Claude Monet: biografia, estilo, características e principais obras

Claude Monet foi um dos mais importantes pintores da Escola Impressionista, uma das mais importantes da história da pintura.

Claude Monet (1840-1926) foi um dos mais importantes pintores da Escola Impressionista. O artista nasceu no dia 14 de novembro de 1840, em Paris, na França, e morreu no dia 5 de dezembro de 1926.

Algumas das obras mais famosas de Monet são: Banhistas na Grenouillière, Eglise de Vétheuil e Coin d’ atelier.

Uma curiosidade é que o termo impressionismo nasceu em uma exposição feita em 1874, onde um quadro de Monet chamado “Impressão, Nascer do Sol”, foi criticado por retratar a impressão do pôr do sol e não a realidade.

Sendo assim, o termo impressionismo foi usado primeiro como um termo pejorativo. Mas acabou se tornando uma corrente e Monet passou a ser considerado como o chefe da Escola Impressionista.

Vida e obra de Claude Monet

Claude Monet foi um dos mais importantes pintores da Escola Impressionista, uma das mais importantes da história da pintura. Confira abaixo sobre a vida e a obra desse grande artista francês.

1- Infância e adolescência

Oscar-Claude Monet nasceu no dia 14 de novembro de 1840, em Paris, França. Filho de um comerciante, o jovem se mudou com a família para Saint-Adresse, quando tinha cinco anos de idade.

Desde a infância, Monet pensava em ser pintor. Desse modo, ele foi incentivado por sua tia Marie-Jeanne Lacadre, uma amante da pintura.

Sendo assim, com apenas 15 anos, ele já era conhecido na cidade por fazer e vender caricaturas.

Nas gravuras japonesas de Hokusai e na pintura de Eugène Boudin, o jovem Monet descobriu o seu interesse pela luz e pela cor. 

Dessa forma, ele passou a praticar a pintura e ao livro e se tornou um pintor paisagista. Sendo que isso era pouco comum na época.

2- Estudos e carreira artística

No ano de 1859, Monet se mudou para Paris. Em resumo, ele frequentava a academia suíça de Paris e copiava os grandes pintores.

Posteriormente, em 1861, Monet foi obrigado a servir no Exército na Argélia. No entanto, a sua tia Lecadre concordou em obter a sua dispensa, se Monet se comprometesse a cursar arte na universidade.

Sendo assim, Monet deixou o exército e foi estudar. Contudo, ele não gostou do tradicionalismo presente na pintura acadêmica.

Portanto, em 1862, ele optou por ir estudar artes com Charles Gleyer em Paris, onde conheceu Camille Pissarro e Gustave Courbet. 

Juntos eles desenvolveram a técnica de pintar o efeito das luzes com rápidas pinceladas. Mais tarde essa técnica ficou conhecida como Impressionismo.

3- Vida pessoal de Claude Monet

Claude Monet se casou com Camille Doncieux em 1870. Juntos eles tiveram Jean e Michael Monet. Com o intuito de fugir da guerra franco-prussiana, como a maioria dos artistas, a família buscou refúgio em Londres.

Posteriormente, em 1872, Monet retornou para a França e passou a morar em Argenteuil, um pequeno povoado no subúrbio de Paris.

O local era cercado de campos, nas margens do Sena e tinha belas paisagens que serviram de inspiração para várias de suas obras como, por exemplo, Regata em Argenteuil.

4- Impressionismo

No ano de 1874, um grupo de pintores que partilhavam algumas técnicas foram rejeitados pelo Salão Oficial. Desse modo, eles optaram por organizar a sua 1ª exposição no estúdio parisiense do fotógrafo Félix Nadar.

Foi nessa exposição que a obra de MonetImpressão, Nascer do Sol”, foi criticada por retratar a impressão do pôr do sol e não a realidade.

Dessa forma, o termo impressionismo foi usado primeiro como um termo pejorativo. Entretanto, ele acabou se tornando uma corrente e Monet passou a ser considerado como o chefe da Escola Impressionista.

Algumas obras de Monet fizeram sucesso, mas mesmo assim, ele passou por dificuldades financeiras. Sendo assim, ele voltou a morar em Argenteuil, em 1874.

No local, Claude Monet passou a pintar flores que ele tinha plantado e retratos de Camille e amigos. Posteriormente, em 1878 Monet se mudou para Vétheuil onde pintou cerca de 150 obras.

Em 1879, após a morte de sua esposa Camille, Monet se mudou com os filhos para a casa de Alice Hoschedé, esposa de um de seus patrocinadores, em Poissy.

No ano de 1883, o artista se mudou para Giverny e construiu um lindo jardim com lagos e plantas aquáticas. Este local que serviu de inspiração para várias de suas obras.

Por fim, no ano de 1892, Monet se casou com a viúva Alice Hoschedé, com quem viveu até seus últimos dias.

5- Últimos anos e morte de Claude Monet

Em 1907 Monet teve uma catarata no final da sua vida. Uma das causas para a doença, foram as muitas horas com seus olhos expostos ao sol.

Isso porque, ele pintava muito ao ar livre, em diferentes horários do dia e em várias épocas do ano.

Mesmo enquanto estava doente, Monet não parou de pintar. Sendo que, nessa época, ele usou cores mais fortes em suas telas como vermelho goiaba, cor de tijolo e etc.

No ano de 1923, Monet estava quase totalmente cego. Mas depois de uma operação de catarata, teve uma melhora.

Posteriormente, no ano de 1926, Claude Monet morreu aos 86 anos de idade, por causa de um câncer no pulmão.

Estilo e características de Monet

Monet teve como foco principal a captura de momentos ao ar livre de cenas cotidianas.

Ele também fez várias séries onde apresenta a diferença de luminosidade em um mesmo local. Durante a sua vida, Monet pintou uma grande quantidade de quadros.

Sendo que ele misturou técnicas de pinceladas sutis e mais rápidas em suas telas. Além disso, suas obras são caracterizadas por cores vivas e luminosidade.

Principais obras de Claude Monet

Dentre as principais obras de Monet estão:

  • Eglise de Vétheuil

  • Banhistas na Grenouillière

  • Coin d’ atelier

  • Femme assise sur un banc

  • Femme en blanc au jardin

  • Femmes au jardin

  • Impression, soleil levant

  • La Pont Neuf

  • La Seine à Asnières

  • Les bateaux rouges

  • Madame Monet en costume japonais

  • Nenúfares (1904) (Nenúfares – série)

  • Nature morte avec melon

  • Le Bassin aux Nymphéas

  • Regata em Argenteuil

  • Dans La Prairie

LEIA MAIS

Tipos de arte: quais são, história, elementos e materiais

Arte Medieval, o que é? Períodos e transformações sociais

História da arte no Brasil – Períodos, características e artistas

Arte grega – Surgimento, representações e características

Edward Hopper, quem foi? Vida, estilo artístico e principais obras de arte

Arte moderna – O que é, conceito, características e artistas

Arte Abstrata: Origem, características, suas vertentes e principais artistas

Fontes: E-biografia, Wikipédia e Toda matéria.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.