Como ensinar uma criança a ler? 7 passos básicos

Para ensinar uma criança a ler, é preciso passar por várias etapas, mas antes mesmo de começar a ensinar uma criança a ler, é preciso dar o exemplo.

Para ensinar uma criança a ler, é preciso passar por várias etapas, mas antes mesmo de começar a ensinar uma criança a ler, é preciso dar o exemplo.

Ou seja, é essencial que os pais leiam historinhas para as crianças. Com isso, a criança cria interesse em aprender a ler e vê sentido no aprendizado.

Depois disso, o alfabeto pode ser apresentado para a criança. o Ideal é começar pelas vogais, que são mais fáceis, e depois passar para as consoantes.

É nesse processo de aprender o alfabeto que a criança entende a diferença entre letras, símbolos e desenhos.

Um detalhe importante no processo de alfabetização, é o ambiente. O ambiente deve ser favorável para que a criança se desenvolva.

Por exemplo, os pais devem estar dispostos a ajudar no processo e não deixar tudo por conta da escola ou creche.

Durante o processo de alfabetização, é muito importante que os pais continuem a ler historias para as crianças.

Além disso, se você quer que o seu filho tenha prazer por ler, é essencial que você dê o exemplo e leia livros por prazer.

O próximo passo é as sílabas e depois fazer a associação das sílabas com objetos e figuras. Essa associação é muito importante, pois facilita a memorização.

Depois de aprender a sílabas, a criança está pronta para aprender palavras simples e, com o tempo, mais palavras podem ser apresentadas.

Durante todas essas etapas, você pode usar diferentes recursos para facilitar o aprendizado como, por exemplo, livros de coleções voltadas para quem está aprendendo a ler e ferramentas online.

Por fim, o último passo é estimular a criança a colocar em prática o que ela aprendeu. Confira abaixo o passo a passo em detalhes para ensinar uma criança a ler.

Qual a idade ideal para aprender a ler?

A idade ideal para aprender a ler é a partir dos 3 anos de idade. Sendo que a maneira mais fácil de alfabetizar é criar um ambiente propício ao aprendizado.

Por exemplo, é essencial que os pais estejam dispostos a ajudar a criança a aprender, ao invés de deixar tudo por conta da escola ou da creche.

Além disso, o exemplo também é muito importante. Isso porque, as crianças aprendem muito por meio do exemplo dos pais.

Portanto, os pais que são leitores e sentem prazer em ler, influenciam os filhos a também verem a leitura como algo agradável.

Inclusive, para ensinar a ler de forma divertida você pode criar um ambiente com vários tipos de estímulos à leitura.

Por exemplo, você pode comprar livro de banho, que são feitos de plástico, para as crianças brincarem no banho.

Também existem livros táteis, onde a criança tem várias sensações por meio dos livros e é estimulada a ver os livros como algo divertido.

Mesmo criando um ambiente propício à leitura, é importante que você tenha em mente que aprender a ler não é um processo fácil.

É preciso paciência, para que a criança aprenda não apenas a ler, mas a gostar de ler. Caso contrário, se ela aprender de forma sofrida, ela pode ser a leitura como algo ruim, uma obrigação.

Passo a passo para ensinar a ler

O passo a passo para ensinar a ler é:

  1. Ambiente

  2. Em seguida, apresente o alfabeto

  3. Agora ensine as sílabas

  4. Associe o som das sílabas com objetos ou figuras

  5. Apresente palavras simples (2 sílabas, por exemplo)

  6. Comece a explorar mais palavras

  7. Coloque em prática todo o aprendizado

1- Ambiente para aprender a ler

O 1º passo é criar um ambiente favorável à leitura. Isso envolve, por exemplo, ler historinhas para a criança.

Além disso, ter pessoas à sua volta que gostam de ler influencia a criança a desejar aprender a ler.

Um detalhe importante é que o ambiente de estímulo à leitura deve ser mantido no decorrer de todas as etapas, pois faz com que as crianças sintam vontade de aprender a ler.

2- Em seguida, apresente o alfabeto

Após criar um ambiente favorável à leitura, apresente o alfabeto para a criança. Não é possível aprender a ler sem conhecer as letras, é por isso que aprender o alfabeto é um dos primeiros passos.

Comece ensinando as vogais, pois elas são mais fáceis de aprender e pronunciar. Depois que a criança aprender as vogais, você pode passar para as consoantes.

Além de mostrar para a criança quais são as letras, ensine quais são os sons das letras. Uma boa forma de fazer isso é por meio de brincadeiras, músicas e materiais lúdicos.

3- Agora ensine as sílabas

O 3º passo é ensinar a formar sílabas. Para isso, comece criando sílabas com vogais como, por exemplo: babebibo bu.

Uma boa forma de ensinar as sílabas é recorrer a joguinhos e outras atividades lúdicas.

O mais importante do que a criança decorar as sílabas, é ela entender a lógica que muda o som de acordo com a junção das letras.

4- Associe o som das sílabas com objetos ou figuras

Além de ensinar as crianças quais são as sílabas, é preciso ensinar como associar o som de uma sílaba com um objeto.

Por exemplo, a criança pode associar uma sílaba a um brinquedo que goste ou nome de alguém que ela tenha afeto. Isso torna mais fácil o processo de memorização.

Por exemplo, vamos supor que a criança goste de gatos. Sendo assim, você pode mostrar a imagem de um gato e pedir a ela para começar a fazer o som inicial da palavra gato: “ggaa”.

Depois disso, mostre a letra que faz o som do g e então indique a consoante que forma com ela a sílaba GA.

Nesse processo inicial o foco é apenas as sílabas e a associação. Ou seja, a palavra inteira não é importante ainda.

5- Apresente palavras simples para ensinar a ler

Depois que a criança tiver dominado a etapa 4, você pode passar para a etapa 5. Na etapa anterior, as sílabas separadas eram o foco. Mas agora a o foco é na palavra completa.

Sendo assim, pegue palavras simples, como palavras de 2 sílabas fáceis de serem pronunciadas.

Por exemplo, no caso da palavra gato, você pode fazer com que a criança entenda que a palavra gato tem mais de uma sílaba.

Um detalhe importante é que além da imagem do objeto que está sempre associado, é importante ter também a palavra por escrito. Assim a criança associa a fala com a escrita.

6- Comece a explorar mais palavras

Depois de aprender palavras mais simples, a criança está pronta para palavras um pouco mais difíceis. Sendo assim, você pode apresentar palavras com 3 ou 4 sílabas.

Além disso, você pode apresentar sílabas compostas por mais de duas letras e etc. O importante é que o processo seja feito de forma gradativa.

7- Coloque em prática o aprendizado

Por fim, depois que a criança aprender a ler algumas palavras, estimule a leitura de palavras em qualquer lugar. Por exemplo, a embalagem de um produto no supermercado.

Saber que consegue ler coisas em qualquer lugar estimula as crianças a continuarem aprendendo.

Atividades para ensinar a ler

No decorrer do passo a passo listado acima, você pode usar várias atividades para estimular a criança a aprender a ler brincando e ver a leitura como algo divertido. Alguns exemplos de atividades são:

1- Tubarão comedor de sílabas

Para essa atividade você vai precisar de:

  • Cartolina colorida;

  • Caixa de sapato;

  • Tesoura;

  • Tinta guache.

Passo a passo:

  1. Faça um corte triangular na tampa da caixa, para ser a boca do tubarão.

  2. Decore e pinte a caixa com a tinta guache.

  3. Corte as cartolinas coloridas com formato de peixinhos, que caibam no espaço da boca do tubarão.

  4. Escreva sílabas no corpinho dos peixinhos.

  5. As crianças precisam colocar os peixinhos dentro do tubarão e repetir as sílabas que o tubarão está comendo.

2- Primeira letra do meu nome

Para essa atividade você vai precisar de:

  • Pregadores de roupa;

  • Barbante;

  • Fotos 3×4 das crianças;

  • Fichas de papel com cada letra do alfabeto.

Passo a passo:

  1. Estenda o barbante e faça um varal em um local aberto que todos os alunos possam ver e terem espaço para participar;

  2. Pregue o alfabeto de fichas de papel no varal;

  3. Peça para que cada criança prenda, com o pregador, a foto dela ao lado da letra do seu nome;

  4. Agora, faça fichas com os nomes delas, e peça para prender juntamente com suas fotos;

  5. Faça com que cada criança mostre a sua foto e também de alguma coleguinha, repita este processo para todos.

3- Aprendendo copiando

Para essa atividade você vai precisar de:

  • Giz de cera;

  • Papel branco;

  • Cola branca;

  • Revistas e jornais;

  • Tesoura.

Passo a passo:

  1. Distribua as revistas e jornais para cada criança;

  2. Peça para que cada uma recortem as letras dos jornais e das revistas;

  3. Com as letras recortadas, auxilie cada criança a formar seus próprios nomes e colar as letras em ordem em uma folha em branco;

  4. Agora, com o giz de cera, peça para que cada uma copie em outro papel em branco as letras que ela colou anteriormente;

  5. Repita o processo anterior usando várias cores de giz, para fixar o aprendizado.

4- Sorteio de combinações

Para essa atividade você vai precisar de:

  • Saco de plástico ou de pano;

  • Fichas de papel.

Passo a passo:

  1. Peça ajuda para as crianças para formarem sílabas com várias letras.

  2. Escreva as sílabas nas fichas de papel.

  3. Guarde as fichas no saco.

  4. Cada hora uma criança vai à frente.

  5. A criança tira uma sílaba do saco.

  6. Ela tem 10 segundos para falar outra(s) sílaba(s) para formar uma palavra.

  7. Cada palavra formada vale um ponto.

Nunca é tarde para aprender a ler

Segundo um levantamento realizado pelo escritor e educador Jonathan Kozol em seu livro Illiterate América, em 1985, a taxa de analfabetismo estadunidense era gritante.

Só para ilustrar, mais de sessenta milhões de norte-americanos eram analfabetos ou funcionalmente analfabetos.

Pois bem, apesar de muitos anos terem se passado desde então, em 2011, os Estados Unidos ainda estavam entre os países com maior índice de analfabetismo do planeta, mesmo sendo a maior potência mundial.

Infelizmente, essa não é uma realidade muito distante aqui no Brasil.

Em 2018, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou 11,3 milhões de pessoas analfabetas com 15 anos ou mais de idade.

Grande parte desses números é resultado de um raciocínio equivocado no qual a alfabetização e letramento devem ser concentrados na parcela mais jovem da população.

Entretanto, a educação de jovens e adultos no Brasil tem sido construída por dois movimentos específicos: o próprio grupo reivindicador desse conhecimento, o qual não pôde ter acesso à escolarização regular por n motivos e os educadores que se preocupam com essa demanda social.

Dessa forma, graças a pessoas que almejam alfabetização e letramento e àqueles que estão dispostos a ensiná-las, é possível ressignificar a educação brasileira.

Afinal, nunca é tarde para aprender e ensinar a ler, e isso abre universos de possibilidades.

LEIA MAIS

Interpretação de texto: dicas, erros comuns e compreensão textual

Técnicas de redação: dicas de como escrever bem e fazer uma boa redação

O que é e como se faz um Acróstico?

Abreviação, abreviatura e sigla: qual a diferença?

O que é palíndromo? 100 palíndromos de palavras, frases e nomes

Coerência textual, o que é? Tipos, princípios e aplicações

Fontes: Home Schooling Brasil, Minha primeira leitura, Leiturinha, Gravidez Online, Ceale, Presença Pedagógica e, por fim, Época.

Bibliografia:

  • SOARES, Magda. Alfabetização e letramento: caderno do professor / Magda Becker Soares; Antônio Augusto Gomes Batista. Belo Horizonte: Ceale/FaE/UFMG, 2005. 64 p. – (Coleção Alfabetização e Letramento).
  • SOARES, Magda. A reinvenção da alfabetização. Presença Pedagógica, [S.L], v. 9, n. 52, p. 15-21, jul. 2003.
  • FREIRE, Paulo. Alfabetização: leitura do mundo, leitura da palavra / Paulo Freire, Donaldo Macedo, tradução Lólio Lourenço de Oliveira. – Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.
  • PORTALBRASIL. Estados Unidos da América. [20–]. Acesso em: 08 jul. 2021.
  • DURANTE, Marta. Alfabetização de adultos [recurso eletrônico]: leitura e produção de textos / Marta Durante. – Dados eletrônicos. – Porto Alegre: Artmed, 2007.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.