Outros assuntos

Cores Complementares: o que são, quais são e como usar

Cores complementares estão posicionadas de maneira oposta uma a outra dentro do círculo cromático e são usadas para diminuir intensidade.

Continue lendo após a publicidade

As cores formam-se a partir das cores primárias. Assim, as compõem para que gerem harmonia no momento da utilização. Dessa forma, as cores complementares são aquelas que estão postas no círculo cromático, que posicionam-se de maneira oposta uma a outra.

Portanto, as cores complementares são utilizadas para diminuir intensidade entre as cores. Além disso, quando misturadas, podem formar cores neutras ou cinzas. Outra característica é a maior capacidade de absorção dos espectros, além de possuírem mais contraste se justapostas.

Cores complementares

As cores complementares são muito utilizadas na pintura quando o intuito é dar movimento e harmonia. Além disso, também são boas aliadas para criar pontos de destaque.

Cores Complementares - Quais são, como são formadas e características
Classificação das cores de acordo com o círculo cromático. Fonte: Rock Content

Para entender melhor o que é uma cor complementar, observe:

Continue lendo após a publicidade
  • A cor complementar de uma cor primária será uma cor secundária;
  • A complementar de uma cor secundária será uma cor primária;
  • A cor complementar de uma cor intermédia será outra cor intermédia.

Visto isso, fica fácil identificar que uma cor complementar, dentro do círculo cromático, será aquela que está localizada de maneira oposta à outra cor.

Cores complementares e cores análogas

Para que um projeto, uma pintura ou em qualquer outra situação que as cores precisam ser utilizadas é necessário que haja harmonia entre elas. Dessa forma, o instrumento utilizado é o círculo cromático.

Cores Complementares - Quais são, como são formadas e características
Cores complementares são aquelas que mais oferecem contraste entre si. Fonte: LGT Fotografia

Portanto, como já vimos, uma cor complementar é aquela que se encontra de maneira oposta à outra cor dentro do círculo cromático. Porém, temos também o que chamamos de cores análogas.

Visto isso, as cores análogas são composições de cores que se encontram postas lado a lado dentro do círculo cromático. Ou seja, são a sequência de tonalidades, como tons de vermelho, laranja, amarelo etc.

Continue lendo após a publicidade

Círculo cromático

O círculo cromático é uma ferramenta utilizada para encontrar a harmonia entre as cores. Assim, é formado por doze cores, sendo sete cores básicas (vermelho, amarelo, azul, verde, laranja, roxo), além das cores variantes.

Cores Complementares - Quais são, como são formadas e características
Círculo cromático com as classificações de todas as cores. Fonte: Passei direto

Dessa forma, o círculo cromático é dividido da seguinte maneira:

  • Cores primárias – composta por três cores: vermelho, amarelo e azul. Sã denominadas cores primárias porque não são originadas a partir de outras cores, ou seja, são cores puras. Assim, a cor primária possui como complemento uma cor secundária.
  • Cores secundárias – são aquelas que se originam da mistura entre duas cores primárias. Visto isso, são as cores verde (azul e amarelo), laranja (amarelo e vermelho) e roxo ou violeta (vermelho e azul). Logo, o complemento de uma cor secundária é uma cor primária.
  • Cores terciárias – são aquelas advindas da misturas entre uma cor primária e um ou duas cores secundárias. Assim, temos seis cores:  vermelho-arroxeado (vermelho e roxo) e vermelho-alaranjado (vermelho e laranja); amarelo-esverdeado (amarelo e verde) e amarelo-alaranjado (amarelo e laranja); azul-arroxeado (azul e roxo) e azul-esverdeado (azul e verde). Visto isso, o complemento de uma cor terciária é uma cor terciária.

A teoria das cores

Embora envolva a luz, as cores não se tratam de um fenômeno físico, e sim fisiológico. Isso ocorre porque percebemos as mesmas de diferentes formas, é algo que varia de acordo com o indivíduo. Como resultado disso, nasceu a teoria das cores, uma área de estudo que se propõe a estudar a percepção desses pigmentos.

Apesar de parecer algo novo, esse conhecimento vem sendo explorado desde a Grécia Antiga, quando Aristóteles passou a observar as cores. Seguido por Leonardo da Vinci no Renascimento Cultural e por Isaac Newton na Idade Moderna.

Continue lendo após a publicidade

Recentemente, a escritora e cientista social Eva Heller chegou a publicar um livro intitulado “A psicologia das cores”. De acordo com a pesquisadora, há uma relação entre as cores e nossos sentimentos. Portanto, segundo Heller, cada manifestação cromática pode despertar em nós uma atração ou repulsa.

E então, o que achou da matéria? Se gostou, corre pra conferir o que a história das Olimpíadas e o que são Quasares.

Fontes: Significados, Toda Matéria, Amo Pintar, Educa Mais Brasil.

Bibliografia:

Continue lendo após a publicidade
  • HELLER, Eva. A psicologia das cores: como as cores afetam a emoção e a razão. [S.L.]: Editora Gustavo Gili, 2012. 311 p.
  • SILVA, Cibelle Celestino; MARTINS, Roberto de Andrade. A TEORIA DAS CORES DE NEWTON: um exemplo do uso da história da ciência em sala de aula. Ciência & Educação, [S.L], v. 9, n. 1, p. 53-65, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ciedu/a/fMnd6zxXqG8mhHrYq45SLhs/?lang=pt.
  • GOETHE, J.W.. Doutrina das Cores. 4. ed. [S.L.]: Nova Alexandria, 2013. 212 p.

Fonte imagem destaque: Rock Content

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments