Física & Química

Sais: características, tipos, nomenclatura e exemplos

Sais são substâncias formadas a partir da reação de neutralização entre um ácido e uma base, presentes no cotidiano, como o sal de cozinha.

Continue lendo após a publicidade

Compostos químicos são substâncias que encontramos no dia a dia. Os sais, por exemplo, fazem parte do cotidiano de diferentes formas. Ou seja, estão presentes em casa – como o sal de cozinha (NaCI) ou o bicarbonato de sódio (NaHCO3), ou nas escolas, que utilizam giz. Mas, como os sais são formados?

Bem, são substâncias obtidas da reação entre um ácido e uma base. Ou seja, por meio do processo de neutralização ou salificação, essa reação forma sal e água. Com isso, a composição química apresenta um cátion, que se difere do H, além de um ânion, diferente do OH, caracterizada como compostos iônicos.

Sendo assim, pode-se definir os

Características dos sais

Sal de cozinha (NaCl), bicarbonato de sódio (NaHCO3), carbonato de cálcio (CaCO3) e sulfato de cálcio (CaSO4) são alguns exemplos de sais presentes no cotidiano. Este último, por exemplo, é utilizado na fabricação do giz escolar, além do gesso utilizado em diversas áreas.

Continue lendo após a publicidade

Para que um sal possa ser formado, é necessário que haja a reação entre um ácido e uma base. Em outras palavras: HCl(ácido) + NaOH(base) → NaCl(sal) + H2O(água). De forma geral, são compostos formados por íons, e não por moléculas. Por conta disso, são classificados como compostos iônicos.

Sais, o que são? Definição, características, nomenclatura e principais tipos
Reação de neutralização ou salificação do ácido clorídrico (HCl) e hidróxido de sódio (NaOH).

Além disso, uma de suas características é o sabor salgado. Contudo, tirando o sal de cozinha, as demais substâncias quase sempre são venenosas.

De forma geral, os sais também apresentam condução de corrente elétrica quando postos em solução. Com isso, são compostos químicos sólidos, além de cristalinos.

Dependendo da reação com outras substâncias, podem originar outro sal ou, ainda, ácidos, metais e hidróxidos. De acordo com a classificação, são divididos em três tipos diferentes.

Continue lendo após a publicidade

Como classificá-los

Os sais classificam-se de acordo com a reação que os formam. A partir disso, podem ser neutros ou normais, ácidos ou hidrogenossais e básicos ou hidroxissais.

Sal Normal (Neutro)

Visto isso, os sais neutros ou normais são aqueles nos quais ocorre o processo de neutralização total. Mas o que isso significa? Bem, na reação química, todos os H+ do ácido, além dos OH da base, participam do processo. Observe os exemplos na prática:

NaOH (base) + HCL (ácido) → NaCl (sal normal) + H2O

3NaOH(base)+ H3PO4 (ácido) → Na3PO4 (sal normal) + 3H2O

Continue lendo após a publicidade

Já os sais ácidos ou hidrogenossais são aqueles em que a reação de neutralização do ácido ocorre de forma parcial. Ou seja, durante o processo químico, os  H+ do ácido não reagem em sua totalidade, enquanto o hidrogênio do ácido permanece ionizável.

Assim, como resultado final da reação, o sal apresenta quantidade maior de íons de hidrogênio. Observe o exemplo:

NaOH (base) + H2SO4 (ácido) → NaHSO4 (sal ácido) + H2O.

Sais, o que são? Definição, características, nomenclatura e principais tipos
Sal Básico (Hidroxissal)

Enquanto isso, os sais básicos ou hidroxissais são aqueles em que a base reage de forma parcial. Ou seja, caso as hidroxilas apresentem reação parcial, a estrutura química do composto será formada por um sal com uma ou mais hidroxila. Para exemplificar, observe:

Continue lendo após a publicidade

Ca(OH)2 (base) + HCl (ácido) → Ca(OH)Cl (sal básico) + H2O.

Nomenclatura dos sais

A nomenclatura dos sais obedece ao tipo de classificação a que pertencem. Ou seja, os compostos serão nominados de formas diferentes em relação à composição.

Nesse sentido, os sais normais, por exemplo, recebem o nome do ânion do ácido, além do cátion da base. Ou seja, dependendo da terminação “-ídrico, -oso ou -ico“, o nome do sal será composto a partir da substituição de “-eto, -ito ou -ato“, respectivamente.

Em outras palavras:

Continue lendo após a publicidade

Sal = nome do cátion + sufixo do cátion.

Nomenclatura dos sais

Não entendeu? Então, observe os exemplos de nomenclatura:

  • Ácido clorídrico (HCl)+ hidróxido de sódio (NaOH) → cloreto de sódio (NaCl) + água;
  •     ”      nitroso(HNO2) + hidróxido de potássio(KOH) → nitrito de potássio(KNO2) + água;
  • Ácido ortofosfórico (2H3PO4)+ hidróxido de cálcio(3Ca(OH)2 → ortofosfato de cálcio [Ca3(PO4)2] + água (6H2O).

Já os sais ácidos ou hidrogenossais seguem a mesma nomenclatura dos sais normais. Porém, o número de H+ será representado por prefixos, como “mono, dri, tri”, e assim por diante. Dessa forma, temos:

Sal = prefixo referente ao número de H+ nome do ânion + sufixo do nome de cátion.

Continue lendo após a publicidade

Observe o exemplo:

  • Ácido sulfúrico (H2SO4) + hidróxido de sódio(NaOH) → monoidrogenosulfato de sódio (NaHSO4) + água
Sais, o que são? Definição, características, nomenclatura e principais tipos
Estácio

Da mesma forma ocorre com os sais básicos. Porém, o prefixo apresenta-se pelo número de OH– na estrutura. Assim, a nomenclatura é composta por:

Sal = prefixo referente ao número de OH–  + sufixo do nome do cátion.

Veja o exemplo:

Continue lendo após a publicidade
  • Ácido clorídrico (HCl) + hidróxido de cálcio [Ca(OH)2] → monoidroxicloreto de cálcio [Ca(OH)Cl] + água

Exemplos de sais e suas utilizações

Assim como já mencionamos, há diversas formas de utilização dos sais no cotidiano. Porém, esses compostos químicos proporcionam também utilidade em diferentes áreas. Ou seja, são úteis em indústrias, panificadoras, construções, etc.

Utiliza-se bastante, por exemplo, o bicarbonato de sódio (NaHCO3) na composição de medicamentos que funcionam como antiácidos estomacais. Além disso, é comum aplicá-lo na massa de pães, bolos, etc. como fermento. O fermento, por sua vez, auxilia no processo de crescimento do produto, já que dispõe de gás carbônico aquecido.

Giz escolar, carbono de cálcio (CaCO3)

Já a utilização do carbono de cálcio (CaCO3) acontece na composição do mármore, presente em pisos, pias, objetos de decoração. É também usado para fabricação de vidro e cimento em obras de construção. Além do mais, é um dos componentes presentes na produção de porcelana, por exemplo.

Ademais, aplica-se o nitrato de sódio (NaNO3) na fabricação de fertilizantes e ácido nítrico, enquanto utiliza-se o carbonato de sódio (Na2CO3) para equilibrar o PH de corpos hídricos e fabricação de medicamentos antiácidos, fermentos químicos e creme dental.

Continue lendo após a publicidade

E então, o que achou da matéria? Se gostou, confira também o que é um Elemento Químico e quais as características do Carbono.

Fontes: Toda Matéria, Brasil Escola e InfoEscola

Bibliografia:

  • BATISTA, Carolina. Características e Principais Tipos de Sais. [20–]. Disponível em: https://www.todamateria.com.br/caracteristicas-e-principais-tipos-de-sais/. Acesso em: 5 maio 2020.
  • SOUZA, Líria Alves de. “Sais”; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/sais.htm. Acesso em: 5 maio 2020.
  • LUZ, Luiz Molina. Sais. [20–]. Disponível em: https://www.infoescola.com/quimica/sais/. Acesso em: 5 maio 2020.

Imagens: EducaBras, Química Gabriel Pelotas, SlideShare e Gizmodo

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments