Outros assuntos

Mudança social – O que é, características, teorias e exemplos

Mudança social é o fenômeno sociológico que provoca profundas alterações em âmbito social, modificando as relações individuais.

Continue lendo após a publicidade

Somos ensinados, desde a infância, a compreender o lugar dos indivíduos enquanto seres sociais, que vivem em coletividade. Para isso, aprendemos a respeitar o próximo e entender os nossos direitos e deveres em sociedade. Nesse sentido, o conceito sociológico de mudança social define as alterações que modificam as relações entre as pessoas, promovendo aspectos positivos ou negativos.

Tais mudanças costumam ocorrer a longo prazo, pois implicam em modificações históricas e enraizadas em símbolos tradicionais, culturais e pertencentes à identidade das comunidades.

Entenda abaixo um pouco mais sobre esse conceito, quais teorias são utilizadas para justificarem essas mudanças e exemplos importantes sobre o tema.

Características da mudança social

Mudança social é um fenômeno estudado pela Sociologia que procura entender como funcionam os processos de configuração das relações que existem entre as pessoas, comunidades e sociedades em geral.

Continue lendo após a publicidade
Conceito Zen

Desse modo, alteram-se percepções, padrões comportamentais, ideologias, valores e elementos culturais. Por outro lado, os fatores que provocam essas mudanças podem ser diversos, desde guerras, revoluções, desastres ambientais, fatores biológicos, entre outros.

Como principais características desse modelo de estudo, podemos citar a durabilidade extensa, isto é, as modificações acontecem a longo prazo, podendo ser presenciadas apenas pelas próximas gerações.

Ademais, o contexto geográfico também é um fator preponderante, uma vez que as condições oferecidas em ambientes urbanos possibilitam o aceleramento dessas mudanças, em detrimento das zonas rurais.

Outro fator comum às mudanças sociais é o seu caráter coletivo, que atinge muitos indivíduos ao mesmo tempo.

Continue lendo após a publicidade

Movimentos sociais

Quais seriam as diferenças entre mudanças sociais e movimentos sociais? Os termos são parecidos e falam sobre os mesmos assuntos, contudo eles não são genéricos. O ideal é concluir que o primeiro complementa o sentido do segundo.

Mudança social: o que é, características, teorias e exemplos

Em outras palavras, os movimentos sociais são mobilizações coletivas que lutam a favor de mudanças, sejam elas de caráter religioso, étnico ou de qualquer outro. E uma boa parte das mudanças sociais estudadas pela Sociologia ocorrem em razão dessas lideranças.

O movimento negro e o movimento feminista, por exemplo, configuram lutas fundamentais na promoção da justiça e da igualdade entre os indivíduos. Tais reivindicações, portanto, foram essenciais na aprovação do voto universal feminino e da aprovação da lei de cotas nas universidades brasileiras.

Continue lendo após a publicidade

Teorias explicativas

As principais teorias que buscam explicar o fenômeno da mudança social são a evolucionista, funcionalista e de conflito.

Em primeiro lugar, a teoria evolucionista (do biólogo Charles Darwin) é utilizada na sociologia para dizer que as sociedades estão em constante processo de evolução, de uma forma mais simples para outra mais complexa. Ademais, a teoria evolucionista multilinear defende que essas mudanças ocorrem em várias formas e sentidos.

Mudança social: o que é, características, teorias e exemplos
Movimento Luta de Classes

Em seguida, a teoria funcionalista defende que todas as sociedades constituem um único sistema e que as diferentes alterações vivenciadas por cada uma ocorrem em equilíbrio, de modo que uma não altere o bom funcionamento da outra.

Por último, a teoria do conflito destaca as mudanças sociais enfrentadas pelos grupos, que enfrentam papéis de desigualdade. A principal visão defendida aqui é a de Karl Marx e de sua luta de classes, que dá ênfase a manutenção do status quo na redução das injustiças e desigualdades.

Continue lendo após a publicidade

Nesse sentido e, ao contrário das duas teorias anteriores, as mudanças sociais repentinas são bem vindas, sendo essenciais na quebra do sistema opressor e estigmatizante.

Principais exemplos de mudança social

Tomemos como exemplo principal de mudança social da atualidade a pandemia da Covid-19.

É inegável que a gravidade da doença provocou mudanças sociais significativas em âmbito mundial. O termo distanciamento social, por exemplo, é popularmente utilizado em decorrência do afastamento físico que deve existir entre as pessoas para que o vírus não se propague.

Mudança social: o que é, características, teorias e exemplos
Navita

Mais que isso, a proliferação dos casos, que alcançou a marca de 300 mil óbitos somente no Brasil, fez com que os indivíduos fossem obrigados a adotar um novo modelo de convivência e de relacionamento, o que inclui o home office como modelo de trabalho e as videochamadas como acessório de comunicação.

Continue lendo após a publicidade

Confira abaixo mais exemplos de mudanças sociais que modificam cotidianamente as relações entre os indivíduos:

A diminuição no nascimento de crianças ao redor do mundo

Há décadas, é possível observar a existência mundial da queda na taxa de fecundidade, isto é, as famílias estão tendo cada vez menos bebês.

Fatores como a insegurança quanto ao futuro (agravada também pela crise da covid-19), as dificuldades financeiras e o planejamento profissional puxam para baixo a taxa de nascimentos ano após ano.

Esses fatores provocam mudança social significativa, uma vez que, a longo prazo, a população tende a envelhecer e terá menos jovens plenamente ativos para trabalharem e fazerem girar a economia de um país, sobrecarregando o sistema previdenciário.

Continue lendo após a publicidade
Mudança social: o que é, características, teorias e exemplos
Exame

A Universidade Católica de Milão divulgou um estudo entre pessoas de 18 a 34 anos, em que mais de dois terços declararam adiar a vontade de ter filhos ou mesmo o desejo de não mais terem em decorrência da pandemia.

Enquanto isso, os Estados Unidos preveem ter cerca de 500 mil nascimentos a menos em 2021, o Japão registrou a menor taxa de nascimento anual desde 1899 e o Brasil acompanha, desde os anos 60, a queda na taxa de fecundidade em todas as suas regiões e classes sociais.

Os direitos das mulheres e dos negros

Os movimentos sociais das minorias, tais quais mulheres e negros, também impactam diretamente nas mudanças sociais que marcam o funcionamento das populações.

No Brasil, o direito de cursar uma faculdade pelas mulheres veio apenas em 1879, enquanto em 1932 a Constituição Federal permitiu que elas votassem e somente em 2015 foi aprovada a Lei do Feminicídio, que classifica como crime hediondo o assassinato de mulheres em razão de seu gênero.

Continue lendo após a publicidade
Exame

Por sua vez, os negros também atravessam diferentes mudanças sociais em razão de sua marginalização, que ainda guarda resquícios desde a escravidão. Nesse sentido, a abolição da Escravatura, a Lei de Cotas e a aprovação do Dia da Consciência Negra são conquistas a serem celebradas.

Gostou de saber mais sobre o tema? Então, confira também o que são classes sociais.

Fontes: Educa Mais Brasil, Toda Matéria, Nova Escola, Educabras, Veja, Stoodi, Brasil Escola

Imagens: Anselmo Santana, Navita, Exame, Conceito Zen, Visão Sapo, Movimento Luta de Classes, Exame.

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments