rio-veja-fotos06c285aacd7b81d0932f959c13269f9b

Nesse dilema, dos carros que dirigem sozinho, não existe como opção apenas frear o carro e não matar ninguém, embora alguns tenham sugerido isso, a morte é certa para algum dos grupos. Na internet também apareceu como opção selecionar quem iria morrer como em critérios de “concurso público”, para solucionar a questão dos carros que dirigem sozinhos: poupar a vida de quem é mais novo e deixar a “morte” para quem é mais velho.

E você? Se pudesse programar os carros que dirigem sozinhos, o que faria? Quem escolheria salvar?

r0BUAMZ

Quanto aos carros que dirigem sozinhos, como solucionaria esse tipo de problema? Se fosse o dono do algorítimo que ficará nos carros do futuro, que tipo de programação faria? É preciso decidir, pois os carros que dirigem sozinhos estão cada vez mais próximos de ocupar as ruas.

Fonte: IFLScience e The Verge
Imagens: Divulgação

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.