Epicurismo: aprenda o que é e suas características

O epicurismo é uma corrente filosófica que tem como base a busca pela felicidade. Sendo que a felicidade para eles é a vida pautada pelo autoconhecimento, pela amizade e pela prudência.

O epicurismo é uma corrente filosófica que tem como base a busca pela felicidade. Sendo que a felicidade para eles é a vida pautada pelo autoconhecimento, pela amizade e pela prudência.

Ou seja, trata-se da busca pelos prazeres moderados para atingir um estado de tranquilidade e ausência de sofrimento. Isso por meio do conhecimento de si, do mundo e da limitação dos desejos.

Sendo que essa limitação dos desejos, para o epicurismo, está ligada à felicidade. Isso porque, os desejos exacerbados podem causar perturbações constantes o que dificulta o encontro do que de fato gera felicidade.

Portanto, o que torna as pessoas infelizes é a incompreensão das suas verdadeiras necessidades.

O epicurismo foi criado a partir do pensamento do filósofo ateniense Epicuro de Samos, no século IV a.C. Sendo que Epicuro passou a sua vida estudando o que, de fato, leva as pessoas à felicidade.

Enfim, os seus seguidores são chamados de epicuristas. Em resumo, quem segue essa corrente filosófica deve evitar a dor e as perturbações.

Além disso, é preciso evitar os luxos excessivos e viver longe das multidões (mas não de forma solitária). Por fim, é essencial ainda, se colocar em harmonia com a natureza e desfrutando da paz.

Origem do epicurismo

O epicurismo foi criado no século IV a. C., a partir do pensamento do filósofo ateniense Epicuro de Samos. Sendo que Epicuro dedicou a sua vida ao estudo do que, de fato, traz felicidade para as pessoas.

Em síntese, Epicuro nasceu na Ilha de Samos, Grécia, provavelmente no ano de 341 a.C. Na juventude, Epicuro se interessou por filosofia.

Sendo assim, ele foi enviado pelo seu pai para Teós, região da Jônia, para que pudesse aprimorar seus estudos sobre filosofia

Foi em Téos que Epicuro teve contato com a filosofia atomista, pregada pelo discípulo de Demócrito de Abdera, Nausífanes.

Epicuro se interessou tanto pela filosofia atomista, que dedicou alguns anos ao estudo do átomo. Posteriormente, ele reformulou teorias atomísticas e apontou os pontos que ele discordava.

Em 306 a.C., Epicuro fundou sua própria escola de filosofia, para ensinar, principalmente, as ideias epicuristas e atomistas. O nome da escola era o Jardim e Epicuro lecionou nela até a sua morte, em 270 a.C.

Enfim, das várias obras de Epicuro durante a vida, mais de trezentos capítulos escritos foram perdidos. No entanto, o que restou de sua obra foi espalhado por seu principal discípulo, Lucrécio.

Características principais

Uma das principais características do epicurismo, é o prazer. Em resumo, a corrente filosófica substitui o bem pelo prazer e o mal pela dor.

Portanto, a felicidade significa se assegurar do máximo de prazer e o mínimo de dores. Isso por meio da saúde do corpo e do espírito. Sendo que a raiz desse conceito difundido por Epicuro está no hedonismo.

Além disso, diferente do estoicismo, não insistem na virtude como um fim em si mesmo. Ao invés disso, defendem que o homem deve ser bom apenas para aumentar a sua própria felicidade.

Por fim, eles também negavam a existência de uma justiça absoluta e acreditavam que as instituições seriam justas na medida em que contribuíssem para a felicidade do indivíduo.

O que é o prazer no epicurismo?

O epicurismo acredita que o prazer é o princípio básico das escolhas humanas. Isso porque, é com base no prazer que algo gera desejo ou aversão.

Contudo, é preciso calcular o prazer gerado pela ação, imediatamente e a longo prazo. Sendo que esse pensamento se chama “cálculo hedonista”.

No entanto, é preciso estar atento pois, nenhum prazer em si mesmo é o mal. Mas o que produz certos prazeres pode trazer sofrimentos. Portanto, é preciso buscar por prazeres moderados.

Além disso, para que você atinja a plena tranquilidade, é preciso buscar prazer imediato em cada ação que você realizar.

Também não se perturbe com aflições ou angústias terrenas que possam resultar em preocupações.

Evitar luxos e multidões, é uma forma de evitar as dores e as preocupações, de acordo com os epicuristas. Por outro lado, a aproximação com a natureza com frequência ajuda a se aproximar da liberdade.

Por fim, os epicuristas também prezam pela amizade. Em resumo, ter amigos é uma forma de trocar opiniões que possam levar à busca do prazer.

Isso porque, para Epicuro, a amizade e a gentileza ajudam na busca pelo prazer imediato por todos aqueles que desfrutam dessa relação.

Influências no epicurismo

A criação do epicurismo teve influência de algumas outras correntes filosóficas. Por exemplo, Epicuro estudou a filosofia atomista e reformulou teorias atomísticas e apontou os pontos que ele discordava.

Por outro lado, a busca pelo prazer foi uma influência do hedonismo.

Em síntese, o hedonismo é uma escola filosófica que tem como base a busca pelo prazer para que se possa atingir a verdadeira felicidade.

Por outro lado, o epicurismo se diverge dos estóicos. Isso porque, para os estóicos, a felicidade, a liberdades e a tranquilidade plena são atingidas apenas pelas pessoas boas

LEIA MAIS

Resumo correntes filosóficas: as linhas de pensamento ao longo da história

Descubra para que serve a Filosofia

Existencialismo, o que é? Origem e filósofos

Origem da Filosofia – escolas, conceitos e filósofos

Escola de Frankfurt – Origem e pensadores

Filosofia Moderna, o que é? História e filósofos

Conhece-te a ti mesmo, o que é? filosofia e oráculo de Apolo

Fontes: Significados; Toda matéria; e, por fim; Quero bolsa.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.