Estado multiétnico, aprenda o que é

O estado multiétnico é um termo usado pelos países que têm habitats e regiões linguísticas ou culturais de vários povos e etnias

O estado multiétnico é a nação que conta com uma grande diversidade racial e cultural. Ou seja, o estado multiétnico se equivale ao estado pluricultural.

Essa não é uma denominação de caráter oficial. Apesar disso, alguns países incorporaram o conceito de estado multiétnico nos seus textos constitucionais.

Alguns exemplos de países que fizeram isso foi o Peru, o Equador e a Colômbia.

Sendo que o intuito é reconhecer a diversidade cultural da sociedade. Isso envolve o respeito para com as minorias éticas do país.

Conceito de etnia e o estado multiétnico

Podemos conceituar etnia como o sentimento de fazer parte de certo grupo, onde a pessoa tem a mesma língua, território e tradições.

São pontos muito marcantes que acabam sendo base para a construção identitária das pessoas. Com isso, são estabelecidos certos aspectos da convivência social das pessoas que fazem parte de certo grupo étnico.

Além disso, o conceito de etnia se estende para as relações de alteridade entre os vários tipos de grupos étnicos. Desse modo, cada grupo se vê de forma diferente dos outros.

É nesse ponto que a relação de alteridade entra. Sendo assim, o convívio com as diferenças serve como espelho que reflete e deixa claro o que é estranho para certo grupo.

as pessoas que fazem parte de um mesmo grupo se reconhecem por causa das coisas que têm em comum, como por exemplo, a língua, as tradições e a religião.

Dessa forma, a etnicidade funciona como uma ligação com o passado. Isso por meio da ideia de continuidade. Essa ideia é mantida por meio da continuidade das tradições e dos sentidos que elas têm.

Vale notar que etnia é diferente de raça. Muitas vezes os dois termos são confundidos. Mas eles não são iguais. Em 1º lugar, etnia está ligada ao pertencimento a um grupo.

Por outro lado, a ideia de raça se relaciona com a concepção biológica. Isso porque, o termo dá a entender que as diferenças entre os grupos étnicos existem por causa da predisposição biológica.

Mas essa ideia é um engano. De fato, ela não tem nenhuma base científica. Sendo que acreditar nela pode acabar alimentando os preconceitos sobre uma ou outra etnia.

O conceito de estado multiétnico

O estado multiétnico é um termo usado pelos países que têm habitats e regiões linguísticas ou culturais de vários povos e etnias. Portanto, um estado multiétnico não é homogêneo.

De forma geral, o termo estado multiétnico é usado como uma denominação ilustrativa. Ou seja, ele não costuma ser usado como uma categoria analítica.

É por isso que não existem critérios claros sobre quando dizer que um estado é multiétnico. Apesar disso, alguns países como Peru, o Equador e a Colômbia incorporaram o conceito em seus textos constitucionais.

Sendo assim, o intuito é reconhecer a diversidade cultural da sociedade. Isso envolve o respeito para com as minorias étnicas do país.

Por fim, existe ainda o estado multiétnico. Em resumo, trata-se do estado nacional formado, sobretudo, por um único povo.

Exemplos de estado multiétnico

Alguns exemplos de estado multiétinico são:

1- Panamá

O Panamá é um país localizado na América Central. Ele tem 4 milhões de habitantes, de acordo com o censo de 2016.

Nele existe uma população indígena de mais de 300 mil habitantes. Sendo que, dentre a população indígena, existem 7 povos indígenas que têm costumes e línguas próprias.

Em resumo, a população panamenha é formada por brancos, indígenas e mestiços. No total: 70% dos habitantes são mestiços, 10% são brancos, 8% são indígenas e 1% de origem asiática.

2- Rússia

A Rússia tem 150 milhões de habitantes e é o maior país do mundo em extensão. Os russos são a etnia majoritária, cerca de 80% da população.

Os outros 20% são ucranianos, chechenos, basquires e armênios. Além disso, na Rússia são falados mais de 100 idiomas. Ou seja, trata-se de um estado multiétnico.

Exemplo de estado homogêneo

O Japão é um exemplo de estado homogêneo. Isso porque a sociedade japonesa tem profundo senso de identidade nacional e uma diversidade étnica minoritária com pouca relevância cultural.

A língua falada no território é o japonês padrão e os dialetos não são reconhecidos oficialmente. Contudo, apesar de ser um estado homogêneo, os habitantes das Ilhas Ryukyu e da ilha de Honshu são exceção.

Sendo assim, esses povos têm cultura e língua próprias. No entanto, eles são minorias étnicas com pouca influência na nação como um todo.

LEIA MAIS

Significado de Comunidade: o que é, conceito e definição

Darwinismo social

Identidade cultural: concepções e conceitos históricos

Modernidade Líquida, o que é? Conceito, contexto e características

O que é Antropologia? História, método e classificações

Mudança social – O que é, características, teorias e exemplos

O que é ideologia? Significado, conceito e definição

Fontes: Conceito, Brasil escola e Wikipédia.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.