Saúde

Você sabe por onde anda o Ebola?

Há quanto tempo você não ouve falar no Ebola? Temos notícias boas sobre o vírus. Confira!

Por Editor

Continue lendo após a publicidade

Desde o primeiro surto da doença Ebola, a imprensa do mundo todo noticiou e ficou em cima de soluções. Mas, o tempo passou e o assunto deu uma sumida. Você sabe por onde anda o Ebola? A doença já causou a morte de mais de 11.000 pessoas na África Ocidental, principalmente na Libéria, Guiné e Serra Leoa, segundo relatos da BBC News.

Hoje, é um muito bom poder informar que estes três países, que antes estavam no centro dessa epidemia mortal, acabaram de atingir uma meta de ter a primeira semana sem novos casos de ebola, isso considerando os dados desde o surto em março do ano passado (2014).

Mesmo que o número de novos casos tenha caído significativamente desde o início de 2015, esse último surto continua sendo a pior epidemia de Ebola na história. Analisando os dados é possível constatar que a doença já matou cinco vezes mais pessoas do que todos os outros surtos de Ebola ao longo da história somados. A explosão na transmissão do ebola dessa última vez pode ser explicado por fatores, a exemplo algumas práticas culturais, bem como o tratamento do recém-falecido por familiares. Dificultaram a situação também a infra-estrutura médica insuficiente e o diagnóstico complexo, que permitiu a infecção inicial em uma pequena vila guineense.

O que a Organização Mundial da Saúde (OMS) diz sobre isso?

Ebola
Criança sendo socorrida com Ebola, uma cena cada vez menos frequente no mundo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que todos devem permanecer cautelosos e vigilantes. Basta apenas um novo caso detectado sem o devido tratamento para que uma nova epidemia se espalhe. O tempo de incubação do vírus – o tempo entre a infecção e o surgimento de sintomas – é de 21 dias. Dessa forma foi necessário um período equivalente do dobro desses dias para confirmar com precisamente que o vírus ebola tinha sido erradicado.

Continue lendo após a publicidade

Como o relatório da OMS menciona, o trabalho árduo de milhares de profissionais médicos e voluntários, juntamente com um esforço de colaboração internacional, é a razão que este anúncio pode ser feito hoje.

Como surgiu o ebola?

virus-ebola-virion-original

Os primeiros casos oficiais registrados de vítimas mortais do Ebola aconteceram na África Central, em 1976. As suspeitas são de que seres humanos foram contaminados com cadáveres de macacos. Apesar de não ainda ser incerto a origem do Ebola, é sabido que o vírus está presente em certas espécies de morcegos que não desenvolvem a doença, mesmo assim conseguem transmiti-la.

Após a contaminação, os humanos são capazes de transmitir entre si o vírus até mesmo por meio da saliva. Também pode ocorrer transmissão via sangue ou qualquer secreções corporais, como sêmen ou suor. O Ebola não tem cura. Por isso, é de fundamental importância cuidar da transmissão do vírus. Uma das maneiras mais eficazes que esse tratamento tem ocorrido é com a internação dos pacientes, onde pode contar com o uso de roupa de proteção especial.

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments