Biografia

João Calvino, quem foi? Biografia, impacto social e Reforma Protestante

João Calvino é um dos principais nomes por da Reforma Protestante e também foi o responsável por implantar a doutrina calvinista na Europa.

Continue lendo após a publicidade

João Calvino foi precursor do Calvinismo e é um nome de destaque quando se fala da Reforma Protestante. No entanto, é importante saber que, muito além disso, ele também foi humanista, teólogo, pastor, pregador, professor e escritor francês.

Chamado de pai do Calvinismo, o reformista implantou uma doutrina marcada por hábitos austeros e puritanos. Apesar da notável rigidez existente na mesma, Calvino acumulou seguidores que se espalharam por vários países da Europa Ocidental.

Como ávido escritor, Calvino assinou diversas obras, desde tratados teológicos à cartas, sermões e discursos. Logo abaixo é possível conhecer mais detalhes sobre a vida de João Calvino, bem como da sua carreira e impacto no protestantismo.

Vida e carreira de João Calvino

Nascido em 10 de julho de 1509, em uma comuna francesa chamada Noyon, Jean Calvin integrou uma família extremamente cristã. Só para ilustrar, seu pai, Gérard Cauvin, advogava a favor dos religiosos e atuava como secretário do bispo local.

Continue lendo após a publicidade
João Calvino teve acesso a uma boa educação desde cedo e logo foi estudar em Paris, onde teve contato com os ideais protestantes

Todavia, sua mãe, Jeanne Lefranc, faleceu precocemente, quando o garoto estava na casa dos seis anos de idade. Após sua morte, o menino que mais tarde passaria a ser conhecido como João Calvino, foi confiado aos cuidados de um influente amigo da família.

Assim, Calvino, que sempre contou com uma educação de qualidade, partilhou seus primeiros anos na escola com herdeiros da aristocracia local. Posteriormente, já aos 12 anos de idade, João Calvino recebeu um benefício eclesiástico. Inclusive, foi através do mesmo que o jovem acessou uma renda que lhe serviu como bolsa de estudos.

Estudos em Paris

Algum tempo mais  tarde, agora com 14 anos, João Calvino foi enviado à Paris, onde estudou latim e ciências humanas. Em 1528, começou a estudar Direito no interior da França.  Já no ano de 1531, seu pai veio a falecer. Após esse acontecimento, Calvino decidiu ficar em Paris e se dedicar à literatura clássica.

Como resultado de sua residência na Cidade Luz e frequência na Universidade de Paris, Calvino teve contato com a teologia e com as ideias de Martinho Lutero. Dessa forma, em 1533 ele se converteu à fé evangélica. Contudo, a permanência de João Calvino em Paris não durou muito.

Continue lendo após a publicidade

No fim do mesmo ano, acusado de ser co-autor de um discurso pró-protestantismo, Calvino teve de fugir da cidade. Após passar um tempo refugiado na casa de um amigo em Angoulême, onde começou a escrever sua principal obra teológica, Calvino retornou para Noyon em 1534.

A vida pacata em Estrasburgo

No ano de 1538, João Calvino foi para Estrasburgo. Ali ele passou três anos tranquilo, supervisionando uma pequena igreja de refugiados franceses. Além disso, o protestante também lecionou em uma escola que serviria de modelo para a futura Academia de Genebra e mediou a aproximação de protestantes e católicos.

Ademais, foi nesse intervalo de tempo que Calvino se dedicou à escrita de suas obras. Só para ilustrar, ele redigiu uma edição inteiramente revista das Institutas (1539), sua primeira tradução francesa (1541), um comentário da Epístola aos Romanos, a Resposta a Sadoleto (uma apologia da fé reformada) e outros materiais.

Foi também em Estrasburgo onde Calvino conheceu e casou-se com uma de suas paroquianas, a viúva Idelette de Bure. Seu colega Farel foi responsável por oficializar a cerimônia.

Continue lendo após a publicidade

A doutrina calvinista

João Calvino, quem foi? Biografia, impacto social e Reforma Protestante
As ideias e críticas de Calvino originaram o Calvinismo

Assim como a doutrina disseminada por Martinho Lutero resultou no Luteranismo, as ideias protestantes de Calvino são chamadas de Calvinismo. Curiosamente, apesar de influenciado pelo primeiro, o Calvinismo desenvolveu sua própria teologia que visava a riqueza humana como evolução do espírito e a Doutrina da Predestinação.

Aliás, a Doutrina da Predestinação é o principal diferencial calvinista. A mesma sugere que a fé em Jesus Cristo não é o caminho para a salvação, logo, havia uma predestinação dos fiéis à salvação. Essas ideias acabaram conquistando inúmeros seguidores para Calvino, principalmente em Genebra, onde havia um grande número de refugiados.

Surpreendentemente, o Calvinismo não impactou apenas a teologia, mas também a educação e a saúde. Ademais, além da Suíça, Inglaterra, Escócia, Países Baixos, França, Estados Unidos e África do Sul também foram regiões influenciadas por essa doutrina.

João Calvino e a Reforma Protestante

Calvino transformou Genebra no principal centro protestante da Europa

Desde o final do século XV, a Reforma Protestante tomava forma na Europa. Embora Lutero e Calvino sejam nomes de destaque nesse movimento, muitos outros os precederam, como John Wycliffe e Jan Huss. Ao passo que o renascimento questionou o teocentrismo, a Igreja Católica foi perdendo força.

Continue lendo após a publicidade

Ademais, com o enfraquecimento do feudalismo e ascensão do absolutismo, a venda de indulgências e outros comportamentos do clero passaram a ser criticados. Como resultado disso, ideais de reformulação da doutrina cristã foram ganhando força, o que deu início à chamada Reforma Protestante.

Em 1536, Calvino foi atraído pelas ideias protestantes e acabou aderindo às mesmas. Após passar dois anos em Genebra, o teólogo elaborou um código litúrgico e cível tão severo que acabou sendo expulso pelo conselho municipal. Durante sua permanência em Estrasburgo, ele seguiu reformando a liturgia e as instituições paroquiais.

Mesmo sem ocupar nenhum cargo governamental, João Calvino exerceu enorme influência sobre a comunidade, não somente no aspecto moral e eclesiástico, mas em outras áreas, como saúde e educação. Dessa forma, não demorou para Calvino tornar-se governante absoluto de Genebra, nos aspectos religioso, político e econômico.

Como resultado disso, Genebra tornou-se o principal centro protestante da Europa. Surpreendentemente, Lutero rotulou o Calvinismo como a doutrina perfeita para a burguesia, já que além da predestinação, a mesma sugeria que a fé era provada através do sucesso material. É importante pontuar também a inflexibilidade calvinista.

Continue lendo após a publicidade

A severidade do Calvinismo

Após sua implantação em Genebra, o Calvinismo chamou atenção por ser um tanto quanto severo. Só para ilustrar, algumas de suas especificidades quando implantado na cidade suíça foram a proibição de trabalho, teatro, dança e jogos aos domingos e a execução ou aplicação de penas severas aos infratores da lei.

Ademais, na igreja, João Calvino eliminou o ritual e a música instrumental da missa e retirou os vitrais, quadros e imagens, reduzindo o culto a um sermão entre quatro paredes frias. A celebração da Páscoa e do Natal foi abolida e o sistema episcopal foi apagado.

Influência e morte de João Calvino

João Calvino faleceu no dia 27 de maio de 1564, aos 54 anos

Assim como mencionado acima, durante sua estadia em Estrasburgo, Calvino casou-se com Idelette de Bure. Juntos os dois tiveram um filho, todavia, o bebê faleceu ainda novo. Após dez anos de casado, o protestante perdeu sua esposa e nunca mais voltou a se casar. Quase duas décadas mais tarde, Calvino faleceu em Genebra.

Apesar da rigidez marcante em sua doutrina, Calvino sempre contou com amigos e inúmeros apoiadores. Sua influência transcendeu os limites de Genebra e se espalhou por diversas outras regiões do continente. No dia 27 de maio de 1564, Calvino faleceu em Genebra com 54 anos.

Continue lendo após a publicidade

Não se tem detalhes sobre a localização de seu túmulo, já que Calvino solicitou que seu sepultamento fosse sigiloso. De acordo com relatos, o líder protestante queria evitar possíveis homenagens póstumas à sua pessoa, pois temia que ofuscasse a glória de Deus.

E então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também: Thomas Müntzer, quem foi? Biografia e impacto no protestantismo.

Fontes: Toda Matéria, eBiografia.com, CPAJ.

Imagens: Brasil Escola, Learn Religions, Cambridge University Press, Medium, Britannica.

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments