História

Cerco de Leningrado: contexto histórico e como aconteceu

O cerco de Leningrado aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial e foi realizado pelos nazistas, que cercaram a cidade por 900 dias.

Continue lendo após a publicidade

Cerco de Leningrado foi um bloqueio militar que aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial. Entre 1941 e 1944, por cerca de 900 dias, a cidade soviética de Leningrado (atualmente São Petersburgo) sofreu com a falta de recursos básicos.

Nesse sentido, durante o cerco de Leningrado a população local ficou sem água, energia elétrica e comida. A cidade foi deixada de lado pelas tropas nazistas, enquanto o estado soviético sacrificava parte da população com sua política de resistência.

Todavia, ao estabelecer o cerco, Hitler tinha como objetivo conquistar a fonte de recursos em território soviético, como petróleo e minérios. Assim, conseguiria sustentar a máquina de guerra alemã e vencer o conflito.

Contexto histórico

Dentro do cenário instituído pela Segunda Guerra Mundial, o cerco de Leningrado acontece entre o setembro de 1941 e janeiro de 1944, envolvendo a Alemanha nazista em conflito contra a União Soviética.

Continue lendo após a publicidade

Todavia, ao invadir a cidade, os alemães tinham como objetivo a destruição do bolchevismo. Além disso, desejavam escravizar a população eslava no sentido de usar a força de trabalho para sustentar os alemães.

Causa Operária.

A invasão da Alemanha também tinha como propósito manter a máquina de guerra funcionando. Para isso, durante o cerco de Leningrado, os alemães estavam em busca de recursos encontrados com facilidade no local, como petróleo e minérios.

Os soviéticos estavam despreparados e não tinham defesas. As tropas alemãs avançaram, enquanto Stalin duvidava de advertências sobre o assunto. O ataque ao território soviético teve início com a Operação Barbarossa, que levou 3,6 milhões de soldados.

Como aconteceu o cerco de Leningrado?

O início dos ataques aos soviéticos aconteceu com a Operação Barbarossa, em 1941. Durante meses, o Exército Vermelho foi derrotado e sofreu com mortes, enquanto os nazistas rondavam a cidade de Moscou, chegando a estar a 40 quilômetros de distância.

Continue lendo após a publicidade

Todavia, a resistência soviética fez com que as tropas alemãs se afastassem, visando as cidades de Leningrado e Stalingrado. Naquele período, Leningrado era um centro industrial do país e sua invasão seria um golpe para o exército soviético.

Cerco de Leningrado: contexto histórico e como aconteceu
População soviética sofreu com o frio e a fome.

Nesse sentido, o bloqueio começou em 8 de setembro daquele ano, deixando Leningrado totalmente cercado por tropas nazistas. As tropas decidiram que deixariam a cidade morrer de fome ao invés de atacarem.

Relatos da época contam que durante os 900 dias do cerco de Leningrado, a população sofreu com o frio, epidemias e muitas mortes. Inclusive, a estimativa é de que 20 mil pessoas chegaram a morrer diariamente na cidade, por fome.

Na tentativa de sobreviver, a população consumiu pombos que estavam nas ruas, corvos, gaivotas e ratazanas, além de consumirem os animais de estimação. Como o alimento era cada vez mais escasso, relatos apontaram até para a prática de canibalismo.

Continue lendo após a publicidade

O cerco de Leningrado acabou oficialmente em janeiro de 1944, quando as tropas alemãs recuaram. Todavia, o colapso do exército alemão começou em 1943, ao perder batalhas para o exército de Stalin.

Então, o que achou da matéria? Se gostou, leia também: Propaganda nazista, o que foi? Principais consequências e implicações.

Fontes: Mundo Educação, Brasil Escola, Infoescola, Prepara Enem, Brasil Escola

Imagens: Russia Beyond, Causa Operária, Editora Contexto

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments