Principal » Língua Portuguesa » Variações linguísticas – Tipos principais, definição e importância

Variações linguísticas – Tipos principais, definição e importância

Variações linguísticas são modos de expressão que contribuem na formação social, cultural e identitária de um povo ou comunidade.

Variações linguísticas: tipos principais, surgimento, definição e importância

Piá, guri, vossa senhoria, tá ligado, suave, “ar maria”, eita, mainha, biscoito, bolacha… Você sabe o que todas essas palavras têm em comum? Elas fazem parte do que é denominado na Língua Portuguesa de variações linguísticas. Esse conceito diz respeito às diferentes formas de comunicação utilizadas em uma mesma língua oficial.

Em outras palavras, indivíduos que compartilham pontos em comum, como proximidade regional, formação acadêmica e/ou língua materna, expressam, através da gramática, uma diversidade de fala e escrita, regulada por diversos fatores que formam a identidade, história e legado de um povo.

Nesse sentido, existem quatro tipos diferentes de variações linguísticas, que serão conhecidas abaixo. Além disso, conheça mais sobre o surgimento e a importância desse estudo.

O que são as variações linguísticas?

As variações linguísticas constituem um fenômeno que trata sobre a diversificação de maneiras distintas de comunicação dentro de um mesmo idioma, no nosso caso, a Língua Portuguesa.

Essas diferenças, seja no modo de falar ou escrever, ocorrem por fatores temporais (a língua se modifica com o tempo, surgem palavras novas e outras antigas são eliminadas/substituídas), geográficos (entre regiões de um mesmo país ou de países que falam o mesmo idioma).

Além de socioculturais (relacionado a oportunidades de trabalho, classes sociais) e contextuais (no qual o indivíduo se comporta para se encaixar em determinado ambiente ou situação).

Variações linguísticas: tipos principais, surgimento, definição e importância
Twitter

Em síntese, as variações linguísticas podem variar no que diz respeito à fonologia (som das palavras), sintático (relações entre os termos de uma frase) ou lexical (relacionado ao vocabulário).

Para entender melhor sobre o assunto, conheça os principais tipos e exemplos para facilitar o seu entendimento.

Variações regionais, geográficas ou diatópicas

Essa talvez seja a mais lembrada ao falarmos sobre modos de fala e escrita. As variações linguísticas regionais ocorrem em razão das diferenças geográficas entre habitantes de um mesmo país, de diferentes regiões e países que utilizam a mesma língua.

Nesse sentido, moradores do norte do Pará certamente irão se expressar com diferenças em relação a um habitante de Goiás ou Paraná, por exemplo. O pau te acha, por exemplo, é uma expressão nortista utilizada por mães para repreender seus filhos, uma forma de ameaçar.

Variações linguísticas: tipos principais, surgimento, definição e importância
Minas faz ciência

Já em Goiás, quando alguém diz que o fulano é “custoso” quer dizer que ele é difícil de se relacionar ou alguém muito brincalhão. De maneira similar, a expressão guri é comumente utilizada no sul do Brasil para se referir a um garoto pequeno.

Além disso, mermã é um vocativo que junta “minha irmã” no Maranhão, usado para se referir a uma pessoa próxima.

Fora isso, existem algumas variações nacionais, isto é, um mesmo conceito pode significar uma palavra em uma região e que não é a mesma em outra. A famosa guerra entre biscoito e bolacha costuma render muita discussão, enquanto o aipim em um lugar é mandioca e em outro é macaxeira. Exemplo é o que não falta!

Por outro lado, as variações linguísticas geográficas também podem ocorrer de um país a outro. A Língua Portuguesa do Brasil não é a mesma de Portugal, que também é diferente da de Angola. Em comum, os três obedecem a mesma norma culta padrão.

Nesse sentido, as palavras apelido e rapariga podem ter significados muito diferentes a depender do país em que são utilizadas.

Variações históricas ou diacrônicas

Ao longo dos séculos, uma mesma língua atravessa diversas fases, marcadas por mudanças no modo de falar das pessoas. Repare bem que, ao acompanharmos uma série de época, por exemplo, as falas dos personagens são bastantes diferentes do vocabulário utilizado atualmente.

Esse processo de variações linguísticas é resultado tanto da passagem do tempo quanto dos processos históricos de uma nação. A chegada da Família Real ao Brasil, no século XIX, certamente impactou o modo como nativos e turistas se comunicavam, estabelecendo traços que duram até hoje.

Superinteressante

Do mesmo modo, a chegada de imigrantes europeus, sobretudo no Sul do país, impactou diretamente no processo de formação da identidade linguística daquele povo durante o mesmo período.

Atualmente, é possível perceber que a nossa língua está repleta de estrangeirismos, isto é, aqueles termos estrangeiros adaptados ao nosso cotidiano. Fake News, shopping, happy hour e black Friday são apenas alguns deles.

Variações sociais ou diastráticas

Esse tipo de variação linguística provém das diferenças entre grupos sociais ou diferenças socioculturais que ocorrem entre indivíduos. Infelizmente, a discrepância de oportunidades, motivada pela desigualdade, é um fator essencial que influi diretamente no modo como as pessoas se comunicam, que pode ser mais formal ou coloquial a depender do contexto.

Dessa forma, o uso de gírias, jargões e expressões próprias de grupos em particular são fatores que caracterizam esse tipo de variação.

O uso de gírias pode ser incluído como fator de inclusão, tanto na variação histórica quanto na variação social. Isso porque as gírias utilizadas na década de 90 já não são as mesmas que as de hoje. O broto daquela época virou crush ou ficante atualmente.

Dicionário Online de Português

Contudo, em relação à variação social, ele se enquadra no sentido de pertencer a determinada faixa etária, comumente os mais jovens, que apostam no seu uso para estabelecer uma linguagem informal. Alguns exemplos são qual é, tá suave e tô ligado.

De maneira idêntica, o termo deadline é característico do jargão jornalístico, enquanto a cortada é uma técnica conhecida entre atletas do voleibol.

Variações estilísticas ou diafásicas

Dizem respeito ao contexto da língua, que exige uma adaptação da fala. Desse modo, a norma padrão pode ser reconhecida em um ambiente formal de trabalho ao mesmo tempo em que um almoço de família é repleto de brincadeiras e palavras coloquiais.

Variações linguísticas: tipos principais, surgimento, definição e importância
Seleção Engenharia

Nesses casos, a linguagem formal e informal são adaptadas à situação de interação social vivenciada no momento, exigindo a percepção do indivíduo no que diz respeito a cada caso.

Importância das variações linguísticas

Como dito anteriormente, as diferentes formas de expressão de um povo são essenciais na construção de processos identitários, sociais e culturais. Em resumo, as variações linguísticas são modos de expressão que caracterizam determinadas maneiras de se relacionar socialmente, sempre através da fala e da escrita.

Contudo, essas diferenças são muitas vezes colocadas em forma de preconceito linguístico, formalmente enquadrado como xenofobia, seja por questões socioeconômicas (pessoas de alto poder aquisitivo que acreditam “saber falar corretamente”), locais (lugares mais desenvolvidos ou bem centralizados) e outros.

Variações linguísticas: tipos principais, surgimento, definição e importância
JusBrasil

Por isso, ocorre, às vezes, de grupos marginalizados, como pobres e jovens de periferia, serem vistos como sem classe, que não sabem se comunicar adequadamente. Esse é um juízo de valor que exprime incoerências, uma vez que não existe um jeito certo ou errado de falar e sim uma junção dessas variações que enriquecem as relações existentes entre diferentes pessoas.

E aí, gostou de saber sobre os tipos de variações linguísticas? Então aproveite para conferir o que é preconceito linguístico.

Fontes: Brasil Escola, Mundo Educação, Toda Matéria, Brasil Escola, Dicionário Popular, Dia Online, Curta Curitiba

Imagens: Twitter. Superinteressante, Minas faz Ciência, Dicionário Online de Português, Seleção Engenharia, JusBrasil, Parábola Blog.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.