História

Expansão Marítima Europeia: o que foi, motivos e principal objetivo

A expansão marítima europeia, ocorrida entre os séculos XV e XVII, contribuiu para que a Europa superasse a crise dos séculos XIV e XV.

Continue lendo após a publicidade

Após a dominação dos portugueses e espanhóis sobre a maioria dos povos europeus, um intenso processo de globalização teve início. A esse processo deu-se o nome de Expansão Marítima Europeia, tendo como principal característica a obtenção de riquezas, exploração de terras e a expansão territorial.

Nesse sentido, várias embarcações de diferentes países saíram de encontro ao mar com o intuito de explorar e se aventurar em novos caminhos. Assim, os tripulantes enfrentaram perigos como tempestades, danificações nas embarcações, além de doenças, fome e sede.

Além dos perigos reais que as embarcações enfrentavam, também tinham os medos irreais em relação a monstros, zona tórrida, a dimensão do planeta, o abismo. Todas essas ideias vinham, de certa, da igreja que era detentora da grande parte dos poderes políticos e ideológicos da época.

Contexto histórico da expansão marítima

A Expansão Marítima Europeia ocorreu, mais precisamente, entre os séculos XV e XVII. Ao passo que o período anterior, ocorrido entre os séculos XIV e XV, caracterizou-se por uma crise impulsionada pela insatisfação popular para com as exigências da nobreza e clero, a burguesia viu nisso uma brecha para ascensão.

Continue lendo após a publicidade

Ademais, foi nesse momento em que possibilitou-se o contato comercial entre divergentes culturas. Só para ilustrar, a Europa iniciou um processo de exploração aprofundada na Ásia, África e América. Aliás, vale ressaltar que a colonização da Oceania deu-se só algum tempo depois, já no século XVIII.

Pois bem, sendo assim, esse processo visando a expansão comercial dependeu da perda de influência da Igraja Católica e aliança com o Estado Nacional que viria a formar-se. Motivada pela busca de recursos e ampliação de riquezas, o principal objetivo dessa expansão marítima era encontrar fontes de exploração.

Expansão Marítima Europeia

Durante a Idade Média alguns bloqueios marítimos forma impostos para que o comércio não fosse realizado. Entretanto, as primeiras navegações da expansão marítima serviam para quebrar esses bloqueios. Assim, foi possível que a evolução da economia mercantil e, por consequência, a burguesia se fortalecesse.

Por conta dos bloqueios durante a Idade Média, a Europa se via em um momento de crise em que a importação superava a exportação dos produtos. Lembrando que os principais produtos comercializados nos países europeus eram a madeira, pedras, cobre, ferro, estanho, chumbo. Além da lã, linho, frutas, trigo, peixe e carne.

Continue lendo após a publicidade
Expansão Marítima Europeia - Características e países envolvidos
Mapa das grandes navegações que navegaram durante a Expansão Marítima Europeia. Fonte: Portal Alexandria

Por outro lado, o açúcar, ouro, cânfora, sândalo, porcelanas, pedras preciosas, cravo, canela, pimenta, noz-moscada, gengibre, unguentos, óleos aromáticos, drogas medicinais e perfumes eram característicos dos países do Oriente.

Para que o comércio fosse realizado, os comerciantes contavam apenas com duas rotas. Assim, podiam optar pelo caminho que envolvia as cidades de Gênova e Veneza. Por outro lado, podiam seguir caminho pelo Mar Mediterrâneo, porém, monopolizado por Veneza.

Assim, era necessário que novas rotas fossem descobertas. Isso porque, novas formas de organização começaram a se formar. Como foi o caso das monarquias nacionais, aliança entre os reis e a burguesia. Nesse sentido, a burguesia almeja novos navios, armas, navegadores e mantimentos.

Por consequência, diversas áreas do conhecimento se desenvolveram durante a Expansão Marítima Europeia. Um exemplo, foi o estudo relacionado à cartografia, astronomia e engenharia náutica, tudo para aperfeiçoar as grandes embarcações. Nesse sentido, os primeiros navegantes foram os portugueses, por meio da Escola de Sagres.

Continue lendo após a publicidade

Divisões das grandes navegações

As grandes navegações ocorreram entre os países europeus. Assim, com o intuito de desbravar os mares, dominar novas terras e quebrar barreiras comerciais os países europeus dividiram-se em diferentes expedições marítimas.

Assim, podemos destacar as embarcações da Holanda, da Inglaterra, França, além de Portugal e Espanha sendo as mais importantes para os povos das Américas.

Expansão marítima portuguesa

As grandes navegações durante a Expansão Marítima Europeia dependiam de uma posição central. Isso porque, quanto mais bem localizado era o país, mais fácil era para que o comércio marítimo ocorresse. Sendo assim, Portugal foi o primeiro país a realizar a expansão marítima. Além da posição estratégica, o país possuía forte burguesia mercantil.

Expansão Marítima Europeia - Características e países envolvidos
O primeiro país a explorar os oceanos foi Portugal. Isso aconteceu por um conjunto de fatores que beneficiavam o país. Fonte: Escola Educação

O poder português nos mares veio das lutas travadas entre cristãos e muçulmanos durante a Guerra de Reconquista, na península Ibérica. Assim, o processo português de expansão marítima tinha interesses vindos da Monarquia, da nobreza e da Igreja Católica. A Igreja, por sua vez, desejava cristianizar novos territórios e a burguesia tinha a necessidade de ampliar lucros.

Continue lendo após a publicidade

Expansão marítima espanhola

A queda de Granada, ocorrida em 1492, foi a grande responsável por unificar o território espanhol. Assim, após esse evento, Cristóvão Colombo se ofereceu aos reis da Espanha para partir nas expedições marítimas. Dessa forma, partindo em agosto de 1492 à oeste, chegou à América no mesmo ano, em outubro.

A partir disso, foram criados acordos, como a Bula Inter Coetera e o Tratado de Tordesilhas que dividia as terras entre portugueses e espanhóis. O tratado foi aprovado pelo Papa Alexandre VI, já que as terras foram descobertas por Colombo. É importante lembrar que o Tratado de Tordesilhas não foi um acordo reconhecido pelas demais nações europeias.

Outras embarcações

Durante a Expansão Marítima Europeia, alguns países tiveram atraso ao lançar suas embarcações. Como aconteceu com a Inglaterra, França e Holanda. Isso porque, a Inglaterra e França se envolveram na chamada Guerra dos Cem anos (1337-1453). Além disso, a Inglaterra ainda enfrentou uma guerra civil, denominada Guerra das Duas Rosas (1455-1485).

Expansão Marítima Europeia - Características e países envolvidos
Navios mercantes e de guerra usados no séc XV e XVI. No centro a nau Santa Catarina do Monte Sinai, feita em 1512. Fonte: Oficina do historiador

Já em relação a Holanda, a expansão marítima foi tardia porque as terras holandesas eram propriedade espanhola. Assim, o país necessitava de um enfraquecimento espanhol para que a expansão pudesse começar. Dessa forma, quando finalmente a Espanha começa a se enfraquecer e a Holanda inicia o processo de independência é que os holandeses dão início as grandes embarcações.

Continue lendo após a publicidade

Você sabia?

  • A Expansão Marítima Europeia contribuiu para uma radical transformação da visão da história da humanidade;
  • O conhecimento humano e geográfico se ampliaram, além do comércio ter se desenvolvido com a união unificação dos mercados europeus, asiáticos, africanos e americanos. O fato resultou no fortalecimento do capitalismo, iniciado no período da Baixa Idade Média.

Gostou da matéria? Então corre e confere o que eram as Capitanias Hereditárias, além de conhecer o perfil de Deodoro da Fonseca.

Fontes: Brasil Escola, Toda Matéria, Mundo Vestibular.

Bibliografia:

  • NADAI, Mariana. Quem descobriu a Oceania? 2020. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/quem-descobriu-a-oceania/. Acesso em: 9 ago. 2021.
  • CARVALHO, Leandro. “Expansão Marítima Europeia”; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/expansao-maritima-europeia.htm. Acesso em 09 de agosto de 2021.
  • BEZERRA, Juliana. Expansão Marítima Europeia. [20–]. Disponível em: https://www.todamateria.com.br/expansao-maritima-europeia/. Acesso em: 20 jan. 2020.

Fonte imagem destaque: Quero Bolsa

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments