Biologia

Corais, o que são? Definição, principais características e como se formam

Os corais são estruturas geológicas formadas por animais marítimos, que contam com uma grande variedade de cores, formas e tamanhos.

Continue lendo após a publicidade

Os corais são animais que vivem exclusivamente no fundo do mar, oriundos de regiões tropicais e formados por vários corpos minúsculos, denominados pólipos.

Eles permanecem em um mesmo lugar durante toda a vida e algumas de suas espécies produzem um esqueleto, interno ou externo, que pode ser constituído por carbonato de cálcio. Ademais, possuem uma grande variação de cores e tamanhos.

Conheça abaixo onde vivem os corais, como eles se formam, suas características e importância ecológica.

Características físicas

Em outras palavras, os corais são animais marinhos que, em sua maioria, vivem em colônias e pertencem ao reino Animalia, classe Anthozoa.

Continue lendo após a publicidade

Podem possuir várias cores, tamanhos, formas e camadas. Os pólipos dos corais, isto é, seus vários corpos individuais, contam com a boca cercada de tentáculos que administram a função de alimento, assim como a liberação de resíduos.

Além disso, esses tentáculos ainda contêm ferrões que podem paralisar ou até mesmo congelar as presas.

Corais: onde vivem, quais suas características e como se formam
Pinterest

Os pólipos dos grandes corais tendem a crescer até por volta de 25 centímetros, enquanto os de menor tamanho não passam de 1 milímetro de comprimento.

Alguns dos principais exemplos de corais são o coral-pétreo, o coral-preto, o coral-azul e coral-cérebro, sendo que eles também podem se assemelhar a dedos, folhas e outros materiais.

Continue lendo após a publicidade

O que são recifes de corais?

Recifes de corais são rígidas formações geológicas, denominadas colônias, que foram construídas em um longo período de tempo e com várias camadas, a partir de esqueletos calcários de outros corais.

UOL Notícias

Sendo assim, muitos recifes de corais existem a mais de 5 mil anos e estão presentes em grande parte da superfície terrestre, ultrapassando 600 mil quilômetros quadrados. Isso acontece devido ao fato de grande parte do planeta Terra ser composta por água, sobretudo por mares e oceanos.

Nesse sentido, as quatro maiores barreiras de corais do mundo são:

  • Grande Barreira de Corais da Austrália, composta por 2900 recifes, conta com 2700 quilômetros de comprimento e 700 quilômetros de largura;
  • Costa dos Corais de Alagoas, com 135 quilômetros de corais que abrigam variedades de peixes e outros animais marinhos;
Corais: onde vivem, quais suas características e como se formam
ICMBIO
  • Recife Mesoamericano, que reúne a costa litorânea de quatro países (México, Belize, Honduras e Guatemala) e conta com mais de 60 espécies de corais, 350 de moluscos e 500 de peixes.
  • Recife de Corais do Mar Vermelho, possui 1900 quilômetros de extensão e abriga mais de 1200 espécies.

Ciclo de vida

O processo de reprodução dos corais consiste na produção de ovos que se transformam em minúsculos componentes nadadores, denominados larvas plânulas. Essas larvas, portanto, se estabelecem em uma única superfície e formam os pólipos.

Continue lendo após a publicidade
Corais: onde vivem, quais suas características e como se formam
Biologia Net

Por outro lado, eles também podem se reproduzir através do processo de germinação. Nesse caso, os novos pólipos acabam por se desenvolver nos corpos de outros, mais velhos.

Por isso, quando esses mais velhos morrem, os novos corais acabam estabelecendo moradia e se desenvolvendo nessa mesma região.

A diversidade dos corais

Você sabia que 65% dos peixes do mar são encontrados em recifes de corais? Pois é! Nesses ambientes, são encontrados a maior diversidade de vertebrados por metro quadrado do mundo.

Desse modo, outros animais marítimos, como camarões, polvos e esponjas-do-mar também habitam sobre os recifes de coral. No entanto, outras classes, como a dos mamíferos, raramente são encontradas.

Continue lendo após a publicidade
Gizmodo Brasil

Como o grupo de animais marinhos se alimentam de outros seres microscópicos, eles fazem parte de uma cadeia alimentar ou trófica, isto é, rede de relações entre seres vivos que consiste na alimentação e transferência de energia direto do alimento para o predador.

Além disso, possuem uma importante função ecológica ao servirem de alimento para outros seres, como lagosta, moluscos e caranguejos.

Efeitos das ações humanas sobre os corais

Assim como ocorre com o restante dos animais e plantas marinhas, as atividades humanas também são bastante prejudiciais à vida dos corais.

Infoescola

O aquecimento dos oceanos, a poluição com lixo e derramamento de petróleo e a caça ilegal são alguns dos fatores que atrapalham o ecossistema marítimo como um todo, colocando em risco a biodiversidade bem como a manutenção de vida na Terra.

Continue lendo após a publicidade

E então, gostou de saber mais sobre o nosso tema de hoje? Então, leia mais sobre curiosidades sobre a vida no fundo do mar.

Fontes: Escola Britânica, Mundo Educação, Petz, Evidive

Imagens: Pinterest, UOL Notícias, ICMBIO, DW, Alef News, Mar sem fim, Gizmodo UOL, Infoescola, Biologia Net.

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments