Fonema: aprenda o que é, quais são os tipos e exemplos

O fonema é a menor unidade sonora do sistema fonológico de uma língua. Descubra quais são os tipos e confira exemplos

O fonema é a unidade sonora que formam palavras de uma língua. Em outras palavras, ele é a menor unidade sonora do sistema fonológico de uma língua.

Sendo que os fonemas podem ser orais, nasais, sonoros ou surdos. A classificação varia de acordo com a forma que o som é formado.

Um detalhe importante, é que, muitas vezes, o fonema corresponde a uma letra. No entanto, ambas são diferentes. Em resumo, o fonema é a representação sonora, enquanto a letra é a representação gráfica.

O que são fonemas?

Em resumo, o fonema é a menor unidade sonora do sistema fonológico de uma língua. Nesse sentido, a fonologia é a área que estuda os sons da voz.

Basicamente, ele serve para definir uma diferença de significa de uma palavra para outra. Por exemplo, as palavras “canto” e “manto” se diferem apenas por causa dos fonemas “c” e “m”.

Dentro dos fonemas, temos os alofones e os fones. Sendo que o fone é a concretização do fonema, ao passo em que  os alofones são variações fônicas.

Por exemplo, na palavra “dedo” o som do primeiro e do segundo “d” são alofones. Por outro lado, os sons “p” e “b” em “pala” e “bala” são dois fonemas diferentes.

Vale destacar que, muitas vezes, o fonema corresponde a uma letra. Contudo, fonema e letra são diferentes. Isso porque, o fonema é a representação sonora, já a letra é a representação gráfica.

Além disso, o mesmo fonema pode ser representado por diferentes letras do alfabeto. Da mesma forma, uma mesma letra pode representar um ou mais fonemas.

Quais são os fonemas da língua portuguesa?

Os fonemas da nossa língua são:

1- Vogais

Em síntese, as vogais são os sons resultantes da passagem do ar livremente pela boca. Sendo que elas são a base da língua portuguesa. As vogais são:

  • A

  • E

  • I

  • O

  • U

2- Semivogais

As semivogais são os fonemas/ i / e / u / ao serem pronunciados ao lado de outras vogais e em uma mesma sílaba.

Já a semivogal / i / pode ser representada pelas letras ‘i’ e ‘e’. Por fim, a semivogal ‘u’ pode ser representada pelas letras ‘u’ e ‘o’.

3- Consoantes

Por fim, as consoantes são os sons resultantes quando a passagem de ar pela boca encontra obstáculos.

No total são 19 consoantes: B, C, D, F, G, J, K, L, M, N, P, Q, R, S, T, V, W, X, Z.

Sendo que a letra ‘H’ é diacrítica, ou seja, ela não é tida como consoante, pois sozinha não representa nenhum fonema.

Classificação dos fonemas

Os fonemas são categorizados da seguinte forma:

1- Fonemas orais

São os sons liberados somente pela boca.

2- Fonemas nasais

Os fonemas nasais são os sons resultantes da passagem de ar pela boca e pelo nariz.

3- Fonemas sonoros

São os sons que fazem as pregas vocais vibrarem.

4- Fonemas surdos

Por fim, estes são os sons que não fazem as pregas vocais vibrarem.

Qual é a diferença entre fonema e letra?

Muitas vezes o fonema é confundido com a letra, pois o fonema pode corresponder a uma letra. No entanto, eles são diferentes.

Isso porque, o fonema é a representação sonora, ao passo em que a letra é a representação gráfica.

Além disso, o mesmo fonema pode ser representado por mais de uma letra. Por exemplo, o fonema /z/, pode ser expresso pelas letras “z”, “s”, e “x”.

Também pode ocorrer de uma letra representar mais de um fonema. Por exemplo, a letra “x” é pronunciada como: ch (enxame), z (exame), ks (toxina) e s (texto).

Diferença entre fonema e dígrafo

Como você já sabe, o fonema é a menor unidade sonora do sistema fonológico de uma língua.

No entanto, quando ocorre de aparecer duas letras para representar um único fonema, temos o fenômeno linguístico chamado de dígrafo:

  • ch — /ʃ/

  • lh — /λ/

  • nh — /ŋ/

  • rr — /R/

  • ss — /s/

  • sc — /s/

  • sç — /s/

  • xc — /s/

  • xs — /s/

  • gu — /g/

  • qu — /k/

  • am — /ã/

  • an — /ã/

  • em — /ẽ/

  • en — /ẽ/

  • im — /ĩ/

  • in — /ĩ/

  • om — /õ/

  • on — /õ/

  • um — /ũ/

  • un — /ũ/

Exercícios sobre fonemas

Por fim, teste seus conhecimentos com as questões abaixo:

PUC-SP

Nas palavras enquanto, queimar, folhas, hábil e grossa, constatamos a seguinte sequência de letras e fonemas:

a) 8 – 7, 7 – 6, 6 – 5, 5 – 4, 6 – 5

b) 7 – 6, 6 – 5, 5 – 5, 5 – 5, 5 – 5

c) 8 – 6, 7 – 5, 6 – 4, 5 – 4, 5 – 4

d) 8 – 6, 7 – 6, 6 – 5, 5 – 4, 6 – 5

e) 8 – 5, 7 – 6, 6 – 5, 5 –  5, 5 – 5

ENEM (2010)

Quando vou a São Paulo, ando na rua ou vou ao mercado, apuro o ouvido; não espero só o sotaque geral dos nordestinos, onipresentes, mas para conferir a pronúncia de cada um; os paulistas pensam que todo nordestino fala igual; contudo as variações são mais numerosas que as notas de uma escala musical. Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí têm no falar de seus nativos muito mais variantes do que se imagina.

E a gente se goza uns dos outros, imita o vizinho, e todo mundo ri, porque parece impossível que um praiano de beira-mar não chegue sequer perto de um sertanejo de Quixeramobim. O pessoal do Cariri, então, até se orgulha do falar deles. Têm uns tês doces, quase um the; já nós, ásperos sertanejos, fazemos um duro au ou eu de todos os terminais em al ou el – carnavau, Raqueu… Já os paraibanos trocam o l pelo r. José Américo só me chamava, afetuosamente, de Raquer.

Queiroz. R. O Estado de São Paulo. 09 maio de 1998 (fragmento adaptado).

Raquel de Queiroz comenta, em seu texto, um tipo de variação linguística que se percebe no falar de pessoas de diferentes regiões.

As características regionais exploradas no texto manifestam-se

a) na fonologia.

b) no uso do léxico.

c) no grau de formalidade.

d) na organização sintética.

e) na estruturação morfológica.

UFSC

A única alternativa que apresenta palavra com encontro consonantal e dígrafo é:

a) graciosa

b) prognosticava

c) carrinhos

d) cadeirinha

e) trabalhava

Gabarito

PUC-SP: o certo é a opção d)

ENEM (2010): o correto é a alternativa a)

UFSC: o correto é a opção e)

LEIA MAIS

O que é Assonância?

Significado de Aliteração: O que é, exemplos, conceito e definição

Morfemas, o que são? Definição, tipos, classificações e exemplos

Etimologia, o que é? Definição, o que estuda e composição gramatical

Encontros consonantais – O que são, principais tipo e exemplos

Encontros vocálicos – O que são, principais tipos e características

Hiato: O que é, como identificar, vogais, semi vogal, conceitos e exemplos

Fontes: Brasil escola, Significados, Brasil escola e, por fim, Stoodi.

Bibliografia

  • Exercícios resolvidos sobre fonética e fonologia. Redação e gramática. Acesso em 10 de janeiro de 2023.
  • Estudar em casa: variação linguística. Instituto claro. Acesso em 10 de janeiro de 2023.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.