História

Conceito de sociedade – Definição, características e tipos de sociedade

O conceito de sociedade é fundamental para o estudo dos indivíduos que dividem valores culturais e éticos e que estão sob as mesmas regras.

Continue lendo após a publicidade

O conceito de sociedade se faz importante para áreas do conhecimento como a Sociologia e a Antropologia, que se ocupam dos estudos das relações provenientes entre indivíduos que vivem com os mesmos valores e cultura, em um mesmo território em um tempo histórico.

Por sociedade, entendemos se tratar de um grupo de pessoas que compartilham valores culturais e éticos, em um mesmo regime político e econômico, sob o mesmo território. Nas sociedades, as pessoas se juntam para preservar a sobrevivência de uma coletividade.

Todavia, a sociedade não deve ser vista como um amontoado de indivíduos, mas como um sistema organizado e ordenado em uma estrutura social. Por isso, cabe dizer que nenhuma sociedade é homogênea e sim uma estrutura ampla, onde os indivíduos estabelecem relações.

Conceito de sociedade

Derivada do latim societas, a palavra sociedade significa associação com outros. Nesse sentido, os indivíduos se juntam em grupos, desde o começo da sua existência, para facilitar a sobrevivência.

Continue lendo após a publicidade

De modo geral, podemos dizer que a sociedade se configura como uma rede de relacionamentos firmados entre as pessoas. Contudo, o conceito de sociedade não deve ser reduzido, pois existem outros aspectos que tornam a sociedade um conceito complexo e profundo.

Conceito de sociedade – Definição, características e tipos de sociedade
Indivíduos se agrupam de acordo com afinidades.

Nesse sentido, vale frisar que o conceito de sociedade é algo semelhante a um pacto social, que coloca os indivíduos em um tipo de contrato, conseguindo alguns benefícios. Para o pacto funcionar, é necessário que deveres sejam cumpridos pelos cidadãos inseridos neste contexto.

Dentro de uma sociedade, é preciso manter sempre a unidade, princípio que beneficia todos os inseridos no contexto social. Preservado esse princípio, as chances de uma coesão solidária se tornam maiores, fazendo com que todos cumpram seus papéis de forma eficaz.

Todavia, as sociedades são compostas por grupos de pessoas com maior organização, que se estende à uma organização social composta por instituições, como o governo, a família, a escola, o trabalho ou a polícia, por exemplo.

Continue lendo após a publicidade

Outras áreas do conhecimento, como a Sociologia, se ocupam examinando o conceito de sociedade como uma forma de as pessoas se organizarem com base na cultura e nos sistemas institucionais de organização das comunidades.

Características da sociedade

O conceito de sociedade foi bastante difundido em estudos pelo mundo inteiro e, a partir destas contribuições teóricas e da assimilação das modificações que aconteceram no campo das relações sociais, é possível delimitar características da sociedade.

De um modo geral, pode-se enxergar como característico nas sociedades, a existência de uma teia de relações (ampla e complexa) entre os indivíduos e a presença de interesses que unificam comunidades que estão inseridas em um contexto social maior.

Fato sociológico.

Todavia, torna-se característico também, o modo como as interações entre os membros de uma sociedade tem origem, seja de modo direto ou indireto, organizado ou desorganizado, consciente ou inconsciente.

Continue lendo após a publicidade

Dando fim às características gerais de uma sociedade, observa-se que todas elas podem ser estabelecidas sem que exista a delimitação de uma área geográfica.

Conceito de sociedade: tipos de sociedade

O sociólogo francês Émile Durkheim, divide o conceito de sociedade em dois tipos, a partir do grau de coesão e solidariedade existentes no interior de cada sistema. Assim, temos a sociedade de solidariedade mecânica e a sociedade de solidariedade orgânica.

Sociedade de solidariedade mecânica

Segundo Durkheim, essas eram as sociedades mais primitivas, de base pré-capitalista. Nestas, a divisão do trabalho era feita por gênero, não havendo um número muito grande de trabalhadores desempenhando diversas funções.

Émile Durkeheim.

Nestas sociedades, a coesão no grupo era maior, uma vez que elas mantinham igualdade de funções entre os membros. As antigas sociedades rurais podem ser elencadas como um exemplo deste tipo de sociedade.

Continue lendo após a publicidade

Sociedade de solidariedade orgânica

Dentro do conceito de sociedade, neste caso, trata-se de uma sociedade pós-capitalista, um organismo considerado complexo e que cuida da coesão social. Nesse sentido, observa-se nesta sociedade a ocorrência da divisão social do trabalho, onde cada membro desempenha um papel mais complexo.

Sociologia.

Todavia, observa-se também uma interdependência entre os membros desta sociedade. Nela existem o médico, o policial, o professor, o agricultor e cada um deles desempenha um papel social em seu trabalho, de maneira que uns dependam dos outros.

Este tipo, mais complexo e extenso, não apresenta união em uma coesão única e mecânica; nela existe uma divisão de grupos, feita de acordo com suas categorias.

Então, o que achou da matéria? Se gostou, leia também: Organização das Nações Unidas – História, países membros e objetivos.

Continue lendo após a publicidade

Fontes: Toda Matéria, Brasil Escola, Educa Mais Brasil, Mundo Educação

Imagens: Mercado Eletrônico, Viva Arte Viva, Comunidade Cultura e Arte, Sociologia

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments