História

Século XIX: o que foi, o que aconteceu e como marcou o Brasil e o mundo

O século XIX foi marcado por guerras, revoluções, inovações e pensamentos que marcam a humanidade até os dias de hoje. Relembre esses momentos!

Por P.H. Mota

Continue lendo após a publicidade

Certamente o século XIX foi não só um dos períodos históricos com maior número de acontecimentos bombásticos, como também, revolucionários. Em contraste com séculos anteriores, ele se destaca muito pela evolução tecnológica e pelos conflitos globais.

De antemão, este período aconteceu entre os anos 1801 e 1900. Além disso, essa fase foi marcada por incontáveis mudanças na história do mundo, incluindo revoluções, descobertas, pensamentos críticos e inovações.

Ademais, no globo inteiro ocorreram eventos históricos determinantes, como guerras e declarações de independência. Só para ilustrar, no Brasil tivemos a Revolução de 1848 e a Proclamação da República, em 1889.

No século XIX, o mundo conheceu alguns dos mais importantes pensadores e filósofos da história. Eles foram responsáveis por alterar padrões da época e trazer inovações ao modo de pensar.

Continue lendo após a publicidade

Fatos marcantes no mundo

Século XIX: Pensamentos, fatos, arte e período no Brasil
Encyclopedia Britannica

1801: Eleição de Thomas Jefferson, responsável pela Declaração de Independência dos Estados Unidos.

1803: Início das Guerras Napoleônicas, entre França e Inglaterra.

1811: Venezuela e Paraguai se tornam independentes.

1816: Chegada da missão artística francesa ao Brasil.

Continue lendo após a publicidade

1825: Início da Guerra da Cisplatina, entre Brasil e Argentina, pela disputa do atual território do Uruguai.

1839: Início da Guerra do Ópio, na China.

1861: Início da Guerra Civil Americana, ou Guerra da Secessão.

1864: Assassinato de Abraham Lincoln, nos EUA.

Continue lendo após a publicidade

1885: Partilha da África na Conferência de Berlim.

1896: Realização dos Primeiros Jogos Olímpicos da Idade Contemporânea, em Atenas.

Pensamento no século XIX

Rodrigo Barros/Medium

Primeiramente, com os adventos tecnológicos da Revolução Industrial, o mundo do século XIX também viu o desenvolvimento de diversas áreas do conhecimento. Vários países investiram em instituições que valorizavam a ciência e o assunto ganhou prestígio aos olhos do grande público.

Como resultado disso, as ciências exatas foram impulsionadas pelo desenvolvimento tecnológico industrial. Dessa forma, Física, Química e Metalurgia se destacaram entre as áreas de conhecimento. Além disso, o termo cientista foi cunhado no período e Charles Darwin desenvolveu “A origem das espécies”.

Continue lendo após a publicidade

Por fim, as mudanças também foram percebidas em outras áreas de conhecimento, com o surgimento da Sociologia e da Psicologia. Na filosofia, foi o momento em que surgiram correntes como o Positivismo de Auguste Comte, o Marxismo de Karl Marx e Friedrich Engels e o Pragmatismo de Charlie Sanders Peirce, William James e Oliver Wendell.

Artes no século XIX

Século XIX: Pensamentos, fatos, arte e período no Brasil
MOMA

O século XIX também viu o surgimento de novidades no mundo das artes. Os movimentos de maior destaque são Romantismo e Realismo, na pintura e na literatura, Impressionismo, na pintura, e Parnasianismo e Simbolismo, na literatura.

O Romantismo valorizava a vida na natureza e a exaltação de sentimentos amorosos, ao mesmo tempo que criticava a modernização da indústria. Com o tempo, a corrente de contestação acabou perdendo espaço para o Parnasianismo. Por sua vez, esse movimento focava em valorizar o belo, ignorando os horrores da condição humana.

Ademais, outras correntes de destaque, como Naturalismo e Realismo, se dedicavam a valorizar as contradições das relações e reflexões humanas.

Continue lendo após a publicidade

Já na transição para o século XIX, a cultura popular começou a ganhar espaço. Os irmãos Lumière, na França, foram responsáveis por uma importante transformação cultural na época. Com a criação do cinematógrafo, os irmãos deram origem à arte cinematográfica, ou sétima arte.

Século XIX no Brasil

Aventuras na História

Assim como no resto do mundo, o século XIX foi de muitos eventos relevantes para o Brasil. No entanto, foi durante a segunda metade do século que ocorreram mudanças políticas e sociais fundamentais no âmbito nacional. Afinal, com o mundo passando por grande conflitos e revoluções, coube ao Brasil adaptar-se a nova realidade.

Apesar da maior parte da população localizar-se nas zonas urbanas, nessa época, a sociedade brasileira baseava-se majoritariamente em estruturas rurais. Ou seja, ao passo que as cidades ainda eram pouco organizadas, eram as atividades rurais que sustentavam a economia do país.

De antemão, em 1808, a chegada da família real portuguesa no Rio de Janeiro marcou o início das transformações no estilo de vida do brasileiro. Contudo, anos mais tarde, o Brasil passaria pela Independência, abolição da escravatura e, enfim, Proclamação da República.

Continue lendo após a publicidade

Dentre os fatos importantes da história do Brasil durante o século XIX estão:

  • Chegada da família real portuguesa ao Brasil (1808);
  • Independência do Brasil (1822);
  • Promulgação da 1ª Constituição do Brasil (1824);
  • Dom Pedro I deixando o trono (1831);
  • Início da Guerra dos Farrapos (1835);
  • Dom Pedro II assumindo o trono (1847);
  • Lei Eusébio de Queiroz proibindo o tráfico de escravos (1850);
  • Princesa Isabel assinando a Lei Áurea e abolindo a escravidão (1888);
  • Proclamação da República (1889).

O Brasil no início da Idade Contemporânea

Como resultado de todos esses processos, houveram reflexos na configuração social. Por exemplo, com a abolição da escravatura, o trabalho escravo foi substituído pelo trabalho assalariado. Dessa forma, as fazendas de café e demais lavouras modernizaram-se.

Além disso, marcando ainda mais a transição brasileira para a Idade Contemporânea, houve um surto industrial. Como resultado disso, fábricas das áreas têxtil e de mineração, bem como bancos e empresas de seguro, foram inauguradas em solo nacional. Mais tarde, escolas, faculdades e jornais também ganharam espaço.

Por fim, quanto aos direitos civis, esses também ganharam mais lugar no século XIX. Só para ilustrar, o Brasil foi pioneiro nas discussões sobre o voto das mulheres na América Latina. Aliás, em 1821, ainda no período do Império, foram sugeridos projetos em prol dos direitos políticos das mulheres.

Continue lendo após a publicidade

E então, você gostou dessa matéria? Pois bem, não deixe de conferir: 5 previsões de Nikola Tesla para o século 21 que aconteceram

Fontes: Toda Matéria, Mundo Educação, Significados, Sua Pesquisa, Unicamp, TSE.

Bibliografia: 

  • PILETTI, Nelson; ARRUDA, José Jobson. Toda História: mundo contemporâneo. [S.L.]: Ática, 2006.
  • UNICAMP. Contexto histórico: século xix. Século XIX. [20–]. Disponível em: https://www.unicamp.br/iel/memoria/Ensaios/LiteraturaInfantil/conthist.htm. Acesso em: 11 jul. 2021.
  • OSTA VÁZQUEZ, Maria Laura. Discussões feministas no século XIX. Revista NUPEM, Campo Mourão, v. 6, n. 11, p. 23-37, jul./dez. 2014.

Imagem de destaque: BBC America

Continue lendo após a publicidade
Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments