Biologia

Sistema urinário: O que é, órgãos, como funciona e curiosidades

O sistema urinário é responsável pela produção, armazenamento e eliminação da urina, garantindo a eliminação de substâncias tóxicas.

Continue lendo após a publicidade

O sistema urinário, ou sistema excretor, é responsável por eliminar, através da urina, substâncias ruins para o nosso corpo que se chamam catabólitos. Para manter o equilíbrio do organismo, os órgãos uropoéticos trabalham com duas vias: secretoras e excretoras.

Para compor, enfim, o sistema urinário, os responsáveis por fazê-lo funcionar são os rins, as vias urinárias, a bexiga e a uretra. Esses órgãos devem se manter em perfeito estado de saúde porque são importantes para permanecer estável a pressão arterial e, por fim, para a distribuição de nutrientes.

Rins

Sistema urinário - Como funciona
Rins – Fonte: Brasil escola

A princípio, os rins são duas glândulas do mesmo tamanho de uma mão fechada, com aproximadamente 12 cm. Localizados na região posterior do abdômen, cada um possui cerca de 150g e é o principal filtro do corpo humano.

Sua funcionalidade se resume, sobretudo, na eliminação de substâncias vindas do metabolismo do corpo. Outra função é equilibrar a temperatura, ou seja, eliminar excessos de água, porque o líquido extra pode causar inchaços e subir a pressão arterial.

Continue lendo após a publicidade

Ainda nos rins, a produção de hormônios também acontece nesses órgãos que produzem glóbulos vermelhos, também conhecidos como hemácias. São essas as ajudantes na absorção do cálcio, mineral essencial para fortificação dos dentes e dos ossos.

Por último, os rins filtram o sangue e atuam na excreção de amônia, ureia e ácido úrico. Além de expulsar as substâncias citadas, os rins conservam no corpo o sódio, o potássio, o cálcio, o magnésio, o fósforo e o bicarbonato, todos eles responsáveis no balanceamento do ácido no nas vias sanguíneas.

Vias Urinárias

Sistema urinário - Como funciona
Fonte: Brasil escola

As vias urinarias são, basicamente, bexiga urinária, ureteres e uretra. Veja as funções:

Bexiga Urinária

Sua capacidade de armazenamento pode chegar a até 800 ml de urina e é, portanto, composta por diversas partes que fazem-na o melhor local de guardar o líquido enviado através do ureteres. Este órgão possui músculos capazes de contrair e esticar e são importantes para impedir a saída involuntária da urina.

Continue lendo após a publicidade

O tecido elástico da bexiga tem 3 camadas de tecidos: a mucosa, os músculos, as fibras lisas e a adventícia, também chamada de serosa; que é a cobertura mais externa do órgão. Por fim, quando esvaziada, a bexiga apresenta uma pele rugosa.

Ureteres

Os ureteres são tubos que ligam os rins à bexiga. Esses canais têm certa de 40 cm e são usados, portanto, para transferir o produto gerado pelos rins e enviá-los para a bexiga. Sua estrutura é composta por músculos que empurram, através de contrações, a urina para baixo; e fazem o papel de barrar que o líquido volte.

Uretra

A uretra está relacionada à fase final, na hora de expelir a urina juntamente com as substâncias indesejadas. Ou seja, é por meio dela que urinamos. Seu canal está ligado à bexiga e finaliza na pelve ou no pênis. Curiosamente, nos homens, há outra funcionalidade para a uretra.

É por meio dessa tubo que também é passado o esperma. Aliás, contabiliza cerca de 16 cm de canal urinário nos órgãos masculinos.

Continue lendo após a publicidade

Sistema urinário Feminino

Sistema urinário - Como funciona
Sistema urinário feminino – Fonte: Só biologia

A bexiga na mulher está localizada abaixo do útero. É muito comum, infelizmente, confundir dores na região com outras infecções, tendo em vista, sobretudo, que a mulher costuma ter infecções urinárias mais recorrentes que nos homens.

O canal da uretra, no organismo feminino, fica logo após a sínfise pubiana, articulação semimóvel que une o púbis, e antes da vagina. Aproximadamente, a mulher tem de 4 a 5 cm de canal. Ou seja, bem menor que o órgão masculino.

Doenças do sistema urinário

Sistema urinário - Como funciona
Processo de formação de urina – Fonte: Brasil escola

O primeiro órgão afetado pelas doenças do sistema urinário são os rins. Uma delas se chama nefrite, e ataca principalmente a produção dos néfrons, ou seja, a produção de urina. Este mal funcionamento pode ser a indicação do uso exagerado de medicamentos.

Caso os rins sejam afetados, a probabilidade de se ter aumento da pressão arterial é muito grande, além de ser prejudicado pelo armazenamento de mercúrio. Com as substâncias tóxicas presas nesse órgão, os efeitos podem vir a ser dolorosos.

Continue lendo após a publicidade

Outra doença renal são o cálculos, ou seja, as chamadas pedras nos rins. Em suma, elas são cristais de massas sólidas que se aglutinam e podem causar imensas dores ao passar pelos tubos urinários.

Outras doenças recorrentes nas vias urinárias podem ser causadas na bexiga.  Essas geram desconfortos como, por exemplo, ardência na hora de urinar. Esse sintoma pode caracterizar, inclusive, uma inflamação que pode impedir a retenção voluntária do líquido.

As infecções bacterianas também são comuns e são decorrentes das cistites. As bactérias podem acabar subindo pelos tubos urinários, chegando aos rins. Por isso, é aconselhável, por fim, que se beba muita água, porque o líquido ajuda a filtrar o sangue e a expulsar os resíduos, bem como transportar os nutrientes no corpo.

Enfim, leia também a nossa matéria sobre o corpo humano – Divisão e funções de cada parte do organismo.

Continue lendo após a publicidade

Fonte: Toda matéria, Brasil escola, Só biologia. Drauzio Varela, Manual MSD, Pfizer, Hospital Urológico de Brasília, Alunos Online, Biologia Net.

Fonte imagem de destaque: Estudo prático

Próxima página »

Comentários

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments