História

Rapa Nui – Quem é esse povo, história e a ilha de Páscoa

Rapa Nui foi a primeira população a habitar a ilha de Páscoa, conhecida como um dos pontos mais distantes e misteriosos do planeta.

Continue lendo após a publicidade

Rapa Nui é uma civilização nativa que habitava a Ilha de Páscoa, localizada no oceano pacífico. Este lugar tem em suas terras grandes mistérios guardados e foi descoberta em 1722. As histórias mais recorrentes giram ao redor do período Ahu Moai, época em que os nativos construíram enormes estátuas de pedra.

A ilha existe até hoje e sua população tem cerca de 60% de seus moradores com descendências dos Rapa Nuis. Nenhum deles de origem pura. As obras de arte feitas pelos povos da época são representações de seus antepassados, porque eles acreditavam que estes iriam proteger o povoado.

O povo Rapa Nui

A princípio, tudo começou com um sonho. Hoto Matu’a, um dia, sonhou com um lugar ideal para morar e este lugar era idêntico a Ilha de Páscoa. Após ter revelado o seu desejo, o rei ordenou que 70 soldados fossem em busca do lugar revelado.

Como previsto, seus homens encontraram o tal lugar e tudo começou quando um dos soldados avistou uma tartaruga. Para chegar nas terras descobertas, tiveram que seguir o animal até que se depararam com a Ilha de Páscoa.

Continue lendo após a publicidade

Visto então o local indicado, o próximo passo foi a construção de canoas com o intuito de voltar e buscar o rei Hoto Matu’a. Quando todos já habitavam a ilha, os 6 filhos do rei ficaram responsáveis por formar as principais tribos da região. Com isso, a família colonizou Rapa Nui, sendo Hotu Matu’a o primeiro rei existente do local.

A organização social e política do povo se baseava nas distribuições de cargos como: reis, aristocratas, importantes sacerdotes, guerreiros, refugiados e escravos. Cada um detinha alguma função para que o povo se desenvolvesse e desempenhasse cada qual uma função.

Mas, o que mais chama atenção da população de Rapa Nui são as esculturas esculpidas em pedras. Estas formas construídas é uma mostra da devoção e respeito por seus ancestrais. Além disso, as representações revelam características de sua cultura.

A ilha de Páscoa

Rapa Nui e a ilha de Páscoa
Mapa da ilha de Páscoa – Fonte: Todo estudo

A Ilha de Páscoa está localizada, sobretudo, em território chileno, 3700 km distante das Américas. Suas terras ficam famosas por conter cerca de 900 estátuas e, hoje, é um importante sítio arqueológico. A região é composta por 3 vulcões foi modela de acordo com as erupções e por outros fatores naturais.

Continue lendo após a publicidade

Portanto, ao char a ilha, uma das primeira coisas vistas são as rochas de origem vulcânicas. Suas terras são extremamente ricas e férteis. Esse, no entanto, é um dos motivos para que ocorresse a migração dos povo Rap Nui para, mas apesar de ser um bom lugar de plantação, o território não é muito extenso.

Outro fator importante é a o climático. A ilha não tem condições tão favoráveis para habitação. Os ventos forte, por exemplo, dificultam o cultivo. O clima quente da região também impede a abundação de peixes e formação de corais. Mas, com todas as dificuldade, moraram mais de 15 mil pessoas que com muita criatividade resolveram o problema.

Os Moais

Rapa Nui e a ilha de Páscoa
Moai com um pukao – Fonte: Renata Viaja

Os moais são estátuas de pedra construídas em função da adoração e respeito dos Rapa Nui pelos seus ancestrais. Essas grandes estruturas chegam a pesas mais de 70 toneladas e são enormes alcançado até 7 metros de altura. Essa medida é maior que uma casa.

O processo de fabricação era, portanto, muito difícil devido o seu tamanho e peso. Para ter um bom resultado os moais eram construídos deitados e, após finalizar a parte da frente, algumas pedras arredondas eram colocadas por baixo para ser mais facilmente deslizada a estrutura.

Continue lendo após a publicidade

Quando, enfim, estivesse em pé, os escultores partiam para moldar a parte de traz da estátua. Eram necessários muitos homens, normalmente escravos, para levantar a estrutura. O material mais usado para esculpirem eram as pedras de origem vulcânica.

Rapa Nui e a ilha de Páscoa
Plataforma de Moais – Fonte: Super interessante

Por último, uma curiosidade a respeito dos moais é que suas faces eram voltadas para cada clã. Seus detalhes são também expressam a hierarquia dentro da civilização. Não eram, portanto, qualquer um que ganhava esse homenagem, somente os nobres. As coroas vermelhas em suas cabeças mostravam bem isso.

Fim da era Ahu Moai e a guerra entre os Rapa Nui

Rapa Nui e a ilha de Páscoa
Rapa Nui Fonte: Blog do professor Clebinho

Após 800 anos de existência, o povo Rapa Nui enfrentaram problemas de recursos naturais. A terra não estava mais tão propícia para cultivo e diminuiu a cada dia a fonte de alimento. Com as construções, sobretudo, foram se esgotando a exploração do ambiente causou o esgotamento dos materiais.

Consequentemente, com a escassez de alimentos, os clãs começaram a lutar entre si e o símbolo da derreto era, claro, o derrubamento do Moai da tribo. Com as estruturas no chão o simbolismo também chegou ao fim, porque os nativos não acreditavam mais na proteção dos seus ancestrais, revelando as condições frágeis que viviam.

Continue lendo após a publicidade

Redução populacional dos Rapa Nui

Rapa Nui e a ilha de Páscoa
Fonte: Mar sem fim

Como vários outros continentes, a Ilha de Páscoa foi descoberta pelos europeus em 1722. O contato com o exterior trouxe a dizimação de vários nativos, porque com as embarcações e a tripulação europeia vieram também doenças. Os colonizadores viram nos povos a oportunidade de escravização.

Por fim, essas ocorrências, no entanto, impactaram tanto a população que sua redução foi assustadora, caindo de 15 mil para 111 pessoas com origem pura dos Rapa Nui. Com a violência e fome, a civilização começou a praticar o canibalismo.

Leia também sobre as 7 ilhas mais distantes e isoladas do planeta.

Fontes: Isto é, História do mundo, Vamos pra onde. Istoé, InfoEscola, Aventuras na História.

Continue lendo após a publicidade

Fontes imagens: Renata viagens, Super interessante, Todo estudo, Mar sem fim, Blog do professor Clebinho.

Próxima página »

Comentários

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments