Ciências

Cosmos, o que é? Definições, crenças e surgimento do universo

A cosmologia estuda o cosmos, que tem o objetivo de responder essas três perguntas: de onde viemos, quem somos e para onde vamos?

Continue lendo após a publicidade

Quando se fala em Cosmos, lembramos da famosa série de TV dos anos 80, onde milhões de pessoas acompanharam uma incrível jornada pelo universo. O que elas não sabiam é que, inconscientemente, estavam praticando a cosmologia, a ciência que estuda os cosmos.

De origem grega, Kósmos significa ordem, beleza, harmonia e organização. Ao passo que, é a representação do universo como um todo. Em outras palavras, o cosmos é a reunião de tudo o que existe no espaço, onde estes são divididos em microcosmos e macrocosmos.

Dessa forma, vamos conhecer um pouco mais sobre esse termo da ciência, suas definições e estudos que exploram o universo, desde as estrelas até as partículas subatômicas.

Crenças do homem e da religião

Antes da ciência, existiam povos que questionavam a origem do mundo, das pessoas e do universo. Por isso, elas criaram histórias e crenças, estas são chamadas de cosmogonias.

Continue lendo após a publicidade
Surgimento do mundo
Tecnoblog

O termo explica o surgimento dos seres humanos, a criação do mundo e a ordem do universo, todas com base na identidade e cultura de cada grupo social.

De certo, os povos antigos tinham crenças diferentes, a depender de cada grupo, povo ou tradição. Por isso, separamos algumas mais faladas.

  • Judaico-cristã: diz que Deus é o único criador do mundo, sendo Adão e Eva os primeiros seres humanos a habitarem a terra;
  • Gréco-romana: acreditam que os deuses de panteão ainda povoam a terra, mesmo séculos após o fim do império;
  • Povo Maia: Esses povos acreditam na criação dos seres humanos por meio de um milho sagrado, por ordem de deuses, posto que eles habitavam na América Central.
  • Yorubás: Esse povo, de origem nigeriana, diz que o mundo surgiu dos orixás.
Adão e Eva
JW

Como resultado, essas crenças deram origem às religiões e ao pensamento filosófico. Por conseguinte, a filosofia tem bases mais sólidas em suas explicações, já as religiões grega e egípcia decidiram insistir na crença de um mundo criado por deuses.

Em suma, o estudo do universo – cosmologia, é diferente das cosmogonias, pois fundamenta suas definições na ciência, com a responsabilidade de um autor.

Continue lendo após a publicidade

Além disso, não recebem influência de crenças ou entidades religiosas, mas buscam a abordagem das leis da natureza e seus princípios.

Estudo do universo

O filósofo grego Pitágoras foi o primeiro a falar sobre o cosmos, comprovando que a física estava inteiramente ligada aos estudos do universo.

Assim, o objetivo da cosmologia é responder essas três perguntas: de onde viemos, quem somos e para onde vamos?

Cosmos
Alpha

Por outro lado, há definições de que o universo existe desde sempre, mas como não vamos questionar algo que não teve um começo? Posto que, Carl Sagan, astrônomo da série Cosmos: Uma Viagem Pessoal, dizia que o cosmos é tudo o que já foi, tudo o que é, e tudo o que será“.

Continue lendo após a publicidade

Daí, partimos para o pensamento de que tudo surgiu em algum momento, mas para a cosmologia, ainda não é o suficiente pensar que o universo surgiu “do nada”.

De fato, a ciência não parece ter uma resposta definitiva para essas perguntas, como também não sabemos se um dia terão.

Impacto filosófico do Cosmos

Nós fazemos parte de um universo infinito, que aumenta de tamanho a cada dia. Certo? Por isso, o cosmos foi dividido em dois, sendo microcosmos e macrocosmos. Assim, há definições da filosofia e da física.

infinidade do planeta
Uol

A filosofia diz que o microcosmos é apenas uma porção do universo, um resumo ou amostra. O ser humano, por exemplo, seria uma partícula do que é o planeta. Já para a física, o microcosmos se refere aos átomos.

Continue lendo após a publicidade

Nesse sentido, o macrocosmos é definido pela filosofia como a maior parte do universo, já para a física são os corpos celestes, tanto do universo como das galáxias.

Ainda mais, o universo pode ser dividido em três blocos, sendo eles a energia escura, a matéria escura e a matéria ou energia usuais. Em suma, o universo ainda carrega mistérios, estimulando mais pesquisas cosmológicas com um futuro promissor.

Ademais, o Big Bang representado por George Gamow, exercia papel importante na explicação sobre o universo. No entanto, acabou criando um paralelo entre os mitos considerados teológicos e a cosmologia.

O que achou dessa matéria? Se gostou, corre pra conferir essa outra aqui: Três Marias, o que são? Origem, significados e mitologia das estrelas

Continue lendo após a publicidade

Fontes: Significados, UFMG, Museu do Amanhã, Significados Br  e Revista Galileu

Imagens: Superinteressante, Tecnoblog, JW, Alpha e Uol

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments