Outros assuntos

Lusófonos, o que são? Definição, curiosidades e países pertencentes

Lusófonos é o adjetivo que se refere aos países colonizados por Portugal e que, portanto, tem como idioma materno a Língua Portuguesa

Continue lendo após a publicidade

Você já sabe que a língua portuguesa, que consta como idioma oficial do Brasil, foi incorporada aqui devido a colonização de Portugal, que dominou as terras lusitanas por mais de 300 anos. Porém, o que você pode não saber é que há mais países lusófonos além do nosso, somando um total de oito ao redor do mundo.

Mas você sabe o que é lusofonia e quem são os lusófonos? Como surgiram? Quais suas semelhanças e diferenças?

É o que iremos descobrir neste artigo. Fique com a gente!

Lusofonia – O conjunto dos países falantes do Português

Na América Latina, o Brasil encontra-se parcialmente isolado em suas tradições e costumes devido ao fato de ser o único país do continente a falar a Língua Portuguesa.

Continue lendo após a publicidade
Além do Brasil e de Portugal, Moçambique e Cabo Verde são alguns dos outros países que falam a Língua Portuguesa

Enquanto fomos colonizados por Portugal, todos os nossos vizinhos foram dominados por espanhóis, o que lhe fizeram adotar o espanhol como língua materna oficial.

Contudo, não podemos nos sentir solitários. Linguisticamente, o Português é o oitavo idioma mais falado em todo o mundo, estando presente em mais oito países, além do nosso, e que estão presentes em quatro continentes.

Por conta dessa separação geográfica, todos os países que outrora foram dominados por Portugal definiram alterações regionais nos modos de pronúncia, gramática e vocabulário do idioma.

Em síntese, o mundo lusófono, que é o adjetivo classificatório dos países que têm o português como língua oficial, é composto por nove países, a conferir por ordem de tamanho populacional:

Continue lendo após a publicidade
  • Brasil, com 209 milhões;
  • Angola, com 29 milhões;
  • Moçambique, com 29 milhões;
  • Portugal, com 10 milhões;
  • Guiné-Bissau, com 1,8 milhões;
  • Timor Leste, com 1,2 milhões;
  • Guiné Equatorial, com 1,2 milhões;
  • Cabo Verde, com 546 mil;
  • São Tomé e Príncipe, com 204 mil habitantes.

Padronização do vocabulário

Com a finalidade de promover e divulgar o idioma, através de um processo de unificação, foi criada, em 1996, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Basicamente, a Comunidade dos lusófonos era formada pelos seguintes países: Moçambique, Brasil, Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Portugal e Guiné-Bissau.

Lusófonos: o que são, curiosidades e quais os países pertencentes
A CPLP tem como objetivo promover a diplomacia e a abertura política com ênfase na defesa da Língua Portuguesa.

Sua finalidade era promover a diplomacia, abertura política, cooperação e promoção entre todos os associados, em defesa da Língua Portuguesa e através de um intenso diálogo cultural. Posteriormente, ingressaram o Timor-Leste, em 2002, e a Guiné Equatorial, em 2014.

Contudo, o marco mais importante se deu em 2009, com a implantação do Novo Acordo Ortográfico, que tornou padrão e uniforme a grafia dos países lusófonos. Afinal, mais de 230 milhões de pessoas pertencem à mesma comunidade, compartilhando não apenas detalhes linguísticos, como costumes e tradições oriundas dos mesmos colonizadores.

Curiosidades

Sabemos que, apesar do idioma comum, as particularidades locais definiram diferenças significativas no vocabulário e modo de falar entre os lusófonos portugueses e brasileiros.

Continue lendo após a publicidade

Em virtude disso, trouxemos algumas diferenças peculiares que tornam ainda mais rica e especial essa similaridade linguística. Por exemplo, calcinha para a gente representa a peça íntima feminina, enquanto que para os portugueses o item é cueca, exatamente o contrário daqui.

Lusófonos: o que são, curiosidades e quais os países pertencentes
Brasil e Portugal contam com muitas diferenças no modo de falar e no sentido das palavras

De maneira idêntica, o ônibus brasileiro é denominado autocarro em terras portuguesas, enquanto a geladeira nossa é, para eles, o frigorífico.

Já quanto à pronúncia, a diferença é ainda mais evidente. Enquanto nós pronunciamos claramente as vogais tônicas e átonas, em Portugal o som das átonas costuma ser “eliminado”, devido ao ritmo acelerado da fala. Assim, pedaço vira “p’daço” e esperança vira “esp’rança”.

O que achou sobre os países lusófonos? Gostou do tema? Então, aproveite e continue lendo sobre Países do Mundo.

Continue lendo após a publicidade

Fontes: Português, Brasil Escola, Viajar Verde, MEC, So Português

ImagensRevista PEGN, Defesa Net, Recreio, Filedlity

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments