O que é genoma? Genes, importância e sequenciamento humano

Genoma é a sequência completa de DNA de um ser vivo, o conjunto de todos os genes de um ser vivo. Representa, portanto, a anatomia celular.

Genoma é o conjunto de todos os cromossomos que existem em uma célula reprodutiva de um ser vivo. Isto é, o genoma é a sequência completa de DNA (ácido desoxirribonucleico) que compõem um organismo.

Assim, o genoma é composto por todos os genes que estão presentes em um ser vivo. A informação genética de um indivíduo contida em uma sequência completa de nucleotídeos ajuda a compor o DNA de um organismo.

Todavia, ao se falar de genoma, consideramos o conjunto completo de DNA presente em uma célula haplóide de um ser vivo. No caso humano, os exemplos são os espermatozoides (masculino) e os óvulos (feminino).

O que são os genes?

Na organização do genoma, os genes surgem como unidades essenciais que definem a hereditariedade. Os genes são considerados como trechos de DNA que apresentam informações que permitem a produção de proteínas, por exemplo.

O que é genoma? Genes, importância e sequenciamento humano
Catraca Livre.

O DNA é uma molécula que tem nucleotídeos em sua composição. Todavia, sua função básica é armazenar as informações genéticas que estão na sequência das bases nitrogenadas. Nesse sentido, vale frisar que os genes também agregam sequências de nucleotídeos responsáveis para a síntese de outros tipos de RNA.

Importância do genoma para os seres vivos

Na biotecnologia, o genoma é responsável por armazenar todos os dados transmitidos entre uma geração e outra de seres vivos. Estes dados se encontram em um organismo específico, por meio de uma linguagem de códigos, conhecida como DNA.

Nesse sentido, o genoma é uma espécie de roteiro molecular que contém todas as orientações genéticas, de modo que estas informações acabam por supervisionar a evolução e a atuação de todos os organismos vivos do planeta.

Todavia, conhecer os genes de uma determinada espécie nos traz informações específicas de um ser vivo, além de decifrar os processos naturais que ocorrem com cada ser e até mesmo os genes que trazem doenças.

Pesquisadores analisam material genético.

Nos seres humanos, o genoma é analisado a partir de diferentes testes, feitos para fornecer informações sobre possíveis doenças e riscos de desenvolver tais comorbidades, por exemplo.

Nesse sentido, conhecer o genoma se faz importante para a comunidade científica poder desenvolver estudos acerca da condição humana e de melhorias para a saúde, além de prevenção de casos.

Ter conhecimento do genoma de outros organismos é importante. Essa ação fornece várias respostas para estudos científicos que analisam o processo evolutivo de espécies ao longo da história e das eras geológicas da Terra, por exemplo.

Sequenciamento humano

Em 1990,  o Projeto Genoma Humano teve início. Seu objetivo era determinar a sequência de todas as bases do DNA genômico, identificando e mapeando todos os genes distribuídos nos 23 pares de cromossomos humanos.

Blog do Enem.

As metas incluíam que todos os objetivos fossem alcançados após 15 anos de estudo, porém o projeto foi finalizado em 2003, após 13 anos. Contudo, pesquisas apontam para a descoberta de 3,2 bilhões de nucleotídeos que compõem o genoma humano, além da identificação da função de metade deles.

Todavia, os estudos também descobriram que a sequência do genoma humano é 99,9% parecida em todos os indivíduos. Nesse sentido, o primeiro genoma a ser sequenciado foi o de uma bactéria, em 1995.

Então, o que achou da matéria? Se gostou, leia também: Corpo humano – Organização, células, tecidos, órgãos e sistemas.

Fontes: Brasil Escola, Info Escola, Quero Bolsa, Objetivo

Imagens: Uol, Catraca Livre, Superinteressante, Blog do Enem

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.