Humanos estão aprendendo a usar a ecolocalização, igual aos golfinhos

Você sabe como morcegos conseguem se localizar dentro de cavernas completamente escuras? Mesmo em ambientes sem nenhuma luz esses animais conseguem se guiar através da ecolocalização, eles emitem sons e esperam as ondas baterem nos obstáculos e

Você sabe como morcegos conseguem se localizar dentro de cavernas completamente escuras? Mesmo em ambientes sem nenhuma luz esses animais conseguem se guiar através da ecolocalização, eles emitem sons e esperam as ondas baterem nos obstáculos e voltarem.

Alguns animais utilizam esse sonar biológico, o golfinho é outro exemplo de animal que faz uso da ecolocalização. Mas será que os humanos, com treino e prática, conseguiriam se localizar através desse sonar biológico?

Não só é possível, como é fácil!

Uma equipe de pesquisadores da Universidade Ludwig-Maximilians treinou um grupo de voluntários, 11 pessoas com visão normal e 1 cego, para conseguirem se localizar em ambientes de tamanhos diferentes, apenas com a ecolocalização.

Eles foram levados a um ambiente que não faz nenhum eco, uma câmara anecóica. Lá dentro os pesquisadores colocaram sons de línguas estalando, aquele cleck feito contra o céu da boca, gravados em ambientes de diversos tamanhos.

Não precisou de muito tempo para que os voluntários do experimento conseguissem identificar os tamanhos dos ambientes a partir dos ecos gerados pelo cleck. Em seguida os pesquisadores desenvolveram um software que ao receber um ruido simulava com precisão os ecos em um ambiente de tamanho definido previamente.

Os voluntários que tiveram os piores resultados erraram em 16% do manho real. Já os que se saíram melhor conseguiram diferenciar ambientes quase idênticos, com apenas 4% de diferença de tamanho. O desempenho médio ficou entre 6% e 8%, um resultado incrível!

O cérebro humano é realmente incrível, ainda existe um grande caminho para que a ciência desvende todos os segredos desse órgão enigmático.

 

 

Fonte: Super Interessante.
Imagem: Netflix.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.