Principal » História » O que é positivismo? História, características e conhecimento científico

O que é positivismo? História, características e conhecimento científico

O positivismo retrata a possibilidade de progresso da humanidade por meio do conhecimento científico, da sociologia e da física.

Positivismo

O positivismo defende a ciência como a verdadeira forma de conhecimento. Em síntese, essa corrente filosófica surgiu na França, no início do século XIX, e teve como principais idealizadores os pensadores Auguste Comte e John Stuart Mill.

A partir disso, pode-se seguir por dois caminhos, são eles: a orientação científica e a psicológica. Estas práticas são utilizadas para explicar as leis da física, das relações sociais e da ética.

Dessa forma, vamos aprender um pouco mais sobre positivismo, sua história, características e curiosidades. Ademais, esse pensamento se baseia no progresso constante da humanidade, considerando as Ciências Positivas.

O que é positivismo?

De modo geral, o positivismo se originou do iluminismo, assim foi fundado pelo filósofo e sociólogo Auguste Comte no século XIX. Posteriormente, John Stuart Mill contribuiu para o positivismo, inserindo conceitos éticos de sua teoria do Utilitarismo Moral.

Auguste Comte
Scienze Sociali

Nesse meio tempo, os efeitos da Revolução Industrial, e das crises sociais, foram se espalhando entre os centros urbanos da França, causando fome e desigualdade social. Por conseguinte, uma nova sociedade se formou, mudando todo o cenário social.

Por isso, os pensadores da época utilizaram a teoria positivista e a sociologia de Comte para entender a nova realidade que mudou a vidas das pessoas.

Assim, o progresso moral e científico da sociedade eram apostas de Auguste Comte, considerando a ordem social e o desenvolvimento das ciências.

Dessa forma, o idealizador do positivismo, estabeleceu as sete grandes ciências, sendo elas: Matemática, Astronomia, Física, Química, Moral, Biologia e Sociologia.

Comte baseava a sociologia nas ciências da natureza, principalmente na Biologia e na Física. Além disso, tinha como objetivo descobrir as leis naturais, agindo como um cientista observador. Dessa forma, Comte se apoiava na Lei dos Três Estados.

  • Teológico: quando o homem acredita em deuses ou seres mitológicos, sustentando a crença da criação e manutenção do mundo;
  • Metafísico: Refere-se ao período em que a filosofia desmancha as crenças mitológicas com argumentos lógicos e racionais;
  • Positivo: Quando o ser humano busca explicações fundamentadas, se conecta na observação da natureza ou utiliza a ciência como impulso para o progresso.

A saber, a última etapa se torna possível quando a ciência foi priorizada como fonte de conhecimento.

Características

Antes de tudo, podemos dizer que o positivismo se caracteriza por uma “romantização” da ciência. Dessa forma, a metodologia se baseia na observação dos fenômenos, ou seja, tudo que possa ser comprovado cientificamente.

A partir disso, somente a experiência sensível é capaz de produzir dados concretos, seja por meio do mundo físico ou material. Logo, é importante compreender conceitos como:

Positivismo
Vai de bolsa
  • Filosofia baseada em teorias e leis: O positivismo se relaciona com o movimento iluminista, apoiou a Revolução Francesa e era favorável ao pensamento republicano. Exceto, o caos e a anarquia, estas que freavam o progresso;
  • Doutrina sociológica: Primeiramente, o positivismo se baseia na Lei dos Três Estados. Assim, o estágio mais avançado do desenvolvimento da humanidade é a ciência social.
  • Ciências e industrialização: a industrialização e a tecnologia estão inteiramente ligadas ao progresso da humanidade no positivismo.
  • Doutrina política: O lema “ordem e progresso” estampado na bandeira brasileira é o melhor exemplo da doutrina positivista. Por isso, a ordem, o rigor e empenho são características fundamentais;
  • Religião positiva: No positivismo, a figura de Deus é representada pela ciência. Isto porque, Comte acreditava que na religião baseada na natureza.

Positivismo no Brasil

Você sabia que o lema da bandeira do Brasil se originou do positivismo? Isto porque, o Brasil foi influenciado, em 1889, quando Marechal Manuel Deodoro da Fonseca derrubou o imperador Dom Pedro II, se tornando o presidente do Brasil. Ele forçava uma ordem social com a justificativa de progresso.

Positivismo
BBC

Mesmo assim, o positivismo não durou no Brasil. Ao passo que, a política brasileira ameaçava a democracia e reprimia a liberdade dos cidadãos, assim foi modificada antes do fim da Primeira República, que se tornou regime coronelista, adotando o voto de cabresto.

Curiosidades

  • O lema “Ordem e Progresso” foi inspirada no positivismo;
  • A palavra “altruísmo” foi criada por Comte, representando seu ideal de nova religião;
  • O Transcendentalismo Idealista alemão e o Romantismo são provocadores da reação radical do positivismo;
  • Montesquieu e Jean-Jacques foram os percussores do positivismo na França;
  • A tradição sociológica e filosófica marxista foram os principais críticos das teorias de Comte, inclusive a Escola de Frankfurt;
  • Há disciplinas que se classificam como positivistas, negando qualquer relação com as teorias de Comte.

Por fim, o que achou dessa matéria? Se gostou, confira também: Conhecimento científico – O que é, tipos, características e importância

Fontes: Brasil Escola, Toda matéria, e História do Mundo

Imagens: Filosofia na Escola, Scienze Sociali, Vai de bolsa, e BBC

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.