História

Revoltas Camponesas: causas e principais consequências

Um dos motivos pelas revoltas camponesas acontecerem foi a chegada da Peste Negra, além dos feudais que cobravam altos impostos.

Continue lendo após a publicidade

Esse foi um momento difícil e que marcou o período medieval na Baixa Idade Média. O motivo foi a mudança realizada pelos feudais que gerou revoltas camponesas. Os trabalhos agrários diminuíram de uma forma gritante. Além disso, o rendimento por manufaturas movimentou os comércios por aumentar o fluxo de moedas.

Devido à movimentação de moedas, no século XII, na Europa, os senhores feudais já não queriam receber mais com produções de cultivos de terra. Como arroz e grãos, por exemplo. Sendo assim, cobravam moedas. Essa forma de pagamento também não era fácil para os camponeses.

Essas alterações no cotidiano feudal e dos servos também acarretou uma série de problemas. Ou seja, complicações econômicas e na saúde dos europeus.

Peste Negra foi um dos ganchos para a revolta camponesa

Ciencia y Biologia

A produção agrícola já estava altamente prejudicada por razões climáticas. Isso aconteceu já no fim do século XIII. Com isso, a exploração de trabalho nas terras feudais aumentou. Por isso, os camponeses não conseguiam ter tempo para cuidar de seus próprios campos. Ademais, houve a chegada da Peste Negra entre 1340 e 1350.

Continue lendo após a publicidade

Também conhecida como peste bubônica, a doença contaminou mais da metade da população europeia. Além disso, dentre os contaminados 70% morreram. A peste surgiu na Ásia e se propagou para a Europa através de estrangeiros. Era totalmente contagiosa. Sua forma de transmissão era por vias respiratórias.

Os curandeiros acreditavam que se usassem roupas de couro a doença não os penetrava. Ademais, parentes dos mortos passaram a queimar os corpos. E também os pertences para evitar a propagação da peste.

Portanto, com a quantidade de vítimas a mão de obra também diminuiu. Esse efeito gerou uma desestrutura na economia e também outras revoltas de classes contra as pessoas que exploravam.

Revoltas Camponesas no Século XIV

Construindo História Hoje

Por conta dessa sequência de desastres, os camponeses se rebelaram para reivindicar melhorias. Em 1350, na França, por exemplo, as revoltas dos camponeses atingiram campos e cidades com a rebelião nomeada como “jacqueries”. A palavra francesa significa simples. Sendo assim, seria o símbolo para a classe mais baixa.

Continue lendo após a publicidade

Já em 1358, os feudais sofreram diversos e intensos ataques realizados por grupos de “jacqueries”. Representantes da ordem nobiliárquica foram assassinados. Contudo, cerca de 20 mil camponeses franceses também morreram durante a revolta.

Inglaterra

Revoltas Camponesas
Curious

Em 1381, John Ball e Walt Tyler reuniram um “exército” de camponeses para dominar duas cidades da Inglaterra. Essex e Kent.

A reivindicação era pela diminuição dos impostos, contra a fixação de salários e também abolir a permanência obrigatória dos servos em uma determinada propriedade. Em seguida, foram para Londres. Lá os camponeses foram recebidos pelo rei após uma série de destruição de edifícios para chamar sua atenção.

No fim, as revoltas foram derrotadas. No entanto, esse movimento foi o começo para o fim do feudalismo e a servidão na Europa Ocidental. Portanto, os camponeses conseguiram viver da remuneração que conseguiam do seu próprio trabalho.

Continue lendo após a publicidade

Então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também: Guerra do Contestado, o que foi? História, causas e consequências

Fontes: Mundo Educação, Brasil Escola, História do Mundo

Imagens: Ciencia y Biologia, Curious, Ricardo Costa, Construindo História Hoje

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments