História

O que é heresia? História, concepções religiosas e inquisição

O termo heresia – háiresis - é originário do grego que significa escolha ou opção. Esse termo foi ressignificado pelo poder do clero.

Continue lendo após a publicidade

O termo heresia – háiresis – é originário do grego e significa escolha ou opção. Contudo, esse termo foi criado pela igreja católica para denunciar falsas doutrinas. No entanto, o termo heresia pode significar também um contrassenso.

Portanto, no foco religioso, e especificamente em relação ao catolicismo, heresia significa doutrinas teóricas falsas. Assim, são ideias que eram tidas como falsas, diante do Cânone católico.

Assim, a partir desse pressuposto o conceito de heresia na sua origem e essência, eram divergências que se estabeleciam no próprio âmbito do cristianismo. Porém, essas divergências surgiam pelo fato da igreja católica se nomear detentora da ortodoxia.

Heresia e ortodoxia

O que é heresia? História, concepções religiosas e inquisição
Aventuras na História

Neste sentido, a igreja católica utiliza o termo ortodoxia por ter nessa palavra o significado de caminho reto, associado a um pensamento fundador original.

Continue lendo após a publicidade

Portanto, quando se estabeleceu essa diferença entre heréticos e ortodoxos, essa oposição transpassou todo o âmbito temporal da idade média. Assim, desde a alta idade média passando pelo período intermediário medieval  até a baixa idade média, esta oposição se manteve.

Neste sentido, dentre os opositores da igreja católica e os defensores, cada grupo requeria a verdadeira fé. Portanto, o que era defendido por ambos grupos era a verdade de uma doutrina cristã.

Origem do termo heresia pelos católicos

O que é heresia? História, concepções religiosas e inquisição
Aliamça de misericórdia

Vale lembrar que podemos estender o conceito de heresia também para posições não somente religiosas. Portanto, diante de qualquer pensamento ortodoxo, toda opinião contrária é herética.

Porém, o termo heresia no viés religioso já aparece desde o século II por grupos contrários à ordem católica, tanto na vertente oriental quanto ocidental. No entanto, no século V, temos um texto importante de Santo Agostinho, “De Heresibus”.

Continue lendo após a publicidade

Portanto, nesse texto, Agostinho listou 88 heresias. Posteriormente no século VII, santo Isidoro enumerou 77 heresias em seu texto, Etimologias.

O termo heresia faz alusão também ao ato de pegar que alguns teólogos remetem a Adão e Eva que estenderam a mão para pegar o fruto proibido. Assim, nesse ato de Adão e Eva, foi inaugurado o termo heresia como primeira forma de pensamento discordante em relação a Deus.

Heresia no início do catolicismo

O que é heresia? História, concepções religiosas e inquisição
Santhatela

Para Inácio de Antioquia (morto em Roma no século II), a palavra heresia significava falsos profetas, opinião que é concordante em Irineu de Lyon (130-202). Contudo, é importante lembrar que, para esses autores, o herético não era somente aquele que erra, mas também quem induz ao erro.

Porém, existem concepções de heresia que a contrapõe ao conceito de paganismo. Neste sentido, Isidoro de Sevilha, autor também dessa época, alegava que o herético é aquele que erra e se obstina nesse erro. Neste caso, o herético é diferente do pagão, porque conhece a fé cristã, já o pagão ainda não foi cristianizado.

Continue lendo após a publicidade

Contudo, essa diferença conceitual entre hereges e pagãos mudou posteriormente na baixa idade média. Neste período são hereges não somente aqueles que criaram e praticaram formas não aceitas de cristianismo como os Cátaros, por exemplo. São considerados hereges também os pagãos como as bruxas, e pessoas que praticavam o sabbat.

Heresia no século XII

O que é heresia? História, concepções religiosas e inquisição
Aventura na história

A partir do século XII, as práticas heréticas mais graves eram as críticas dirigidas aos sacramentos e as autoridades dos padres, como as feitas pelos cátaros. No entanto, essas críticas eram violentamente combatidas.

Neste sentido, a heresia em sua essência passou a significar desvio da prática religiosa. Assim, a igreja católica combatia fervorosamente as práticas pagãs que derivam da permanência de outras formas de religiosidades. Contudo, essas formas advêm de diferentes culturas integradas à civilização europeia (árabes, moçárabes, cigano etc).

Porém, além dessas formas heréticas surgiu outra nos catálogos de heresias da igreja, a “pregação não autorizada”. Esta nova prática herética foi escrita no decreto “Adbolendum”, promulgado pelo papa Lúcio III em 1184.

Continue lendo após a publicidade

No entanto, os que praticavam tal heresia eram os diversos grupos de valdenses e também os Humiliate. Contudo, o peso dessa heresia era igual aos criticavam os sacramentos e os benefícios dos padres.

Nesse sentido, criticar as funções dos padres era o mesmo que pregar fora dos cânones eclesiásticos. Assim, atribuíam a heresia dos cátaros, por discordarem de questões sutis do catolicismo, mas também a atribuíam aos valdenses pelo ato de pregação indevida.

Duas vertentes de heresia

Apologistas da Fé católica

A primeira vertente de heréticos focaliza para a palavra evangélica pronunciada e pela ação que tem o objetivo de concretizá-la. Portanto, esta crítica volta-se violentamente à decadência da igreja. Essa vertente se relaciona mais com as questões da liberdade de pregar, o que caracteriza os grupos de valdenses.

A segunda vertente são aqueles que questionavam de maneira mais essencial, os fundamentos teóricos e dogmáticos do cristianismo. Neste sentido, originaram novas formas de compreensão da religiosidade. Assim, deram origem a novas práticas que rejeitavam os sacramentos o que o caso dos cátaros.

Continue lendo após a publicidade

Contudo, nessas duas visões havia um traço em comum. Ou seja, a recusa da igreja visível com seu quadro oficial de sacerdote, como detentora do poder da salvação.

Conciliação com os heréticos

Ópera Mundi

Inocêncio III (1198-1216) foi um dos únicos papas que se mostrou aberto às questões de alguns heréticos. Mesmo que esse papa estimulou as cruzadas anticátara ele viu nos dois grupos os dos cátaros e os valdenses algumas diferenças.

Em relação aos cátaros, a oposição era mais grave porque atacava as bases fundamentais do catolicismo, em relação aos valdenses à oposição era mais da ordem disciplinar. Contudo, Inocêncio mostrou-se aberto a receber os grupos que quisessem apresentar um propósito das ações e uma declaração de ortodoxia.

Assim, alguns grupos, se fossem aceitos, poderiam realizar suas pregações livremente. Porém, outros poderiam não ser aceitos e voltarem a ser acusados de heresia. Contudo, alguns grupos de valdenses não conseguiram entrar em acordo com o catolicismo e continuaram a ser declarados hereges.

Continue lendo após a publicidade

A inquisição

Info Escola

No período que se seguiu mais aberto, de certa forma, aconteceu já um momento de maior repressão, com a Santa Inquisição. Portanto, em 1233, por meio dos monges dominicanos a repressão se consolidou com a inquisição aos hereges, praticantes de feitiçaria e aos pagãos.

Porém, a inquisição foi se desenvolvendo no sentido de declarar os maiores perigosos hereges, os pagãos e os que praticam feitiçaria.

Neste sentido, nos séculos XIV e XV os manuais de inquisição conduziram ao argumento de considerar a feitiçaria como a pior heresia. 

Assim, os maiores exemplos dessa diretriz é a prática da inquisição de Bernardo Guy em 1324 e os tratados demonólogos do século XV.  Basicamente, algumas formas de heresias que se destacaram são:

Continue lendo após a publicidade
  • Valdenses: também chamados de valdensianos. Teve origem entre os seguidores de Pedro Valdo por volta de 1173 em Lyon na França
  • Arianismo: originada pelos seguidores de Ário, presbítero cristão de Alexandria.
  • Protestantismo: Uma das três principais divisões do cristianismo, junto com a ortodoxia e o catolicismo.
  • Maniqueísmo: filosofia religiosa sincrética e dualística fundada por Maniqueu filósofo do século III
  • Catarismo: Movimento cristão de ascese extrema criado na Europa ocidental entre 1100 a 1200
  • Pelagianismo: Conceito teológico que negava o pecado original e a corrupção da natureza humana deriva de Pelágio da Bretanha

Gostou da matéria? Se gostou, leia também, Cátaros, o que são? história do catarismo, doutrina e cruzadas.

Fontes: Só Portugues, Significados, Brasil Escola

Imagens: Príncipe da Liberdade, Aventuras na História, aliança de Misericórdia, Santhatela, Apologistas da Fé Católica, Ópera Mundi, Infoescola

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments