O que é prosa? Definição, características e exemplos de prosa

Prosa é um texto natural, sem rima ou ritmo. É o tipo de linguagem mais utilizada no dia a dia por ser objetiva e simples.

A prosa é a estrutura básica de um texto. Em outras palavras, é o texto corrido. Dessa forma, ela representa uma forma de escrita natural, linear, objetiva e uma linguagem contínua. A palavra prosa é oriunda do latim e significa “discurso em linha reta”.

A prosa está presente nos mais diversos tipos de escrita e gêneros textuais, bem como: romances, contos, fábulas, novelas, textos jornalísticos, textos acadêmicos, artigos de opinião e entre outros. Por ser uma linguagem do dia a dia, ela está presente no cotidiano.

Logo, demonstra raciocínios e pensamentos, conta histórias, expressa ideias e explica situações. Uma característica forte da prosa é a importância que se dá para a clareza do texto. Além disso, outras características são: a divisão em parágrafos, não padronizado ou estruturado e faz uso de uma linguagem denotativa e literal.

Tipos de Prosa

Como a prosa está presente em diversos gêneros textuais, é normal que haja mais de um tipo. Dessa forma, ela pode ser dividida em narrativa/literária e demonstrativa/não-literária.  Veja exemplos:

 Narrativa

O que é prosa? Definição e exemplos de tipos de prosa
Narrar uma história

Neste caso, os textos podem ser históricos ou de ficção. O objetivo principal é narrar uma história e suas ações. No primeiro caso, a prosa narra fatos históricos e no segundo, narra uma história inventada, ou seja, de ficção com a criação de personagens.

Nesse ínterim, a prosa narrativa pode estar presente em contos, histórias, fábulas, novelas e entre outros. Uma ajudinha para fixar o conteúdo é lembrar que o primeiro contato que nós tivemos com a prosa narrativa foi através dos contos de fada, desde a infância.

Demonstrativa

Textos jornalísticos
Demonstrativa através de textos jornalísticos

Ao contrário da prosa narrativa, que busca narrar um evento ou acontecimento, os textos corridos demonstrativos possuem o intuito de passar adiante um conhecimento, ou seja, explicar para o outro alguma coisa.

A forma utilizada neste tipo de prosa é didática, afinal o intuito é transmitir informações. Tal modelo costuma ser utilizado em relatórios, textos jornalísticos e técnicos.

Relação com a poesia

Poesia
Fonte: Leitor Cabuloso

Em suma, a palavra poesia é oriunda da língua grega e significa ato de criação. Com isso, os poemas são criados com modificação de palavras para melhorar a musicalidade e ritmo do texto. Afinal, os poemas são feitos para serem lidos em voz alta.

A principal divergência existente entre a prosa e a poesia é a presença de musicalidade na poesia. Além disso, há outras diferenças, como por exemplo:

  • Na prosa o foco maior é no mundo exterior, já na poesia é no mundo interior;
  • A prosa utiliza parágrafos e a poesia estrofes;
  • Na prosa o texto é corrido, na poesia ele é em versos;
  • A linguagem da prosa é objetiva e denotativa, com um estilo livre e direto. Já na poesia, a linguagem é subjetiva e conotativa, com rima e ritmo.

Prosa Poética

A prosa poética é o nome dado a um texto que possui a estrutura de uma prosa, mas traz consigo características presentes na poesia. Em outras palavras, é um texto corrido que apresenta uso de figuras de linguagem, visão lírica da realidade, musicalidade, expressão de sentimentos e uma linguagem subjetiva e conotativa.

Em suma, a obra “Grande Sertão Veredas”, de João Guimarães Rosa, é um grande exemplo de prosa poética na literatura brasileira. Confira um trecho da obra a seguir:

  • “Reze o senhor por essa minha alma. O senhor acha que a vida é tristonha? Mas ninguém não pode me impedir de rezar; pode algum? O existir da alma é a reza… Quando estou rezando, estou fora de sujidade, à parte de toda loucura. Ou o acordar da alma é que é?” 

Poema em Prosa

Por outro lado, nem sempre um poema precisa necessariamente estar em versos. Tais exceções são denominadas: poema em prosa. Sendo assim, são textos menores que os de prosa poética mas há o predomínio de função poética.

Portanto, em curtos trechos conseguem utilizar das figuras de linguagem utilizadas na poesia e apresentam. Para entender melhor, veja um exemplo a seguir:

Pousada

“Você sofria de amor, quem não via? Casta e recatada como a ilha em face da pousada, você lia, você sofria, você amava. Ou quem sabe nem amava mais, tão exausta andava, mal caminhando até a praia. Com o mar a morrer-lhe aos pés, você não lia, não sofria, não amava. Você pousava.”

(Airton Paschoa, Nove poemas em prosa)

Prosa No Brasil

Como dito anteriormente, a prosa está inserida no nosso cotidiano. Mas afinal, você sabe qual foi a primeira vez que foi escrito em texto em prosa no Brasil? A resposta é: a Carta de Pero Vaz de Caminha. Nesse ínterim, o documento é, na realidade, uma crônica, com uma riqueza de metáforas que formam uma prosa literária.

Romantismo
Prosa no Romantismo – A moreninha

Leia um trecho da carta:

  • “De ponta a ponta é toda praia… muito chã e muito formosa. Pelo sertão nos pareceu, vista do mar, muito grande; porque ao estender os olhos, não podíamos ver senão terra e arvoredos (…). Até agora não pudemos saber se há ouro ou prata nela, ou outra coisa de metal, ou ferro; nem lha vimos.”

Contudo, mesmo surgindo uma prosa bem no início na colonização no Brasil não significa que se tornou algo comum. Por um bom tempo no período colonial não existiam prosas.

Entretanto, as mesmas foram ganhando espaço no século XIX, com a obra “A Moreninha”, escrita por Joaquim Manuel de Macedo, que é muito estudada nas escolas até os dias atuais.

Bem como, outras publicações foram surgindo e com isso, o início da prosa brasileira. Como a maioria dos textos eram romances, tal período ficou conhecido como Romantismo.

Uma das principais características eram os romances divulgados por partes e em folhetos, sendo publicados semanalmente. Sendo assim, tal formato ficou conhecido como folhetim.

O que achou da matéria? Se gostou, leia também: Origem da Literatura Brasileira – Contexto histórico e sistema literário

Fontes: Norma Culta, Toda Matéria e Mundo Educação

Imagens: Grupo Escolar, A Televisão, Toda Matéria, Leitor Cabuloso e Canal do Ensino

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.