Principal » História » Dia da Consciência Negra – Origem, importância histórica e social

Dia da Consciência Negra – Origem, importância histórica e social

Celebrado em 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra faz referência à morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares.

Dia da Consciência Negra – origem, importância histórica e social

O Dia da Consciência Negra foi instituído oficialmente em 10 de novembro de 2011, pela Lei nº 12.519. A data faz referência à morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares e importante figura na luta do povo negro contra a escravidão.

O dia é oportuno para a reflexão sobre a situação da população negra no Brasil e, nesse sentido, abre espaço para abordar o preconceito racial, tão presente em vários segmentos da sociedade brasileira.

Apesar de ser uma lei federal, o Dia da Consciência Negra não é reconhecido como feriado em todo o território. Contudo, em estados como Mato Grosso, Rio de Janeiro, Alagoas, Amapá e Rio Grande do Sul, a data é considerada como feriado.

Origem do Dia da Consciência Negra no Brasil

Instituído em 2003 pelo então presidente Lula, o Dia da Consciência Negra só veio a ser reconhecido oficialmente em 2011, no governo de Dilma Roussef. Mas suas origens remontam a um passado um pouco distante.

Durante a década de 70, o movimento negro brasileiro se articulou e criou o Grupo Palmares, em Porto Alegre e o Movimento Negro Unificado (MNU), em São Paulo. Participavam estudantes, poetas e escritores negros, como Oliveira Silveira e Osvaldo de Camargo que questionavam como o negro era tratado na sociedade.

Zumbi dos Palmares
O Taboanense

Foi determinado o dia 20 de novembro pelo fato de relembrar a morte de Zumbi dos Palmares, grande figura e chefe do maior quilombo do Brasil.

Além disso, por ser uma data mais representativa para a cultura negra do que o 13 de maio, quando se deu a Abolição da Escravatura, assinada pela então Princesa Isabel, que era branca.

Importância do 20 de novembro para o negro

Registros históricos apontam para séculos de sofrimento do povo negro em toda parte do mundo. O Dia da Consciência Negra foi criado, justamente, para funcionar como uma data que convide todos à reflexão.

A princípio, o nome Consciência Negra surgiu na África do Sul, em 1973, e era um movimento que lutava contra o apartheid.

Em síntese, o movimento defendia a autoestima da população e tinha como objetivo reforçar as características das pessoas negras, indo de encontro ao lema Black is Beautiful, do movimento negro norte-americano.

Dia da Consciência Negra – Origem, importância histórica e social
Veja

Marcado por manifestações culturais e sociais, organizadas pelo movimento negro em todo o país, o Dia da Consciência Negra é sobretudo marcado por ações que combatem o racismo e a segregação racial no país. Também abre espaço para o debate do papel do negro na sociedade.

Resistência negra no Brasil

A princípio, durante o século XX, o Brasil viu surgir alguns movimentos de resistência que denunciaram o racismo e reivindicaram maior participação do povo negro nos setores artístico, intelectual e político.

Nesse sentido, como resultado, surgiram jornais no Rio Grande do Sul e em São Paulo. Destacaram-se A Alvorada (1907), O Clarim d’Alvorada e o Progresso.

No campo artístico, a Companhia Negra de Revista (1926) e o Teatro Experimental do Negro (1944) davam espaço a artistas negros. No campo político, foi criada a Frente Negra Brasileira (1931).

Dia da Consciência Negra – Origem, importância histórica e social
Folha de S.Paulo

Com a redemocratização do país e o fim da ditadura, os movimentos sociais ganharam mais espaço e o movimento negro foi um deles. Houve uma abertura política maior e o movimento negro conseguiu a aprovação de medidas que funcionariam como uma espécie de reparação histórica.

Apesar de ter conquistado maior notoriedade do que em tempos antigos, ainda hoje o povo negro é vítima de preconceito. O Dia da Consciência Negra inspira homens e mulheres negras a nunca desistirem da luta contra o preconceito racial que ainda existe na sociedade brasileira.

O que achou da matéria? Se gostou, leia também: Dandara dos Palmares, quem foi? História de vida e importância social

Fontes: Brasil Escola, Toda Matéria, Educa Mais Brasil, Alma Preta

Imagens: Jornalismo NIC, O Taboanense, Veja, Folha de S.Paulo

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.