Tecido conjuntivo: o que é, tipos, funções e características

O tecido conjuntivo é um tipo de tecido de conexão. Em resumo, ele é composto por uma grande quantidade de matriz extracelular, células e fibras.

O tecido conjuntivo é um tipo de tecido de conexão. Em resumo, ele é composto por uma grande quantidade de matriz extracelular, células e fibras.

As principais funções do tecido conjuntivo são a de fornecer sustentação e a de preencher espaços entre os tecidos. Existem vários tipos de tecidos conjuntivos. Por exemplo, o tecido ósseo, sanguíneo e cartilaginoso.

Cada tipo tem a sua função. Sendo que a função varia, sobretudo, de acordo com a composição da matriz e do tipo de células presentes.

Tipos de tecido conjuntivo

Os tipos de tecido são de acordo com o material e o tipo de células que o compõem. Além disso, a matriz extracelular, que é a substância entre as células, têm consistência variável.

Por exemplo, ela pode ser líquida (sanguíneo), flexível (cartilaginoso) ou rígida (ósseo). Desse modo, os tipos são:

1- Tecido conjuntivo propriamente dito

Esse é o típico tecido de ligação. Sendo assim, ele atua na sustentação e preenchimento dos tecidos. Sendo assim, ele ajuda na estrutura dos órgãos.

Já a sua matriz extracelular é abundante, composta de uma parte gelatinosa. Também conta com três tipos de fibras proteicas: colágenas, elásticas e reticulares.

Além disso, existem dois subtipos desse tipo de tecido. São eles:

1- Tecido Conjuntivo Frouxo

Esse tecido tem pouca matriz extracelular, com muitas células e poucas fibras. Isso significa que o tecido é flexível, mas pouco resistente às pressões mecânicas.

Sendo que esse tecido é encontrado pelo corpo todo, envolvendo os órgãos. Ele também serve de passagem a vasos sanguíneos, sendo importante na nutrição dos tecidos.

2- Tecido Conjuntivo Denso

O tecido denso tem uma grande quantidade de matriz extracelular. Além disso, são poucas as células presentes.

Esse tecido é encontrado abaixo do epitélio, na derme. Ele confere resistência às pressões mecânicas, por causa das suas muitas fibras. Por fim, esse tipo de tecido também é muito encontrado nos tendões.

2- Tecido conjuntivo Adiposo

O tecido conjuntivo adiposo tem a função é de reserva energética e de proteção contra o frio e impactos.

Em síntese, ele é composto por pouca matriz extracelular. Mas tem uma boa quantidade de fibras reticulares e muitas células especiais, os adipócitos, que acumulam gordura.

3- Tecido conjuntivo ósseo

Esse é um tipo de tecido mais rígido. Ele está presente nos ossos e é responsável pela sustentação e movimentação.

Ele tem uma abundante matriz extracelular. Sendo que ela é rica em fibras colágenas e moléculas especiais. Além disso, a matriz é calcificada pela deposição de cristais sobre as fibras.

4- Sanguíneo

É um tecido especial com matriz em estado líquido. Essa substância é o plasma, nele estão as células sanguíneas: glóbulos vermelhosglóbulos brancos, por fim, as plaquetas.

Enfim, ele está presente na medula óssea, no interior de alguns ossos.

5- Cartilaginoso

Por fim, temos o tecido conjuntivo cartilaginoso. Em resumo, esse tecido tem uma grande quantidade de matriz extracelular. Contudo, ela é mais rígida nesse tecido do que no conjuntivo em si.

Isso por causa da presença de glicosaminoglicanas associadas às proteínas, além de finas fibras colágenas.

Enfim, por causa da sua consistência especial, esse tecido faz a sustentação de várias regiões do corpo, mas com certa flexibilidade.

Funções do tecido conjuntivo

Cada tipo de tecido conjuntivo tem certos tipos de células e sua matriz extracelular têm diferentes moléculas e fibras que definem a sua função. Sendo assim, algumas das funções do tecido conjuntivo são:

  • Reserva energética nas células adiposas;

  • Atua na defesa do organismo através das suas células;

  • Preenche espaços entre os diferentes tecidos e estruturas;

  • Participa na nutrição de células de outros tecidos que não possuem vascularização, uma vez que facilita a difusão dos nutrientes, além de gases, entre o sangue e os tecidos;

  • Produz células sanguíneas na medula óssea.

Composição

O tecido conjuntivo é composto por células de várias origens e funções. Também conta com uma matriz extracelular bem abundante. Dessa forma, o tecido conjuntivo propriamente dito conta com as células:

1- Células mesenquimais

São células-tronco multipotentes. A partir delas, é que se tem origem as demais células do tecido conjuntivo.

2- Fibroblastos

A função dos fibroblastos é a de secretar os componentes da matriz extracelular. Sendo que essas são as células mais abundantes do tecido conjuntivo.

3- Macrófagos

Em resumo, essas originadas a partir dos monócitos produzidos na medula óssea e que depois migram do sangue para o tecido conjuntivo, onde passam por mudanças, e se transformam em macrófagos.

Enfim, a função dessas células é a de defesa.

4- Plasmócitos

Essas células são responsáveis pela síntese de anticorpos. Sendo que elas são encontradas em maior abundância em regiões mais suscetíveis à presença de substâncias estranhas e em locais de inflamações crônicas.

5- Mastócitos

Essas células têm origem na medula óssea. Por meio da corrente sanguínea, elas chegam aos tecidos, onde se diferenciam em mastócitos.

É possível encontrar essas células, sobretudo, na pele, nos sistemas respiratório e digestório.

6- Células adiposas

Essas células são especializadas no armazenamento de gordura. Dessa forma, elas são encontradas em pequena quantidade.

No entanto, quando estão em maior quantidade, formam o tecido adiposo, um tipo de tecido conjuntivo.

7- Leucócitos

Por fim, os leucócitos são células de defesa do organismo. Em síntese, eles migram do sangue para o tecido conjuntivo, onde são encontrados em pequena quantidade.

Contudo, essa quantidade aumenta com a ação de micro-organismos.

LEIA MAIS

Tecido muscular liso, quais são as funções?

Tecido Nervoso: composição, funções e tipos

Corpo humano – células, tecidos e órgãos

Tecido muscular, o que é? Definição e tipos

Tecido sanguíneo – Células sanguíneas, linfa e transfusão de sangue

Tipos de tecidos, quais são? Definição, características e divisões

Ligamentos: distúrbios ósseos, articulares e musculares

Fontes: Toda matéria; Brasil escola; e, por fim; Biologia net.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.