Biologia

Movimentos Peristálticos, o que são? Função, como ocorrem e exemplos

Os movimentos peristálticos são movimentos involuntários que ocorrem no sistema digestivo para ajudar na digestão dos alimentos.

Continue lendo após a publicidade

Os movimentos peristálticos, popularmente conhecidos como peristaltismo, são contrações dos músculos lisos do tubo digestório, que é composto pelos órgãos do sistema digestório. Dessa forma, são responsáveis por realizar o processo de digestão de alimentos.

A princípio, a partir do momento em que o ser humano ingere um alimento, ele passa pelo tubo digestório e, em seguida, inicia os movimentos peristálticos no processo de digestão.

Contudo, ao passo que alimento é digerido, o nosso corpo é capaz de absorver os nutrientes encontrados na comida, sendo importantes para nossa saúde e o funcionamento corporal.

Tais movimentos peristálticos são completamente involuntários e rítmicos. A movimentação é tão correta e satisfatória que, até mesmo se a pessoa virar a cabeça para baixo, a comida vai continuar seguindo o mesmo percurso sem alteração.

Continue lendo após a publicidade

Como acontece

Em suma, os músculos lisos presentes nos órgãos se movimentam, realizando o  peristaltismo, devido ao fato de que possuem nervos do sistema nervoso, ou seja, são controlados por lá.

Movimentos Peristálticos, o que são? Função, como ocorre e exemplos
Clinica Factum

Sendo assim, o sistema nervoso autônomo, responsável por mandar estímulos para ações internas do corpo e pelo ritmo cardíaco, também tem a função de contribuir com o processo da digestão.

Com isso, os nutrientes são absorvidos, o bolo alimentar chega ao seu destino, que é o estômago, e, logo depois, o bolo fecal sai como fezes.

Os impulsos nervosos formam ondas de peristaltismo, que relaxam os músculos para uma distensão que forma o bolo alimentar. Posteriormente, há outra onda, mas de contração, com o intuito de tirar o bolo alimentar do tubo digestivo, virando assim bolo fecal.

Continue lendo após a publicidade

Contudo, esse sistema autônomo é divido em duas partes, sendo elas sistema nervoso simpático e parassimpático. A semelhança entre as duas é que ambas as partes estão presentes nos movimentos peristálticos.

Nesse sentido, o simpático é responsável por diminuir o processo dos movimentos peristálticos.  Em contrapartida, o parassimpático é capaz de contribuir para o aumento de tais movimentos.

Órgãos do sistema digestório e os movimentos peristálticos

O esôfago é o primeiro órgão que ocorre o peristaltismo. No momento em que a pessoa coloca a comida na boca e mastiga, aquele alimento, juntamente com a saliva, se torna o bolo alimentar. Sendo assim, ele é engolido e passa pela faringe para chegar no esôfago.

Movimentos Peristálticos, o que são? Função, como ocorre e exemplos
Órgãos que possuem os movimentos peristálticos

Ao chegar ao esôfago, os movimentos peristálticos se iniciam para que aquele bolo alimentar continue o percurso ondulado rumo ao estômago.

Continue lendo após a publicidade

Posteriormente, ao chegar ao estômago, o peristaltismo ajuda na união entre o bolo alimentar o sucos digestivos, também chamados de sucos gástricos. Além disso, a mistura é denominada como quimo.

Por fim, ao intestino. É importante lembrar que existe o intestino delgado e intestino grosso. Nesse sentido, em ambos acontecem movimentos peristálticos.

No delgado, o peristaltismo ajuda na impulsão dos alimentos, por ondas lentas e rápidas. Além disso, o quimo é misturado com enzimas digestivas, secreções e a bile, que forma o quilo.

Já no intestino grosso, responsável pela parte de expulsão do bolo fecal do corpo humano, o processo para a defecação é feito com ajuda do peristaltismo.

Continue lendo após a publicidade

O que achou da matéria? Se gostou, leia também: Sinapse – O que é, tipos, como e por que acontece?

Fontes: Brasil Escola , Biologia Net e InfoEscola

Imagens: Toda Matéria, Aprenda Bio , Idosos e Clinica Factum 

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments