Principal » História » Ostracismo – O que foi, como funcionava e como influenciou a Grécia

Ostracismo – O que foi, como funcionava e como influenciou a Grécia

O ostracismo de Atenas foi um mecanismo polítoco utilizado para exilar acusados e garantir a manuntenção e defesa da democracia

Ostracismo - O que foi, como funcionava e como influenciou a Grécia

Ao consultar o dicionário, ostracismo é definido como a condenação política que bania qualquer cidadão suspeito de Atenas por dez anos. De fato, essa é a definição simples e resumida. Mas o que realmente foi o ostracismo?

Para estudar a história da Grécia Antiga, é importante ter atenção para as diferenças políticas entre cada uma das cidade-estado. Ainda que todas fizessem parte de uma civilização que abordamos em um só contexto, todas tinham suas peculiaridades. Entenda mais sobre as diferenças entre as cidade-estado desse período.

Em Atenas, a instalação da democracia contou com uma mobilização de membros da aristocracia. Isso porque a classe se recusava a perder os privilégios conquistados. Nesse cenário, no início do século VI a.C. o direito de participação política para a população foi ampliado pelo legislador Sólon.

Tiranias

Ostracismo - O que foi, como funcionava e como influenciou a Grécia
Encyclopedia Brittanica

Eventualmente, as disputas entre os grupos do cenário político de Atenas viu o crescimento das tiranias. Ou seja, governos impostos por golpes, com líderes que ignoravam intervenções de outras autoridades. Nesse período, governaram Pisístrato (561 – 527 a.C.), Hiparco e Hípias (527 – 510 a.C.) e Iságoras (510 – 508 a.C.).

Apesar da tirania, os governantes tinham apoio dos aristocratas de Atenas. Além disso, eles eram contra ações ou movimentos que buscassem aumentar a atuação de outros cidadãos. Isso chegou ao fim, no entanto, quando Iságoras não suportou a pressão popular.

O tirano pediu apoio dos aristocratas espartanos. Logo um conflito foi estabelecido, mas os espartanos acabaram expulsos de Atenas.

Origem do ostracismo

Ostracismo - O que foi, como funcionava e como influenciou a Grécia
Educalingo

A expulsão dos espartanos aconteceu sob a liderança de Clístenes. Eventualmente, ele promoveu uma série de reformas a fim de restabelecer e proteger a democracia ateniense. Uma das ações propostas, foi a criação do ostracismo (ostrakón).

O ostracismo era uma forma legítima de atuação contra indivíduos acusados de ameaça à democracia. Sendo assim, um acusado perdia todos os seus direitos políticos e ainda precisava ser exilado por dez anos. Conheça mais detalhes da democracia ateniense.

O nome ostracismo foi definido por conta da forma como a punição era definida. Primeiramente, os cidadãos de Atenas se reuniam numa assembleia com mais de seis mil membros. Então, cada um escrevia o nome dos acusados em pedaços de cerâmica que lembravam ostras. Se alguém tivesse o nome citado mais de seis mil vzes, era condenado pelo ostracismo.

Funcionamento do ostracismo

Ostracismo - O que foi, como funcionava e como influenciou a Grécia
Avança Brasil

O número de votos exigidos para o ostracismo era algo. Isso porque o sistema tentava evitar complôs e manipulações contra acusados. Sendo assim, o ostracismo servia para evitar golpes e garantir a democracia, não para dar condições a golpes.

Um acusado ao ostracismo tinha todas as suas propriedades guardadas pelo Estado. Além disso, a família do cidadão era protegida de qualquer tipo de retaliação. Ao fim dos dez anos de pena, o ostracizado podia retornar e recuperava seus direitos.

O ostracismo podia ser utilizado em casos variados de corrupção. Isso aconteceu com o escultor Fídias, com o filósofo Sócrates e inclusive com Péricles, o pai da democracia. Fídias foi acusado do roubo de ouro que deveria ser utilizado para construir obras em Atenas. Já Sócrates, foi acusado de corromper jovens com suas aulas de filosofia. Leia mais sobre a história da Grécia Antiga.

Fontes: Dicio, Brasil Escola, História do Mundo

Imagem de destaque: Primeiro Conceito

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.