Principal » História » Mitologia africana – Mito da criação, principais deuses e curiosidades

Mitologia africana – Mito da criação, principais deuses e curiosidades

A mitologia africana engloba manifestações culturais, religiosas e espirituais originárias do continente africano e praticadas nos dias atuais.

Mitologia Africana, o que é? Definição, principais conceitos e orixás

Pouco se sabe sobre as definições e conceitos que envolvem a mitologia africana. Entretanto, as religiões e aspectos que sobre a cultura africana são bastante ricas quando o assunto é religião. Além disso, são práticas e costumes desenvolvidos no continente africano, além do Brasil.

Uma prova de que se conhece pouco sobre a cultura religiosa africana é que quase não se sabe sobre os deuses e seus costumes. Isso porque, todo o conhecimento sobre a mitologia africana é envolta de preconceitos e definições errôneas.

Um exemplo da diversidade na mitologia africana está em relação aos deuses da religião nigeriana yorùbá. Ao todo, podemos citar cerca de 400 deuses diferentes, que possuem características e significados diversos. Assim, a diversidade presente nesses deuses englobam tanto a visão de mundo quando a religião em si.

Mito da criação

A mitologia africana, também chamada de mitologia dos iorubás, é monoteísta tendo como deus supremo o Olorum. Além dos países da África, principalmente na Nigéria, a cultura dos deuses africanos se espalharam por pelos países em que haviam escravos africanos. Assim, Brasil e Cuba são um exemplo.

Mitologia Africana, o que é? Definição, principais conceitos e orixás
Os orixás são deuses africanos que correspondem a pontos de força da Natureza e os seus arquétipos estão relacionados às manifestações dessas forças. Fonte: Maria Bessem

Nesse sentido, para a mitologia africana, Olurum foi o criador de todas as coisas existentes no mundo, até mesmo das outras divindades. Assim, a partir de Olurum, Oxalá criou os seres humanos. Diversas foram as tentativas para que os seres humanos fossem criados. Dentre os métodos utilizados estavam materiais como a água, madeira, o ferro, fogo e ar.

Assim, depois que uma divindade, Nanã, sugeriu o barro como matéria para a criação humana, os seres humanos foram, então, criados. No Brasil, tendo como única religião da época o catolicismo, fez com o que os povos africanos escondessem suas formas de adoração divina. Além disso, as religiões de matriz africana como o candomblé, foram resultados das manifestações da mitologia iorubá.

Principais deuses da mitologia africana

No Brasil, algumas religiões afro-brasileiras, como o candomblé, discutem e tornam os deuses africanos de conhecimento popular no país. Assim, alguns deuses são bastantes conhecidos, já outros, apenas quem é adepto às religiões que seguem a mitologia africana vai conhecer.

Assim, confira alguns dos orixás da mitologia africana:

Airá

Mitologia Africana, o que é? Definição, principais conceitos e orixás
É um orixá da família do raio, mas também está relacionado ao vento. Fonte: Pinterest

Conhecido como o deus do redemoinho, simboliza o orixá da família do raio. Além disso, também tem relação com o vento. Seu nome é decorrência dos furações que ocorrem na Nigéria.

Exu

Um dos orixás mais conhecidos, até por quem não é adepto das tradições africanas. Assim, se refere à ligação que existe entre o mundo humano e o mundo dos orixás. Possui função de proteção, distribuição de propriedade, fartura, boa sorte nos negócios e fertilidade;

Iemanjá

Mitologia Africana, o que é? Definição, principais conceitos e orixás
É considerada a deusa da nação de Egbé, e para os brasileiros, é tida como a rainha das águas e dos mares. Fonte: África do lado de ka

No Brasil é tida como a rainha das águas e dos mares. Assim, seu nome advém da expressão “Yèyé omo ejá”, que quer dizer, “Mãe cujos filhos são peixes”. Além disso, é tida como a dona da fertilidade feminina e cuida do psicológico dos seres humanos;

Ogum

Mitologia Africana, o que é? Definição, principais conceitos e orixás
Ogum é o orixá da guerra, do fogo, do ferro, da tecnologia. Fonte: Pinterest

Representado como o orixá da guerra, do fogo, do ferro e da tecnologia. Além disso, é considerado o deus ligado à sobrevivência;

Okô

Representa a colheita e a fertilidade da terra. Além disso, é o deus da sexualidade e da agricultura. Entretanto, não é uma divindade muito conhecida no Brasil. Isso porque, os escravos africanos não o cultuaram com veemência;

Olorun

É considerado o deus superemo dentro da mitologia africana. À ele é atribuído a criação de todas as coisas, inclusive das outras divindades. É o deus que não pode ser incorporado porque é considerado absoluto;

Oxalá

Mitologia Africana, o que é? Definição, principais conceitos e orixás
costuma ser considerado a divindade mais importante do panteão africano. Fonte: África do lado de ka

Considerado como o maior e o mais respeitado orixá. Isso porque, Oxalá foi responsável pela criação do mundo e da espécie humana. Assim, tem como principais características suas a calma, a serenidade e o caráter pacificador.

Oxóssi

Representa o reino vegetal e animal. Assim, é tido como o orixá da fartura e das florestas. Além disso, está relacionado com as áreas de ensino, arte e cultura.

Oyá ou Iansã

Mitologia Africana, o que é? Definição, principais conceitos e orixás
É a orixá dos ventos e raios, comandante das tempestades e dos espíritos dos mortos. Fonte: Raízes espirituais

Seu nome pode ser traduzido como “a mãe do céu rosado” ou “mãe do entardecer”. Além disso, representa os raios e ventos, além de comandar as tempestades e os espíritos dos mortos. Filha de Iemanjá e Oxalá e irmã de Oxum, Obá e Oxossi.

Xangô

É definido como o orixá da justiça divina e dos homens. Assim, é tido como um dos deuses mais importantes dentro da mitologia africana. Além disso, representa o fogo, os raios e os trovões. Logo, tem como principais características a virilidade, agressividade, violência e senso de justiça.

Você sabia?

  • O orixá é uma força pura e imaterial, a qual só se torna perceptível aos seres humanos manifestando-se em um deles;
  • o ser escolhido pelo orixá, um de seus descendentes, é chamado seu elégùn;
  • O culto aos orixás, deuses iorubás, nasceu na Nigéria, Daomé e Togo;
  • O termo iorubá aplica-se a um grupo étnico e linguístico de milhões de indivíduos, e denomina hoje um povo, idioma, cultura e uma nação;

Gostou da matéria? Então deixa de conferir esse outro texto sobre a África Pré-colonial e o que foi o Apartheid.

Fontes: Geledés, Escola Educação, Hiper Cultura

Fonte imagem destaque: Revista Trip

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.