Qual a diferença entre poema e poesia?

A grande diferença entre poema e poesia é que o poema é um texto literário em versos enquanto a a poesia é um gênero lírico verbal ou escrito

A grande diferença entre poema e poesia é a estrutura e o conteúdo. Isso porque o poema é uma estrutura textual, que pode ser escrito em versos, com metrificação ou não, com rimas ou não.

Por outro lado, a poesia está relacionada ao conteúdo do texto. Sendo assim, a poesia é caracterizada pela plurissignificação, ambiguidade e estranheza.

Ou seja, o poema é um texto literário escrito em versos, que são distribuídos em estrofes. Sendo que os versos podem ser regulares, brancos ou livres.

Enquanto isso, a poesia é um gênero lírico verbal ou escrito, presente em narrativas, prosas, poemas, pinturas, filmes e etc.

O que é poesia?

Para entender a diferença entre poema e poesia, vamos entender primeiro o que é a poesia. Em síntese, a poesia é um gênero lírico que pode ser verbal ou escrita.

Portanto, a poesia pode estar presente em vários tipos de obras, tais como: pinturas, narrativas, poemas, prosas, canções, filmes e até mesmo em peças publicitárias.

Em resumo, a palavra poesia é derivada do grego poiesis, que significa “atividade de produção artística” ou “criar” e “fazer”.

Ou seja, a poesia não está só no poema, mas se manifesta de diversas formas. Por exemplo, a poesia pode estar em paisagens e objetos. Portanto, a poesia não se limita à escrita.

Na verdade, a poesia é tudo o que usa recursos especiais para expressar significados. Por exemplo, estes recursos podem ser sentimentos, ritmos, rimas, aliteração e metáforas, cores, sons e etc.

Enfim, algumas características comuns observáveis são:

  • Expressão de ideias

  • Conotação

  • Conteúdo enigmático

  • Linguagem subjetiva

  • Presença de um eu lírico

  • Manifestação de emoções

  • Múltiplas possibilidades de interpretação

  • Capacidade de provocar estranheza

Quais são os tipos de poesia?

Em síntese, os tipos de poesia existentes, definidos com base no conteúdo da poesia lírica, são:

1- Elegia

Primeiramente, elegia são acontecimentos tristes ou temática da morte.

2- Écloga

Em contrapartida, a écloga envolve elementos pastoris, campesinos e bucólicos.

3- Ode

Em resumo, ode é a exaltação de valores nobres ou homenagem a algo ou alguém.

4- Epitalâmio

Epitalâmio é a celebração do casamento.

5- Sátira

Em síntese, a sátira é a ridicularização de algo ou alguém.

6- Madrigal

Por fim, madrigal são os elementos pastoris e heroicos.

Exemplos de poesia

Confira abaixo alguns exemplos de trechos de poesias de autores consagrados:

2- Descreve o que era naquele tempo a cidade da Bahia de Gregório de Matos (Poemas escolhidos de Gregório de Matos)

A cada canto um grande conselheiro,
Que nos quer governar cabana e vinha;
Não sabem governar sua cozinha,
E podem governar o mundo inteiro.

Em cada porta um bem frequente olheiro,
Que a vida do vizinho e da vizinha
Pesquisa, escuta, espreita e esquadrinha,
Para o levar à praça e ao terreiro.

[…]

Estupendas usuras nos mercados,
Todos os que não furtam muito pobres:
E eis aqui a cidade da Bahia.

2- Écloga I: Os maiorais do Tejo de Cláudio Manuel da Costa (Obras poéticas de Glauceste Satúrnio)

Eu canto os dois Pastores
Que o Tejo cristalino
Na bela margem viu: canto o divino
Assunto dos amores,
Que de inveja, e de agrado
O céu, a terra, o mar tem namorado.

Também das Ninfas belas,
Que Amor viu abrasadas,
Os números entoo: se entre aquelas
Cadências delicadas,
Rude o som de meu canto
Se faz digno, Senhor, de obséquio tanto.

[…]

O que é poema?

Por fim, para você entender a diferença entre poema e poesia, resta saber o que é um poema. Em resumo, o poema é o produto da poesia e sempre apresenta versos.

Sendo que os versos compõem as estrofes. Além disso, uma estrofe pode apresentar um ou mais versos.

Os versos podem ser regulares (com metrificação e rimas), brancos (com metrificação e sem rimas) ou livres (sem metrificação e sem rimas). Um poema também pode ter rimas ou não.

Portanto, observando essas características você consegue saber se o texto é um poema ou não.

Além disso, na prática, convencionou-se dizer que tanto o poema quanto a poesia são textos feitos em versos, que são as linhas que constituem uma obra desse gênero. Sendo assim, essa é a semelhança do poema para a poesia.

Enfim, algumas características dos poemas são:

  • Apresenta versos

  • Os versos compõem estrofes

  • O poema é um produto da poesia

Tipos de poema

Existem três tipos de poema:

1- Poema épico

Também conhecido como narrativo, este tipo de poema tem como foco figuras míticas ou heroícas.

2- Poema dramático

Poemas dramáticos são aqueles escritos para serem encenados.

3- Poemas líricos

Por fim, os poemas líricos descrevem os sentimentos e pensamentos do poeta.

Exemplos de poema

A seguir, algumas obras de artistas relevantes para a história vão, enfim, dar uma noção básica da diferenciação de cada tipo explicado no tópico anterior.

Preste bem a atenção, portanto, nos versos empregados, na narrativa, no eu lírico presente nos poemas e, principalmente, como juntas fazem parte da poesia. Enfim, confira os exemplos:

1- Exemplo de poema épico: ILÍADA

“Canta-me, ó deusa, do Peleio Aquiles

A ira tenaz, que, lutuosa aos Gregos,

Verdes no Orco lançou mil fortes almas,

Corpos de heróis a cães e abutres pasto:

Lei foi de Jove, em rixa ao discordarem

O de homens chefe e o Mirmidon divino.

Nume há que os malquistasse? O que o Supremo

Teve em Latona. Infenso um letal morbo

No campo ateia; o povo perecia,

Só porque o rei desacatara a Crises.

Com ricos dons remir viera a filha

Aos alados baixéis, nas mãos o cetro

E a do certeiro Apolo ínfula sacra”

(A Ilíada de Homero, poeta da antiga Grécia)

2- Exemplo de poema dramático: AUTOPSICOGRAFIA

O poeta é um fingidor.

Finge tão completamente

Que chega a fingir que é dor

A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,

Na dor lida sentem bem,

Não as duas que ele teve,

Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda

Gira, a entreter a razão,

Esse comboio de corda

Que se chama coração.

(Autopsicografia de Fernando Pessoa)

3- Exemplo de poema lírico: A  HELEN

Helen, tua beleza é para mim

Como as antigas barcas de Niceia

Que lentas pelo olente mar sem fim

Traziam o rude réprobo enfim

De volta à nativa areia.

Vaguei em desespero e peripécia;

Clássica a face, de jacinto a coma,

Eis que teu ar de náiade me toma

Para a glória que era a Grécia

E a grandeza que foi Roma.

Eia! De pé, à luz de teu balcão,

Vejo-te como a estátua de uma infanta

Com a lâmpada de ágata na mão

Ah! Psique que vens da região

Da Terra Santa.

(A Helen de Edgar Alan Poe)

LEIA MAIS

O que é e como se faz um Acróstico?

O que é palíndromo? 100 palíndromos de palavras, frases e nomes

Estrofe: o que é, classificação, métrica e estrutura do poema

Tipos de prosa: definição, classificação e exemplos

Poemas de forma fixa: tipos e exemplos de textos

Epopeia, o que é? Origem, características e principais exemplos

Fontes: Cola da web, Diferença, Brasil escola, Clube de autores, Estudo prático. Toda Matéria, Gaveta do Ivo, Escola e Educação, Figura de Linguagem, e, por fim, Nova Escola.

Bibliografia:

  • PETRIN, Natália Poema e poesia: qual a diferença? Qual a diferença? 2015 Acesso em: 3 abril de 2020.
  • DIANA, Daniela Epopeia [20–] Acesso em: 3 abr 2020.
  • BARROSO, Ivo AS DUAS (OU TRÊS?) HELEN(A)S 2013 Acesso em: 3 abr. 2020.
  • SOUZA, Warley “Poesia” Brasil Escola Acesso em 06 de outubro de 2022.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.