Conheça o molusco que realiza fotossíntese

Conheça Elysia Chlorotica, um belo molusco que é capaz de realizar fotossíntese.

Por Editor

Continue lendo após a publicidade

Lembra daquela frase célebre: toda regra tem sua exceção? Ela cabe muito bem para o Elysia Chlorotica, um animal que realiza a fotossíntese e vive na costa Atlântica dos Estados Unidos.

Certamente, essa lesma marinha bastante excêntrica, que possui formato de folha, balança os livros de Biologia que estudamos na escola básica.

Está se perguntando: como isso pode acontecer? A capacidade de fotossíntese surge para Elysia depois que ela ingere uma alga chamada Vaucheria litorea, que funciona como uma poção mágica para o molusco, permitindo-o assimilar os cloroplastos.

Os cloroplastos ingeridos, que estão presentes no citoplasma de células de plantas e algas, possuem  uma pigmentação de clorofila, que é necessário para a realização da fotossíntese.

Continue lendo após a publicidade

Quais são os detalhes dessa assimilação de fotossíntese no molusco?

December 1994, Sipadan, Borneo --- School of Neon Fusiliers --- Image by © Royalty-Free/Corbis
December 1994, Sipadan, Borneo — School of Neon Fusiliers — Image by © Royalty-Free/Corbis

O citoplasma e o núcleo ingeridos se movem pelo intestino do molusco, assim os cloroplastos ficando retidos nos vacúolos do trato intestinal. No interior da célula da alga, os cloroplastos funcionais usam proteínas codificadas nos seus genes ou, como segunda opção, no núcleo celular da própria alga.

Apesar da ingestão, no interior do animal, os cloroplastos isolados não podem receber as proteínas diretamente do genoma da alga. Assim, as organelas permanecem funcionais, pois o genoma do molusco também engloba os genes da alga que são necessários durante a realização da fotossíntese.

Quem realizou essa descoberta?

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Não foi um único cientista ou laboratório. A lesma marinha em questão já havia sido descoberta alguns anos atrás, porém os cientistas queriam entendê-la melhor antes de qualquer publicação.

Um pesquisador norte-americano chamado Sidney K. Pierce, investigou recentemente que o molusco possui um gene de alga no seu ADN, responsável por que os cloroplastos funcionem.

Continue lendo após a publicidade

Como se não bastasse essa capacidade ímpar, Elysia Chlorotica ainda é muito bela, confira ouras imagens:

crybytes-elysia-chlorotica

Elysia-chlorotica

 

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

[…] esse molusco muda seu sexo de macho para fêmea se entra em contato com outro macho. Além disso, os nascidos […]

[…] esse molusco muda seu sexo de macho para fêmea se entra em contato com outro macho. Além disso, os nascidos […]

[…] esse molusco muda seu sexo de macho para fêmea se entra em contato com outro macho. Além disso, os nascidos […]

[…] kg a 40 kg, dependendo da espécie. Seus corpos sempre são moles, já que participam da classe dos moluscos onde todos animais pertencentes a essa filo tem corpos assim. Em todos seus oito tentáculos, […]

[…] kg a 40 kg, dependendo da espécie. Seus corpos sempre são moles, já que participam da classe dos moluscos onde todos animais pertencentes a essa filo tem corpos assim. Em todos seus oito tentáculos, […]

[…] kg a 40 kg, dependendo da espécie. Seus corpos sempre são moles, já que participam da classe dos moluscos onde todos animais pertencentes a essa filo tem corpos assim. Em todos seus oito tentáculos, […]

[…] o termo molusco deriva do latim mollis, que significa mole. Além disso, os moluscos são animais caracterizados […]