Principal » Biologia » O que é ecossistema? Estrutura, funcionamento e classificações

O que é ecossistema? Estrutura, funcionamento e classificações

Embora muitos conheçam o termo, são poucos aqueles que compreendem o real funcionamento e importância do que é tido como “ecossistema”.

O que é ecossistema? Estrutura, funcionamento e classificações

Apesar de parecer um termo inerente ao vocabulário das pessoas, muitos não conseguem definir exatamente o que é ecossistema. Pois bem, é uma definição comumente dada a um conjunto de organismos e elementos que, interagindo entre si, conseguem estabelecer um sistema estável, equilibrado e autossuficiente.

Além de ser a unidade básica de estudo da ecologia, ecossistema é uma junção das palavras gregas “oikos” e “sýstema”. Logo, o termo cunhado pelo ecólogo Arthur Tansley, em 1935, significa “sistema do meio ambiente”. Aliás, desde então, essa palavra vem sendo utilizada tanto pela comunidade científica, quanto pela sociedade.

Porém, saber o que é um ecossistema vai muito além de decifrar sua definição. Ecossistemas são diversos e contam com elementos abrangentes. Sendo assim, eles podem interagir de diferentes formas uns com os outros, se sobrepondo, intercedendo ou complementando.

Portanto, para ser capaz de responder à pergunta “o que é ecossistema?” é preciso compreender sua estrutura, funcionamento e classificações.

Estrutura de um ecossistema

Em um ecossistema, todos os seus integrantes e elementos são interdependentes

Em uma comunidade, plantas, animais e microrganismos desempenham diferentes papeis e interagem de formas singulares com o ambiente. Todavia, toda estrutura de um ecossistema conta com dois componentes básicos:

  • Fatores bióticos: todos os seres vivos que compõem uma comunidade, do macro ao micro. São responsáveis por constituir os níveis tróficos, ou seja, a cadeia alimentar.
  • Fatores abióticos: são os elementos físicos e químicos que fornecem as condições de vida em um ambiente. Também chamados de fatores não vivos. Água, ar, luz, solo, temperatura e pressão são alguns exemplos.

Assim como o próprio nome sugere, a comunidade de um ecossistema precisa estar em harmonia. Logo, todos os seus integrantes e elementos são interdependentes. Seres produtores, consumidores e decompositores formam os níveis tróficos e promovem, em conjunto, um fluxo de energia e ciclagem de nutrientes.

Alguns fatores bióticos são autotróficos, outros são heterotróficos. Isso significa que os primeiros são produtores e geram seu próprio alimento através de processos de fotossíntese e quimiossíntese. Já os segundos, são os consumidores e os decompositores que consomem matéria e promovem a circulação de nutrientes no ecossistema.

Naquilo que é chamado de ecossistema, a conversão energética mais importante é a transformação de luz solar em energia química. O processo responsável pela mesma é a fotossíntese. Graças a ela, e por meio da cadeia alimentar, a energia passa através de todos os níveis da comunidade.

Em uma cadeia alimentar, a fotossíntese tem início nos seres produtores, passa pelos consumidores e termina nos decompositores. Contudo, é importante frisar que a cada nível trófico dessa pirâmide ecológica a energia vai diminuindo.

Classificações desses sistemas de vida

O que é ecossistema? Estrutura, funcionamento e classificações
Ecossistemas são divididos em aquáticos e terrestres

Embora sejam muito diversificados entre si, os ecossistemas contam com duas classificações:

  • Ecossistemas terrestres: como o próprio nome sugere, são ecossistemas encontrados em terra firme. Curiosamente, um conjunto de ecossistemas terrestres forma um bioma e cada bioma conta com características únicas.
  • Ecossistemas aquáticos: podem ser talassociclos (de água salgada) ou limnociclos (de água doce) – que se dividem em lênticos (água parada, como lagos e lagoas) ou lóticos (água corrente, como rios e cachoeiras).

Ecossistemas aquáticos não podem ser considerados biomas, pois não são delimitados por fronteiras. Entretanto, são classificados de acordo com os organismos presentes neles. Para saber o que é um ecossistema aquático, basta observar se há existência de:

  • Plâncton: organismos que não conseguem nadar ativamente. Podem ser divididos em fitoplâncton (seres autotróficos, como algas unicelulares) e zooplâncton (seres heterotróficos, como protozoários);
  • Nécton: organismos que nadam ativamente na água, podendo ir até mesmo contra a correnteza;
  • Bentos: organismos que ficam em superfícies, seja no solo ou em costão rochoso. Os bentos podem ser sésseis (fixos) ou móveis.

Exemplos do que é um ecossistema

Para compreender o que é um ecossistema é preciso ter em mente que o termo se aplica tanto ao universo macro quanto ao micro, há vida em uma poça de água

Podendo ter diferentes escalas e dimensões, os ecossistemas variam da própria biosfera, que é a maior esfera de vida existente, até uma poça de água. Apesar da disparidade de tamanhos, ambos exemplos abrigam uma biodiversidade e englobam as características de um ecossistema.

Ademais, para entender o que é um ecossistema, é preciso sempre ter em mente que todos os ecossistemas estão interligados. Logo, existe uma troca de matéria e energia entre eles, independentemente de seu tamanho. Dessa forma, cada ecossistema, de pequeno, médio ou grande porte, é importante para garantir o equilíbrio do planeta.

Curiosamente, enquanto os ecossistemas internacionais podem ser divididos em Tundra, Taiga, Florestas temperadas, Florestas Tropicais, Campos, Savanas e Desertos, o Brasil conta com uma enorme variedade de ecossistemas ao longo de sua extensão territorial.

Só para ilustrar, diante das diferentes condições ambientais brasileiras, encontramos: Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Mata dos Cocais, Pantanal, Mata de Araucárias, Mangue e Pampa.

E então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também: Origem da Terra – Big Bang, estrutura do planeta e esferas de vida.

Fontes: Brasil Escola, Toda Matéria, O Eco, Biologia Net, Descomplica.

Imagens: Kunal Shinde, Todo EstudoLuca Ambrosi, David Garry.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.