Ciências

Pressão atmosférica, o que é? Definição e variações de pressão

Pressão atmosférica é a força exercida pela massa de gases da atmosfera em uma superfície. Não tem valor constante e sofre alterações.

Continue lendo após a publicidade

Quando falamos em pressão atmosférica, estamos nos referindo à força do ar sobre a superfície terrestre. Como sua existência está relacionada à gravidade e sua influência sobre moléculas de gás, a pressão atmosférica sofre variações de acordo com a temperatura e a altitude, por exemplo.

Nesse sentido, essas variações de pressão atmosférica são responsáveis pela propagação dos ventos, que se deslocam de zonas de alta pressão para as zonas com ocorrência de baixa pressão. Todavia, a pressão atmosférica também é conhecida como pressão barométrica e as unidades de medidas mais comuns são o atm (atmosfera) e o pascal (Pa).

O aparelho usado para medição é o barômetro e foi inventado pelo físico e matemático Evangelista Torricelli, em 1643. O instrumento é semelhante a um termômetro, entretanto possui finalidade diferente. A unidade usada para medir a pressão neste instrumento é conhecida por bar.

O que é pressão atmosférica?

Pressão atmosférica é a força exercida pela massa de gases da atmosfera sobre uma superfície qualquer. Seu valor não é constante, podendo variar de acordo com a altitude, além de influenciar na temperatura de um determinado local.

Continue lendo após a publicidade
Pa
O barômetro é o instrumento usado para medir a pressão atmosférica.

A pressão pode ser calculada a partir da razão entre a força e a superfície. Assim, temos a fórmula:

P=F/A

As unidades usadas são o atm (atmosfera) e o Pa (pascal). De acordo com os cálculos, 1 atm é equivalente a 1,01.105 Pa. Uma outra equação também é usada. Confira:

P = d.g.h

Continue lendo após a publicidade

Assim, a pressão exercida por um fluido, como o ar atmosférico, pode ser calculada a partir da multiplicação entre as variantes densidade (d), gravidade (g) e altura (h).

Pressão atmosférica e a altitude

Ao compararmos a atmosfera a um fluido, compreendemos que a pressão exercida sobre os corpos presentes na atmosfera depende da profundidade em que eles se encontram. Nesse sentido, a maior pressão atmosférica é encontrada em áreas com alturas iguais ou menores do que o nível do mar.

Em outras palavras, quanto maior a altitude, menor a pressão atmosférica. Isso acontece porque a força da gravidade influencia mantendo a maior parte do ar próxima à superfície. Nesse sentido, pode-se dizer que regiões mais altas possuem o ar rarefeito, com menos densidade.

altitude e pressão
Significados.

Ao nível do mar, seu  valor é de 1 atm, equivalente a 101.235 Pa. Em outras palavras, pode-se dizer que no nível do mar a pressão atmosférica tem força de 101.235 N por cada metro quadrado de superfície.

Continue lendo após a publicidade

Variações de pressão de acordo com a temperatura

A temperatura é um fator decisivo para variações, pois quando as substâncias encontram-se mais frias as moléculas agrupam-se e, quando estão mais quentes as moléculas tendem a se afastar.

Nesse sentido, lugares com temperaturas menos elevadas apresentam moléculas de ar unidas e mais densas, o que traz aumento de pressão. Da mesma maneira, quando as temperaturas aumentam as partículas se afastam. Todavia, a pressão atmosférica diminui.

Então, o que achou da matéria? Se gostou, leia também: Lei de Dalton, o que é? Definição, teoria e mistura gasosa.

Fontes: Brasil Escola, Toda Matéria, Mundo Educação

Continue lendo após a publicidade

Imagens: Veja, Mundo Clima, Significados, We love geography

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments