Hidrosfera – O que é, distribuição de água no planeta e importância

A hidrosfera é toda a composição de água da Terra, presente tanto na superfície terrestre quanto em reservatórios subterrâneos, nos estados: físico, líquido e gasoso.

A hidrosfera é toda a composição de água da Terra, encontrada em todas as formas físicas: sólido, líquido e gasoso.

Portanto, ela engloba os rios, lagos e oceanos, lençóis de água subterrânea, o vapor da água da atmosfera e, por fim, as geleiras. 

Sendo assim, a hidrosfera é uma camada que apresenta interrupções, ou seja, descontínua, onde a água está presente em todos os seus estados físicos

Desse modo, como esta camada faz parte do conjunto de elementos necessários para o desenvolvimento de vida no planeta, todos os organismos vivos que vivem nas águas também fazem parte da hidrosfera. 

Enfim, a hidrosfera surgiu há bilhões de anos, como resultado do resfriamento do planeta, sendo formada por um volume fixo de água que é de quase 1,4 bilhão de km³.

Sendo que a maior parte dessa água está armazenada nos oceanos, e menos de 3% corresponde à água doce distribuída entre geleiras, rios, lagos e aquíferos.

Quais são as características da hidrosfera?

A água está presente na hidrosfera em todos os seus estados físicos: sólido, líquido e gasoso. Primeiramente, o estado sólido é composto por geleiras e outras superfícies de água congelada permanente.

Por outro lado, o estado físico engloba as águas oceânicas, compreendendo os mares e oceanos.

Além disso, o estado físico também é composto pelas águas continentais de superfície e de subsuperfície como, por exemplo, rios, lagos, represas naturais, aquíferos e solos encharcados.

Por fim, o estado gasoso compreende a umidade do ar, que corresponde ao vapor d’água em suspensão na atmosfera.

Portanto, a água está presente tanto na superfície terrestre quanto em reservatórios subterrâneos.

Uma curiosidade é que o volume de águas na hidrosfera é fixo, ou seja, ele não passa por alterações, pois se movimenta em um sistema fechado. Sendo que esse volume corresponde a 1.386.000.000 km³ de água.

Enfim, a forma com que a água se movimenta no planeta, passando de um estado físico para outro, é chamado de ciclo hidrológico.

Qual é a importância da hidrosfera?

A quantidade de água presente no planeta Terra é tão grande que, somos conhecidos como “planeta azul”. Sendo assim, sem água no estado líquido, a vida terrestre não seria possível. 

Portanto, a água representa uma importância inestimável para as formas de vida, incluindo o ser humano. Isso porque tudo que possui vida é composto, mesmo que de forma mínima, por água.

Além da utilização no consumo direto, a água também possui importância e utilidades em outros aspectos como, por exemplo, fornecer alimentos e recursos naturais.

Outra forma de utilização da água é para obtenção de energia, por meio de hidrelétricas. Além disso, o transporte, através das hidrovias, também precisa da água para que funcione de forma adequada.

Também utilizamos a água, por exemplo, na preparação de alimentos e como forma de se higienizar.

Enfim, dentre os lugares da hidrosfera, o que mais possui quantidade de água são os oceanos, que representam cerca de 97% do total do planeta.

Entretanto, apesar da grande quantidade de água disponível, as águas oceânicas não são próprias para consumo, já que possuem grande quantidade de sal. 

Distribuição de água na hidrosfera

A água está presente de forma desigual pela hidrosfera. Dessa forma, o maior volume de água, 97,5% de toda a água do planeta, está armazenada nos mares e oceanos. Ou seja, é água salgada.

Por outro lado, a água doce representa apenas 2,5% de toda a hidrosfera. Ela está distribuída da seguinte forma:

  • Geleiras e áreas de gelo permanente 68,9%

  • Águas subterrâneas 30,8%

  • Rios, lagos, pântanos e outros reservatórios: 0,3%

Enfim, a água potável, própria para consumo, representa uma parcela muito pequena de toda a água da hidrosfera.

Além disso, uma parte da água que pode ser consumida pelos seres humanos, se encontra em calotas e geleiras, bem como em montanhas, o que dificulta o acesso a este recurso. 

Existe ainda a água que pode ser consumida, mas que por ações dos seres humanos, se encontra poluída por diversos tipos de materiais. Dessa forma, a água poluída se torna imprópria para os seres vivos

Vale lembrar que, por conta de ações humanas que englobam a poluição de rios e lagos, a água é hoje um recurso natural esgotável. Ou seja, pode ser que, após anos de uso irresponsável, a água venha a se esgotar.

Quais são os fenômenos que ocorrem na hidrosfera?

Os processos que ocorrem na hidrosfera compõem as etapas do ciclo hidrológico, também conhecido como ciclo da água.

Sendo assim, é por meio desse processo que a água circula nas esferas do planeta e passa por um processo de reciclagem.

Como é um ciclo, não temos como apontar quando ele começa e quando termina. No entanto, o calor do sol é essencial nessas etapas, já que ele proporciona a evaporação das águas superficiais.

Enfim, no geral, os fenômenos que ocorrem na hidrosfera são:

1- Evaporação

O calor do sol faz com que a água em estado líquido nos rios, lagos, oceanos e mares se transforme em vapor.

2- Transpiração

Os processos naturais dos seres humanos como, por exemplo, a transpiração, também são responsáveis pelo retorno da água para a atmosfera na forma de vapor.

3- Condensação

A condensação ocorre quando o vapor se eleva na atmosfera e ocorre mudança do estado físico da água. O resultado disso são pequenas gotículas de água líquida e gelo que constituem as nuvens.

4- Precipitação

Por causa dos processos que ocorrem no interior das nuvens, temos a precipitação, que é o retorno da água para a superfície terrestre em forma líquida ou sólida.

Ou seja, a água das nuvens volta para a terra em forma líquida por meio da chuva ou em forma sólida através de neve ou granizo.

5- Infiltração

Uma parte da água precipitada volta para os solos, dessa forma, ocorre a recarga dos aquíferos.

6- Escoamento superficial

Por fim, a água que não se infiltra no solo sofre com o escoamento superficial, saindo das áreas de maior latitudes para as regiões mais baixas. Desse modo, ela volta para os risco, lagos e oceanos.

Preservação da água

A maior parte da quantidade disponível de água na Terra não é própria para o consumo, já que se trata de água salgada. Além disso, a distribuição de água própria para o consumo não é igualitária.

Sendo assim, a escassez de água limpa e própria para o consumo já é uma realidade em vários países.

Para piorar este cenário, temos o problema da crescente poluição dos reservatórios naturais, do desperdício de água, mau uso e afins.

Portanto, a preservação da água é essencial. Isso pode ser feito, por exemplo, por meio da adoção de métodos sustentáveis de uso, além da efetivação de políticas de gestão e distribuição racional desse recurso.

Surgimento da hidrosfera

Quando a Terra se formou, há cerca de 4,6 bilhões de anos, as temperaturas estavam muito altas e a composição da Terra era sobretudo de gases e rochas.

Conforme as temperaturas foram baixando e o planeta esfriando, ocorreu a chamado desgaseificação. Em resumo, na desgaseificação ocorre a liberação de gases do interior do planeta.

Desse modo, como as temperaturas estavam mais baixas no exterior, ocorreu a condensação do vapor liberado, o que resultou no aparecimento da água em seu estado líquido.

Enfim, em relação ao volume de água na Terra, ainda existem debates. Isso porque, não se tem certeza se ele surgiu todo de uma vez ou se foi um aparecimento gradual.

Exercícios resolvidos sobre a hidrosfera

Confira alguns exercícios para testar o seu conhecimento:

Uefs

A hidrosfera é a parte da superfície terrestre coberta pelas águas oceânicas e continentais. Ela engloba oceanos, mares, rios, lagos, lençóis subterrâneos, geleiras e neves eternas. A hidrosfera da Terra tem um volume aproximado de 1,4 bilhão de km³, e estima-se que 97,5% das águas sejam salgadas, pertencendo a mares e oceanos. (A HIDROSFERA… 2013. p. 192).

Com base no texto e nos conhecimentos sobre a água na Terra, pode-se afirmar:

A) O mar de Aral, localizado entre a Europa e a Ásia, é uma importante reserva de água doce, em razão dos volumosos deságues proporcionados pelos rios Amu Daria e Sir Daria.

B) As geleiras ou glaciares são fontes de água doce que se acumulam nas regiões polares e nas altas montanhas.

C) O oceano Atlântico, situado entre as terras da América, Europa, Ásia e África, é o maior e mais importante dos oceanos.

D) Os aquíferos freáticos caracterizam-se pelas águas armazenadas em profundidade, “presas” por camadas de rochas impermeáveis.

E) A corrente marítima Sul Equatorial se forma na altura do arquipélago de Cabo Verde, dividindo-se em duas, ao encontrar o extremo norte do Brasil.

PUC-MG

O ciclo hidrológico é a circulação contínua da água entre a terra, o mar e a atmosfera. Nesse ciclo, inclui-se a água potável, essencial à vida. Entre os condicionantes e as interferências da existência de água potável no planeta, é incorreto afirmar que:

A) A água potável é cada vez mais escassa no globo, em razão do uso crescente para irrigação, atividade industrial e abastecimento urbano;

B) As águas subterrâneas constituem os lençóis que alimentam os cursos d’água, impedindo o escoamento superficial;

C) A contaminação da água por substâncias tóxicas, como resíduos industriais ou agrotóxicos, agrava o quadro de escassez de água continental na superfície;

D) A emissão de resíduos poluentes é prejudicial à capacidade de regeneração da água, interferindo no controle de qualidade ambiental.

UESB

Cerca de 70% da superfície terrestre encontra-se coberta por água (a hidrosfera), que compreende os oceanos, os mares e as águas continentais (rios, lagos e geleiras). A maior parte dessa água, porém, é salgada, sendo menos de 3% de água doce, concentrada principalmente em geleiras (nos polos e nas neves eternas das montanhas), restando menos de 1% de águas superficiais para atividades humanas. (LUCCI, 2006, p.539).

Com base no texto e nos conhecimentos sobre a água na superfície terrestre, como as águas continentais, os oceanos e os mares, marque V nas alternativas verdadeiras e F, nas falsas.

( ) A salinidade nas águas marinhas varia de um local para outro, devido à temperatura, à evaporação, às chuvas e ao desaguamento dos rios.

( ) O ciclo da água é contínuo, incluindo a transpiração, a evaporação, a condensação, a precipitação, o escoamento e a infiltração.

( ) As geleiras constituem um reservatório de, aproximadamente, 70% da água doce do planeta, formadas pelo acúmulo de neve, no decorrer de milhares de anos.

( ) A bacia do São Francisco, em algumas de suas barragens, como de Três Marias, Itaparica e Sobradinho, sofreu queda de nível, com as secas que, recentemente, abalaram as regiões Nordeste e Sudeste.

A alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo, é a

  1. V F V F
  2. F V F V
  3. F F V V
  4. V V F F
  5. V V V F

Gabarito

Uefs – A opção certa é a letra E)

PUC-MG – A alternativa é B)

UESB – A alternativa correta é a letra E)

LEIA MAIS

Água subterrânea, o que é? Definição, características e importância

Tipos de água – Quais são os principais, características e importância

Movimento da Água – Ondas, marés e correntes marítimas

Bolhas de água comestíveis logo substituirão garrafas plásticas

Conheça o bioma Cerrado, o berço das águas brasileiras

Cientista de 15 anos encontra forma barata de tornar potável a água do mar

Fontes: Toda Matéria, Brasil Escola, Mundo Educação, Projeto agatha edu e, por fim, Escola Kids.

Bibliografia

  • Guitarrara, Paloma. Hidrosfera. Brasil Escola. Acesso em 14 de novembro de 2022.
  • Hidrosfera. Projeto agatha edu. Acesso em 14 de novembro de 2022.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.