Principal » Língua Portuguesa » Função Fática – O que é, características e exemplos

Função Fática – O que é, características e exemplos

A função fática está praticamente em todos os nossos diálogos, do começo até o fim, por meio de comprimentos e despedidas. Entenda o que é essa função por meio de exemplos.

Função Fática – O que é, características e exemplos

A linguagem é algo muito complexo, que não se limita apenas à fala. Para entender melhor o que é, e quais os seus desdobramentos, existem as seis funções de linguagem, onde cada uma delas aborda um dos elementos da comunicação. Sendo assim, entre elas está a função fática, que é a responsável pela interação entre o emissor e o receptor da mensagem.

Desse modo, a função fática está presente nos diálogos em geral. E isso vai desde o primeiro contato, ainda nos comprimentos, no decorrer do diálogo, e até o fim, nas despedidas.

Sendo assim, é por isso que hoje iremos falar sobre essa função tão crucial dentro da linguagem, suas características e alguns exemplos. Vamos lá.

Características da Função Fática

Por sermos seres sociais, a fala se torna um dos principais elementos da comunicação, apesar de não ser o único. Portanto, a partir disso temos as funções que desempenham um papel crucial dentro da comunicação, e entre elas está a função fática. Desse modo, essa função é uma das responsáveis por proporcionar um funcionamento adequado do canal de comunicação.

Sendo assim, a função fática é marcada por expressões de cumprimento, despedida, além do uso de vocativos. Esses que por sua vez indicam que o emissor quer chamar a atenção do receptor, para que assim haja uma comunicação entre eles. Frases como “entende?”, “você está aí?”, “veja bem”, entre outras, funcionam como meio de testar o canal de comunicação, saber se o receptor continua na conversa.

Esses exemplos são usados com mais frequência em conversas por telefone ou virtuais, onde não há uma interação presencial visível. Portanto, são ótimos exemplos da ocorrência da função fática.

Contudo, além de verificar a eficiência da comunicação, a função tática também serve para criar um tipo de vínculo solidário entre locutor e interlocutor. Isso se explica quando alguém inicia um diálogo apenas para deixar o ambiente mais agradável, até mesmo quando não se conhece o interlocutor. Desse modo, a função fática cria e mantém um contato entre o locutor e o interlocutor.

Portanto, nenhum ato de fala está livre de intenção ou funcionalidade. Sabe as conversas de elevador? Sim, elas são um ótimo exemplo de ocorrência da função fática. Isso porque ela ilustra a importância da comunicação, mesmo que esteja repleta de recursos fáticos que enfatizem a carência de informação.

Aliás, confira as características da função fática:

  • Promove a interação entre as pessoas do discurso;
  • Usada no início, meio e final de conversas;
  • Ênfase no contato;
  • Testa o canal de comunicação.

Exemplos de Função Fática

É muito comum que no decorrer de uma conversa, algum dos participantes emitam sons como “hum-hum”, esse é um claro exemplo da função fática presente no diálogo.

Desse modo, a função é usada para testar o canal, além ser usada quando o emissor pretende iniciar alguma comunicação. Então, quando você cumprimenta alguém com “Olá, como está?”, você está tentando manter contato com um interlocutor.

Sendo assim, outro exemplo de ocorrência da função fática é quando se utiliza expressões como “Você concorda? Não acha?”, que têm o intuito de prolongar o contato com o receptor.

Além disso, quando se trata de conversas por telefone, costumamos usar expressões como “Está me ouvindo?”, “Ainda está aí?”, que são usadas para testar o canal, que no caso é a linha telefônica.

Exemplo de Função Fática em Músicas

Além disso, também podemos encontrar a presenta da função fática em diversos meios, como a música. Sendo assim, veja o exemplo abaixo:

“Até quando você vai levando? (Porrada! Porrada!)

Até quando vai ficar sem fazer nada?

Até quando você vai levando? (Porrada! Porrada!)

Até quando vai ser saco de pancada?”

(Trecho de Até Quando?, de Gabriel O Pensador)

Exemplo de Função Fática na Literatura

Contudo, na linguagem verbal escrita, é um pouco mais difícil checar o funcionamento do canal. No entanto, ainda assim a função fática se faz presente.

Desse modo, é notável o uso de alguns métodos, principalmente por autores da literatura, que se consolidam como formas eficientes de pontuar a relação entre os locutor e interlocutor. O autor Machado de Assis, que o diga, visto que ele trabalha essa função de forma ímpar dentro da sua escrita. Como mostra o trecho a seguir:

Olhe, eu podia mesmo contar-lhe a minha vida inteira, em que há outras coisas interessantes, mas para isso era preciso tempo, ânimo e papel, e eu só tenho papel: o ânimo é frouxo, e o tempo assemelha-se à lamparina de madrugada. Não tarda o sol do outro dia, um sol dos diabos, impenetrável como a vida. Adeus, meu caro senhor, leia-me isso e queira-me bem: perdoe-me o que lhe parecer mau, e não maltrate muito a arruda, se lhe não cheira a rosas. Pediu-me um documento humano e ei-lo aqui. Não me peça também o império do Grão-Mogol, nem a fotografia dos Macabeus, peça, porém, os meus sapatos de defunto e não os dou a ninguém mais.”

(Machado de Assis. O enfermeiro)

Exemplo de Função Fática na Publicidade

Além disso, a função fática também é percebida de várias formas dentro da publicidade. Desse modo, veja nos exemplos a seguir:

  • É Gripe? Benegripe!
  • Seu pai tá correndo no trânsito? Xinga ele. (Campanha de conscientização de segurança no trânsito, em Porto Alegre).

Sendo assim, caracterizamos uma boa comunicação como aquela em que o locutor e o interlocutor constroem em conjunto um contexto solidário, onde ambos se empenham para que a comunicação ocorra sem ruídos. Portanto, a função fática é essencial.

Exercício

Identifique a função da linguagem predominante no texto a seguir:

“Posso ajudá-lo, cavalheiro?” “Pode. Eu quero um daqueles, daqueles…” “Pois não?” “Um… como é mesmo o nome?” “Sim?”

(Luis Fernando Veríssimo)

a) Função metalinguística

b) Função conativa

c) Função fática

d) Função emotiva

Resposta:

A função fática está presente quando as personagens iniciam o ato comunicativo e mantém-no com expressões como “Posso ajudá-lo, cavalheiro” e “Pois não?”.

Sendo assim, a alternativa correta é a letra C.

Por fim, agora que você já aprendeu tudo sobre a função fática, que tal conhecer mais sobre a linguagem? Aliás, aprenda mais sobre as demais funções da linguagem?

Fontes: Toda Matéria, Português, Brasil Escola

Fonte Imagem Destaque: Projeto Acadêmico

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.