Contrarreforma – Motivos, contexto histórico, Concílio de Trento, resultados

Criada para combater o avanço da Reforma Protetante, a Contrarreforma desencadeou uma série de medidas para expandir o catolicismo.

A Reforma Católica, também conhecida como Contrarreforma, foi um movimento católico que surgiu em combate à Reforma Protestante. Após o surgimento de novas doutrinas cristãs, a Igreja Católica perdeu força religiosa, econômica e política. Portanto, para retomar o poder, foram tomadas diversas medidas que visavam reprimir o crescimento dessas religiões pela Europa.

Desse modo foi criada uma ordem religiosa dos jesuítas nomeada Companhia de Jesus. Fundada pelo militar Inácio de Loyala e organizada similarmente ao exército, essa instituição foi designada com um braço da igreja. Sob uma rígida hierarquia, em que o papa era supremo, os jesuítas eram responsáveis por difundir a fé católica. Assim catequizando e convertendo o maior número de pessoas nas colônias europeias.

Outra decisão foi a Santa Inquisição, que consistia em uma investigação sobre bruxas, hereges e praticantes de religiões islâmicas. O intuito era combater outras denominações religiosas. Denúncias eram aceitas e, se comprovadas, o acusado era punido com sanções que iam desde o voto de silêncio até a morte na fogueira. Para selar as decisões tomadas na Contrarreforma, foi realizado o Concílio de Trento, em 1545 na Itália.

Contrarreforma - o que foi, como e por que surgiu?
Fonte: Estudo Prático.

Concílio de Trento

Os Concílios eram reuniões de bispos católicos convocadas pelo Papa para discutir questões sobre a fé. Tradicionalmente recebiam o nome da cidade onde foram realizados. No caso da Contrarreforma, foi feito em Trento na Itália. O objetivo dessa reunião era rever práticas de comércio de cargos eclesiásticos e indulgências. Isso porque, membros da própria igreja passaram a questionar essas atitudes.

Dessa forma, a Igreja Católica começou a ficar desacreditada e estava perdendo seus simpatizantes. A divulgação das “95 teses” de Martinho Lutero fizeram, então, surgir a primeira doutrina Protestante: o Luteranismo. Logo, para refrear o avanço do protestantismo pela Europa, o papa Paulo III organizou o Concílio.

Contrarreforma - o que foi, como e por que surgiu?
Fonte: Conversando Alegremente Sobre História.

Assim foram tomadas algumas providências proibindo a venda de indulgências e criando seminários, formando o corpo oficial do clero. Por isso, acabou acontecendo um recuo dos protestantes. No entanto, manteve-se a ideia da salvação por meio de boas obras, crença na existência do purgatório e culto a santos como a Virgem Maria.

Além disso, outras determinações mais fortes também aconteceram durante a Contrarreforma. Foi decretado a infalibilidade do papa em questões religiosas e morais, bem como a declaração do Indéx, que listava os livros proibidos. Sendo assim, estabeleceu-se uma versão oficial da Bíblia, a Vulgata. Ainda foi reforçado o dogma de que o pão e o vinho se transformavam em corpo e sangue de Cristo.

Contrarreforma - o que foi, como e por que surgiu?
Fonte: Historiando.

Resultados da Contrarreforma

Para ter êxito em seus objetivos com a Contrarreforma, a Igreja Católica reativou o Tribunal do Santo Ofício, também conhecido como a Inquisição. Essa instituição havia sido criada no século XII e formava tribunal que julgava os considerados hereges, muitos deles filósofos e cientistas. Um exemplo é Galileu Galilei que foi obrigado a negar suas idéias do heliocentrismo para não morrer na fogueira.

Numa época em que a prensa de Gutemberg havia facilitado a difusão de textos escritos, foi lançado o Index Librorum Prohibitorum. Ou seja, uma lista de livros proibidos, porque iam contra ideias do catolicismo. Essa coletânea foi constantemente atualizada até 1966, quando foi extinta. Tanto criadores quanto seguidores dos conteúdos desses livros eram perseguidos e mortos.

Contrarreforma - o que foi, como e por que surgiu?
Fonte: Pinterest.

Além disso, as obras eram queimadas para não haver disseminação. Inclusive partes da Bíblia entraram para esse catálogo. A partir daí, muitos praticantes do protestantismo foram perseguidos, torturados e mortos.

Ainda havia a Companhia de Jesus, que reunia jesuítas, denominados “soldados de Cristo” para disseminar a fé católica. Eles eram enviados para as colônias para ensinar e catequizar os povos nativos. Dessa forma, a Igreja Católica conseguiu conter o avanço do protestantismo na Itália, Espanha e Portugal e conseguiu novos adeptos no Novo Mundo.

Gostou desse conteúdo? Achou interessante? Então, confira também Cristianismo – Origem, história, crenças, símbolos, correntes e propagação.

Fontes: Brasil Escola, História do Mundo e Toda Matéria.

Imagem de destaque: Alarmy.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.