Biologia

Esterno: o que é esse osso, qual sua função e principais características

Esterno é um osso longo e achatado localizado na parte vertebral do tórax dos vertebrados, composto por corpo, manúbrio e apêndice xifoide.

Continue lendo após a publicidade

O corpo humano é composto por várias partes que, juntas, funcionam para manter a estabilidade corporal. Sendo assim, existe uma parte localizada no tórax, denominada esterno.

O esterno, portanto, é um osso que possui, morfologicamente, a forma de uma “gravata”. Em síntese, a localização exata do osso é na face anterior do tórax.

Por conta da posição bem centralizada, ele tem a finalidade de proteger os órgãos torácicos, como o coração, os pulmões e o estômago. Além disso, funciona como uma ponte óssea entre os músculos do corpo.

As costelas, neste caso, também são ligadas por conta do osso esterno. O ligamento ocorre de forma direta ou indiretamente.

Continue lendo após a publicidade

Sobretudo, como está na face anterior do tórax, é facilmente apalpável. Se você parar para observar, o osso está abaixo da pele, entre a linha frontal das costelas.

Como o esterno é dividido?

O termo esterno é de origem grega, especificamente da palavra “Sternon“. O significado é peito, fazendo referência à localização do osso no corpo. Nesse sentido, é um osso que fica entre a clavícula e as chamadas costelas verdadeiras, ou seja, as costelas superiores.

Esterno, o que é? Definição, características e principais funções e divisões
Divisão do esterno.

Já as costelas falsas (8ª, 9ª e 10ª) são ligadas de forma indireta ao osso. Assim, a ligação ocorre por meio da cartilagem costal, localizada nas costelas que ficam acima do tórax.

Dessa forma, o esterno pode ser dividido em partes distintas: o manúbrio, o mesosterno e o processo xifóide (xiphisternum).

Continue lendo após a publicidade

Manúbrio

O manúbrio está localizado na face anterior, externa ou peitoral do esterno. Com isso, forma-se por uma estrutura lisa.

Além disso, possui uma face posterior interna ou pleural. Essa parte é côncava e lisa.

Também faz parte da estrutura do manúbrio a borda superior, borda lateral e borda inferior. Cada parte apresenta características e funções específicas.

No caso da borda superior, a formação é composta por uma incisura jugular, além de incisuras claviculares na direita e na esquerda.

Continue lendo após a publicidade
Esterno, o que é? Definição, características e principais funções e divisões
O esterno possui o formato de uma gravata.

Já a borda lateral é composta por uma incisura costal, localizada na 1ª cartilagem costal e 1/2 para a 2ª. Por fim, a borda inferior é a parte responsável pela articulação com o corpo. Por conta disso, possui um ângulo esternal localizado entre o manúbrio e o corpo do esterno.

Corpo

Assim como o manúbrio, o corpo é constituído por algumas partes específicas. Ou seja, constitui-se por uma face externa e interna, além da borda superior, inferior e lateral. A estrutura do corpo alongada, caracteriza-se por ser a maior parte do esterno.

Esterno, o que é? Definição, características e principais funções e divisões
Nome dos principais ossos da caixa torácica.

Com isso, quanto a anatomia do esterno, a face externa é anterior ou peitoral (plana), enquanto a face interna é posterior ou pleural (côncava). Já a borda superior é responsável pela articulação com o manúbrio, enquanto a borda inferior faz articulação com o processo de xifoide.

Por fim, a borda lateral está localizada na 1/2 incisura costal para a 2ª cartilagem costal. Além disso, existem as incisuras costais para 3ª a 7ª cartilagem costal.

Continue lendo após a publicidade

Processo xifoide

Ademais, o processo xifoide é a menor parte do esterno. Logo, forma-se por uma estrutura fina e alongada, com formato pontiagudo. Além disso, a estrutura é composta por hemifacetas, localizadas no ângulo superolateral, na parte da 7ª cartilagem costal.

E então, o que achou da matéria sobre esterno? Se gostou, confira também mais temas aqui no site como, por exemplo, o que é Metabolismo e qual a estrutura do RNA.

Fontes: Anatomia e Aula de Anatomia

Bibliografia:

Continue lendo após a publicidade
  • BONTRAGER: Kenneth L.;  John P. Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.
  • NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.
  • MOORE: Keith L. Anatomia orientada para a clínica – esterno. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.
  • SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

Imagens: MozaWebCentrumdlamamy, Info Escola e StudyBay

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments