Biologia

Neodarwinismo: o que é, conceitos, resumo

O Neodarwinismo é uma interpretação do Darwinismo tendo como base os conhecimentos obtidos com o avanço das pesquisas científicas.

Continue lendo após a publicidade

Há uns dias, eu fiz um post aqui no site, onde eu expliquei o que é Darwinismo. Se você não leu ainda, pode acessar clicando AQUI. Hoje eu vou te contar o que é Neodarwinismo e a diferença entre Darwinismo.

O que é Darwinismo?

Antes de falarmos sobre o tema central deste texto, eu preciso te contar um pouco sobre o Darwinismo. Isso porque, o Neodarwinismo tem como base o Darwinismo.

Em resumo, Darwinismo é o nome dos estudos e teorias do naturalista britânico Charles Darwin. Sendo que ele é tido como o pai da teoria da evolução.

Logo, Darwin é bem famoso por causa da sua teoria da evolução das espécies. Em seu livro A Origem das Espécies, ele explica as suas ideias sobre o assunto.

Continue lendo após a publicidade

Quando o assunto é evolução, Darwin é o primeiro a ser lembrado. Afinal de contas, mais de 150 anos depois de serem criadas, as suas ideias ainda são válidas até hoje.

No entanto, ele não foi o primeiro a falar sobre o assunto. Antes dele, o naturalista francês Jean-Baptiste de Lamarck (1744 – 1829), estudou o tema. Ele propôs duas leis:

  1. Lei do uso e do desuso;
  2. Lei da Transmissão de caracteres adquiridos.

Antes dele, as pessoas acreditavam que as espécies eram imutáveis desde a sua origem. Mas Lamarck não acreditava nessa ideia. Ao observar os seres vivos, ele notou que havia mudanças nas características dos seres.

Desse modo, ele pensou que fossem uma resposta para as necessidades de adaptação ao ambiente. Ele julgou ainda que essas características passavam para os descendentes.

Continue lendo após a publicidade

Voltando para Darwin, os dois pontos principais da sua teoria são:

1- Ancestralidade em comum

É a ideia de que todos os seres vivos descendem de ancestrais comuns.

Isso por meio de modificações ao longo do tempo. De acordo com essa ideia, todas as espécies são mutáveis e passaram por variações ao longo do tempo.

2- Seleção natural

De acordo com Darwin, todos os seres possuem diferenças que possibilitam que alguns indivíduos tenham uma maior chances de sobrevivência do que os demais.

Continue lendo após a publicidade

Sendo que os seres mais aptos são os que sobrevivem e passam essas características para os seus descendentes.

Ao longo do tempo, essas características vão se acumulando na população. Isso pode resultar no surgimento de uma nova espécie.

O que é Neodarwinismo?

O Neodarwinismo é também conhecido como teoria sintética da evolução. Em resumo, ele é uma interpretação do Darwinismo tendo como base os conhecimentos obtidos com o avanço das pesquisas científicas.

Quando Darwin fez as suas pesquisas, a ciência ainda não tinha evoluído tanto. Dessa forma, ele não sabia de várias coisas que sabemos hoje.

Continue lendo após a publicidade

Por exemplo, ele não conhecia os mecanismos que causavam a variabilidade e como essas características eram passadas para os descendentes.

Contudo, a ciência evoluiu e várias questões foram respondidas. Essa é a diferença entre os dois. Enfim, o Neodarwinismo engloba vários conceitos, tais como:

1- Mutação no Neodarwinismo

A mutação é a fonte primária de variabilidade. Em síntese, a mutação é a alteração no material genético de um indivíduo. Isso ocorre por acaso e não como uma forma de adaptar o ser ao ambiente em que ele está.

Da mesma forma, não são todas as mutações que trazem vantagens. Algumas podem prejudicar o desenvolvimento do ser.

Continue lendo após a publicidade

Nesse sentido, a seleção natural atua nesses seres e garante a manutenção ou eliminação das mutações ao longo do tempo.

2- Recombinação gênica

Este é mais um fator importante no processo evolutivo. Isso porque, ela amplia a variabilidade. No entanto, ela não cria a variação de genes, como ocorre na mutação.

Ela apenas promove novas combinações de alelos que já existem. Sendo que a recombinação gênica está presente na prófase I da meiose, quando o crossing-over ocorre e na fusão de gametas.

3- Deriva genética no Neodarwinismo

Diferente dos outros dois conceitos que eu te expliquei acima, a deriva genética não aumenta a variabilidade. Ao contrário, ela reduz.

Continue lendo após a publicidade

Ela é um mecanismo de evolução onde se observa flutuações imprevistas na frequências alélicas, por acaso.

Isso faz com que os genes passados para as próximas gerações não sejam, necessariamente, os que ajudam na sobrevivência do ser.

Um exemplo de deriva genética é o efeito gargalo. Ele ocorre quando fatores ambientais causam a redução drástica de uma população.

Enfim, gostou de aprender o que é Neodarwinismo? Outros textos que você pode gostar são: quais são os 5 reinos; o que é plasma; o que são células da Glia e óvulos, o que são?.

Continue lendo após a publicidade

Além disso, você pode gostar de ler também: o que são anuros; cores dos olhos; tipos de sangue; fator RH; e, por fim, Rh nulo, o que é? Definição e características do sangue dourado.

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments