Outros assuntos

Dinamite, o que é? Definição, para que serve e principais tipos

A dinamite é um composto criado pelo químico Alfred Nobel e altamente explosivo. É utilizado em artefatos bélicos e na construção civil.

Continue lendo após a publicidade

Qual imagem vem na sua cabeça ao ouvir a palavra dinamite? É provável que você se lembre dos filmes de ação no qual os mocinhos precisam desarmar uma bomba para evitar explosões, ou até mesmo do desenho animado Papa-Léguas, quando o coiote tenta capturar seu inimigo (sem sucesso) de todas as formas, inclusive com material explosivo.

Assim sendo, a dinamite pode ser definida como um material formado por nitroglicerina misturada a um material absorvente altamente sensível a altas temperaturas e fácil de provocar explosões devastadoras.

Nesse artigo, iremos saber mais sobre o que é a dinamite, para que ela é usada, como foi inventada e, ainda, quais são seus principais tipos.

Composição da dinamite

A dinamite é um composto explosivo de nitroglicerina e substâncias absorventes que foi inventado pelo químico sueco Alfred Nobel, em 1867.

Continue lendo após a publicidade

Sua forma é em bastão, sendo também chamado de bananas de dinamite. Além disso, sua utilização se dá principalmente como artefato bélico, ou seja, em guerras, para detonar grandes minas, bem como no setor civil, de forma a abrir caminhos na construção de estradas.

Dinamite: o que é, para que serve e principais tipos
Mundo Educação

Sua composição é formada por 75% de nitroglicerina e 25% de materiais absorventes. Essa disparidade entre as composições se dá por conta da alta instabilidade da nitroglicerina, que é facilmente ativada diante de qualquer atrito ou mudança de temperatura.

Primeiramente, a nitroglicerina é uma molécula composta por uma mistura de ácido nítrico, ácido sulfúrico e glicerina (glicerol). Ela libera grande quantidade de gases e, conforme dito anteriormente, é instável e causa explosões ao menor contato.

Do mesmo modo, a substância absorvente mais utilizada é a terra de diatomáceas, mineral extraído de rochas marítimas onde ocorre a deposição de restos de algas diatomáceas. Similarmente, pode ser utilizada a argila ou pó de conchas. Sua principal característica é o alto potencial de absorção, que contrasta com o potencial explosivo da nitroglicerina.

Continue lendo após a publicidade

Quando foi inventada a Dinamite?

A invenção da dinamite iniciou-se em 1846 com o químico italiano Ascanio Sobrero. Em laboratório, este associou o glicerol, ácido nítrico e ácido sulfúrico, o que resultou na criação da nitroglicerina. Todavia, o grande desafio dessa substância sempre foi sua reatividade e instabilidade, podendo explodir a qualquer alteração.

Alfred Nobel foi o inventor da dinamite como a que conhecemos hoje

Em larga escala, o cientista Alfred Nobel foi o primeiro a produzir o composto. Em 1864, por exemplo, explodiu sua primeira fábrica, o que matou drasticamente o irmão de Alfred e outros quatro homens.

Após o episódio, Nobel encontrou uma forma de manipular a substância de forma a minimizar os riscos de explosão. Daí veio a ideia de misturá-la à sílica e transformá-la em uma pasta estável.

De maneira idêntica, o cientista criou o detonador para as bananas de dinamite. Ele era feito com um estopim, pólvora e um pino de madeira. Ao ser acionado, o material distribui uma onda de choque que atinge a nitroglicerina, retardando o processo de explosão.

Continue lendo após a publicidade

Ademais, Alfred patenteou a dinamite em 1867 e, logo após, a gelignite, uma mistura na forma de gel de nitroglicerina, celulose e outras substâncias consistentes. Inclusive, essa última invenção era mais potente e não dissolvia na água.

Principais tipos de explosivos

Além da dinamite, há outros tipos de explosivos utilizados com a mesma finalidade. Entre eles, estão o TNT (trinitrotolueno), usado em artefatos bélicos na Primeira Guerra Mundial.

O composto é formado por nitração do tolueno e, ao contrário da nitroglicerina, o TNT puro é estável e menos sensível a ruídos. Não se dissolve em água e, por isso, é acionada em ambientes úmidos. Além disso, causa danos em um raio de 1 km ao redor.

Dinamite: o que é, para que serve e principais tipos
O nitrato de amônio é o componente principal do ANFO.

Em seguida, podemos citar a ANFO. Essa sigla inglesa significa óleo combustível nitrato de amônio. É fabricada a partir da mistura de hidrocarbonetos com nitrato de amônio. Sua explosão se dá pela ebulição do hidrocarboneto ao entrar em altas temperaturas, liberando gases e vapores.

Continue lendo após a publicidade

Por último, os explosivos à base de pólvora têm origem chinesa e são feitos a partir da mistura de enxofre, carvão e nitrato de potássio. Sua utilização se dá na fabricação de fogos de artifício e artefatos bélicos.

O que achou da matéria sobre dinamite? Se gostou, confira também quais as características de uma bomba atômica.

Fonte: Brasil Escola

Imagens: Tricurioso, Mundo Educação, DW, Operamundi.

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments