História

O que foi a Guerra do Vietnã, o conflito mais emblemático da Guerra Fria?

Guerra do Vietnã foi um conflito entre forças militares que lutavam pela unificação do território e que contou com a participação americana.

Continue lendo após a publicidade

A Guerra do Vietnã foi um conflito que aconteceu entre 1959 e 1975, em que Vietnã do Sul e Vietnã do Norte se enfrentaram em busca da unificação do território vietnamita sob a liderança massiva de um lado vencedor.

Todavia, a Guerra do Vietnã teve início logo após a Guerra da Indochina ter se encerrado. Nesse sentido, a guerra em solo vietnamita também contou com a participação dos Estados Unidos, que enviaram mais de 500 mil soldados ao Vietnã.

A participação americana representou consequências da bipolarização do mundo durante o período da Guerra Fria, que envolvia os Estados Unidos e a União Soviética. O conflito se encerrou com cerca de 1,5 a 3 milhões de pessoas mortas, entre soldados e civis.

Contexto histórico da Guerra do Vietnã

A Guerra do Vietnã aconteceu como um desdobramento da Guerra da Indochina, travada na década de 1950. Em busca da sua independência contra o domínio da França, Vietnã, Camboja e Laos, que formaram a Indochina Francesa, assistiram à queda dos franceses após a Segunda Guerra Mundial.

Continue lendo após a publicidade
Guerra do Vietnã – Contexto, participação americana e fim da guerra
Guia do Estudante.

Todavia, o Vietnã conseguiu sua independência, mesmo embora tivesse sido dividido em duas porções, por questões ideológicas. Nesse sentido, em 1954, a Conferência de Genebra estipulou o Vietnã do Norte, com capital em Hanói e governo comunista de Ho Chi Minh e o Vietnã do Sul, com Saigon como capital e governado pelo aliado americano, Bao Dai.

Nesse sentido, os países ficaram encarregados de realizar eleições livres, formando um governo que buscasse a unificação do Vietnã. Entretanto, por questões ideológicas, a parte sul se recusou a fazer as eleições.

A tensão política cresceu à medida em que os governos vietnamitas adotavam políticas repressivas, como julgamentos, fuzilamentos e perseguição aos comunistas. A partir de 1955, entretanto, os dois países aliaram-se à União Soviética (Vietnã do Norte) e aos Estados Unidos (Vietnã do Sul), dando origem à guerra civil, em 1959.

Participação americana na guerra

Os Estados Unidos se mostraram interessados em conter o avanço do comunismo na região, que tinha a China como grande nação comunista, podendo influenciar outros países a seguirem o mesmo caminho.

Continue lendo após a publicidade

Nesse sentido, com o início da guerra, os norte-americanos passaram a fornecer armas e treinamento militar aos vietnamitas do sul. Após o assassinato do líder Ngo Dinh Diem, os americanos tomaram uma nova postura no conflito.

Guerra do Vietnã – Contexto, participação americana e fim da guerra
DW.

Todavia, após John Kennedy ser assassinado, o vice Lyndon Johnson passou a enviar tropas ao Vietnã. A postura americana mudaria, inclusive, após a embarcação americana USS Maddox ser atacada pelos vietnamitas (um dos ataques nunca foi comprovado).

Consequências da participação americana na Guerra do Vietnã

No final de 1965, os Estados Unidos enviaram cerca de 184 mil soldados para a Guerra do Vietnã. Entretanto, o número cresceu nos anos seguintes, chegando a mais de 500 mil soldados em 1969.

Todavia, mesmo com o envio de tropas e todo o suporte ao Vietnã do Sul, os Estados Unidos não conseguiram derrotar as forças vietcongues, que se utilizaram do conhecimento da geografia do país e de suas matas, aliado a táticas de guerrilha.

Continue lendo após a publicidade
Guerra do Vietnã – Contexto, participação americana e fim da guerra
A guerra deixou milhares de soldados mortos e feridos.

No país americano, a imprensa agiu como uma crítica ferrenha à Guerra do Vietnã e à participação americana. Ataques contra civis e o grande número de mortos fizeram com que o país saísse do conflito.

Nesse sentido, em 1973, o presidente Richard Nixon assinou um cessar-fogo, retirando todas as tropas americanas do Vietnã. Sem o apoio dos americanos, o Vietnã do Sul não conseguiu conter o avanço dos vietcongues, que conquistaram Saigon e unificaram o território em 1976.

Fim da Guerra do Vietnã

Após a saída americana em 1976, o Vietnã do Norte unificou o território, transformando-o na República Socialista do Vietnã. A Guerra do Vietnã foi amplamente divulgada pelos meios de comunicação americanos, que divulgaram os ataques químicos e outras barbaridades.

Nesse sentido, a publicidade gerada contra a Guerra do Vietnã deu origem a vários movimentos pacifistas, que ganharam as ruas do país americano, além de outros lugares do mundo, fato esse que gerou pressão para os americanos se retirarem da Guerra do Vietnã.

Continue lendo após a publicidade
The Stinger.

Além disso, a Guerra do Vietnã causou a volta de soldados mutilados e traumatizados e o total de vítimas do conflito chegou aos 4 milhões de vietnamitas, 2 milhões de cambojanos e laocianos, além de mais de 60 mil soldados americanos.

Todavia, a Guerra do Vietnã foi responsável por custar mais de 123 bilhões de dólares, entre operações de custo e de investimento. Os Estados Unidos também enviaram mais de 3 milhões de soldados para servir em solo vietnamita.

O que achou da matéria? Se gostou, leia também: Primeira Guerra Mundial – Causas, países envolvidos e consequências.

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments