Biologia

Classificação dos Seres Vivos: Os 5 Reinos da Biologia

A classificação dos seres vivos é feita em cinco reinos (animal, vegetal, protista, fungi e monera), que engloba 8,7 milhões de espécies.

Continue lendo após a publicidade

Você sabia que no planeta terra existem milhões de seres vivos? Pois é, é um número bem grande. A solução para organizar isso foi a classificação dos seres vivos em cinco reinos.

Desse modo, os seres ficam organizados e fica mais fácil estudar sobre cada tipo de ser vivo. Até porque, a gente consegue ver seres vivos como animais e plantas.

No entanto, existem seres que não podem ser vistos a olho nu. Enfim, no texto de hoje eu vou te contar quais são os cinco reinos dos seres vivos.

A criação dos cinco reinos

O filósofo grego Aristóteles observou há cerca de 2.400 anos, que a biodiversidade do planeta tinha origem vegetal ou animal.

Continue lendo após a publicidade

Muito tempo depois, o naturalista sueco Carl Von Linnée (1707 – 1779), conhecido como Lineu, fez outras observações.

Com isso, ele definiu como critério de classificação as características estruturais e anatômicas. Já em 1866, houve uma nova mudança.

O biólogo alemão Ernst Haeckel (1834 – 1919) defendeu a criação de mais dois reinos. Ele sugeriu os reinos protista e monera. Logo, os reinos passaram a ser quatro: animal, vegetal, protista e monera.

Por fim, o ecólogo norte-americano Robert Whittaker classificou os seres vivos em cinco reinos.

Continue lendo após a publicidade

Em síntese, o sistema de quatro reinos foi para cinco reinos, pois Whittaker comprovou em 1959, que os fungos não são organismos vegetais.

Com isso, uma década depois ele propôs a criação do reino Fungi. Isso para separar os fungos e as plantas.

A teoria de Whittaker teve uma forte aceitação da comunidade científica. Sendo assim, a classificação de seres vivos passou a ser  feita em cinco reinos.

Classificação dos Seres Vivos: Os 5 Reinos da Biologia

Continue lendo após a publicidade

Charles Darwin (1809 – 1882) também ajudou na classificação dos seres vivos. Isso porque, foi a sua teoria evolutiva e da noção de ancestral comum que originou as espécies atuais.

Ele até criou a “genealogias de seres vivos”. Trata-se de diagramas que representam as relações de parentesco evolutivo entre as espécies.

Nomes dos seres vivos

Você já parou para pensar que o mesmo animal é chamado por nomes diferentes, de acordo com a região? Para não virar uma bagunça, foi adotada uma nomenclatura científica no mundo todo.

Foi Lineu, quem criou a nomenclatura binominal. Com isso, os nomes dos seres são compostos por dois nomes. O 1º nome é escrito em letra maiúscula e indica o gênero.

Continue lendo após a publicidade

Por fim, o 2º nome é escrito em letra minúscula e aponta a espécie. Além disso, os nomes são escritos em latim e devem ser destacados em itálico ou grifados. Por exemplo, o nome científico do cão é Canis familiaris.

Como é feita a classificação dos seres vivos?

Na classificação biológica usa-se categorias. As categorias, servem para agrupar os organismos de acordo com as suas semelhanças. Por exemplo, a categoria básica é a espécie.

Sendo que ela é definida por seres semelhantes que podem se reproduzir e gerar descendentes férteis. Existe ainda o gênero, que reúne os animais da mesma espécie.

Os animais que fazem parte do mesmo gênero formam as famílias. As famílias são agrupadas em ordens.

Continue lendo após a publicidade

Depois disso, as ordens são agrupadas em classes. Elas são então reunidas em filos e, por fim, em reinos. Dessa forma, os reinos são a última categoria na hierarquia.

Enfim, os reinos biológicos são uma forma de classificar os seres vivos. Isso de acordo com a relação de parentesco na história da evolução.

Classificação dos Seres Vivos: Os 5 Reinos da Biologia

Sendo assim, todas as espécies que fazem parte dos cinco reinos, têm antepassados em comum. 

Continue lendo após a publicidade

Dessa forma, além dos reinos dos seres vivos, também existem categorias taxonômicas dentro do sistema de classificação. Desse modo, as categorias são:

  • Domínio;
  • Filo;
  • Classe;
  • Ordem;
  • Família;
  • Gênero;
  • Espécie.

Sendo que elas seguem uma ordem hierárquica e são subordinadas entre si. Isso significa que o domínio engloba o reino. Já o reino inclui o filo e por aí vai.

Vale destacar que são cinco os reinos mais reconhecidos hoje em dia. No entanto, algumas teorias recentes situam os seres vivos em seis ou sete grupos.

Sendo que, no total, esses cinco reinos agrupam 8,7 milhões de espécies que habitam o planeta. Isso de acordo com as estimativas das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

Continue lendo após a publicidade

Características

As espécies que compõem um reino, têm características em comum. Isso em relação ao desenvolvimento e funcionamento. Sendo assim, as relações de parentesco que formam os reinos são:

1- Nutrição: Pode ser autotrófica ou heterotrófica. Na primeira, o ser produz o próprio alimento. Já na segunda, o ser se alimenta de outros seres vivos.

2- Organização celular: Na unicelular, o ser tem apenas uma célula. Na pluricelular, ele tem duas ou mais células.

Classificação dos Seres Vivos: Os 5 Reinos da Biologia

Continue lendo após a publicidade

3- Tipologia celular: Os eucariontes tem o material genético rodeado por uma membrana. Por outro lado, os procariontes não têm essa membrana.

4- Respiração: Na respiração aeróbica o ser precisa de oxigênio. Na respiração anaeróbica não precisa. 

5- Reprodução: Pode ser sexuada, assexuada ou por esporos.

6- Locomoção: Por fim, a locomoção pode ser autônoma ou imóvel.

Continue lendo após a publicidade

Quais são os cinco reinos?

Os cinco reinos são:

1- Reino animal

É tido como o reino mais evoluído. O reino animália se divide entre: vertebrados e invertebrados.

Os animais são seres:

Continue lendo após a publicidade
  • Eucariontes;
  • Pluricelulares; 
  • Sexual;
  • Podem se deslocar;
  • Alimentação heterotrófica;
  • Respiração aeróbica.

Em resumo, esse reino é um dos reinos mais biodiversos. Desse modo, ele conta com seres como:

2- Reino vegetal

O reino Plantae é um dos mais antigos. Ele é formado por plantas e outras espécies vegetais. Desse modo, o reino vegetal é:

  • Pluricelular;
  • Eucariontes;
  • Imóvel;
  • Autotrófico;
  • Sexuado e assexuado.

Vale destacar que esses seres são essenciais para a vida na terra, já que eles liberam oxigênio. Isso por meio da fotossíntese.

Continue lendo após a publicidade

3- Reino fungi

O 3º dentre os cinco reinos, é o reino dos fungos. Dessa forma, este reino abrange as leveduras, os bolores e todos os tipos de cogumelos. Os seres do reino fungi são:

  • Pluricelulares;
  • Aeróbios;
  • Eucariontes;
  • Heterotróficos.

Vale destacar que esses seres parasitam outros seres vivos para se alimentar e se reproduzir por meio de esporos.

4- Reino protista

Este é o reino mais primitivo dos eucariontes. Dessa forma, os outros grupos derivam deste reino.

Em resumo, o reino protista é parafilético. Ou seja, possuem ancestral em comum mas não conta com todos os seus descendentes.

Continue lendo após a publicidade

Além disso, ele engloba os organismos eucariontes que não são animais, nem fungos, nem plantas.

5- Reino monera

Por fim, o 5º dentre os cinco reinos é o monera. Este reino é composto por seres vivos microscópicos. Ele engloba os organismos procariontes. Ou seja, as arqueas e bactérias. Sendo que eles são seres unicelulares sem núcleo definido.

Além disso, em sua maior parte, as bactérias são aeróbias e heterotróficas. Já as arqueas, de maneira geral, são anaeróbias e tem metabolismo quimiossintético.

Continue lendo após a publicidade

Enfim, gostou de aprender sobre a classificação dos seres vivos? O que é plasma? Tipos, características e exemplos de matéria

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments