Principal » História » Arte Rupestre, o que é? Tipos, Significados e Ocorrências

Arte Rupestre, o que é? Tipos, Significados e Ocorrências

A arte rupestre é a produção artística feita Pré-História pelos hominídeos. Devido à época em que fora feitas, essa produção se tornou uma fonte histórica para o estudo sobre os costumes e as primeiras crenças das tribos pré-históricas.

Arte rupestre: o que é, quando, onde e por quem foi feita?

A arte rupestre é a produção artística feita pelos hominídeos durante a Pré-História. Dessa forma, esse tipo de arte é encontrada em paredes de cavernas e em utensílios usados na Pré-História.

Como foram produzidos na Pré-História, essa arte diz muito sobre o período. Sendo assim, ela é usada por pesquisadores para aprofundar o conhecimento sobre o surgimento dos primeiros seres humanos, seus costumes e crenças.

Enfim, neste texto você vai conferir:

  • Resumo
  • O que é arte rupestre?
  • Significado da arte rupestre
  • Características
  • Tipos
  • Objetivos da arte rupestre
  • Temáticas
  • Arte rupestre no Brasil
  • Arte rupestre no mundo
  • Descoberta da arte rupestre

Resumo

  • Surgiu no período da Pré-História. Ela representa as primeiras produções artísticas da humanidade. Desse modo, essa arte era feita nas paredes das cavernas e objetos domésticos.
  • As gravuras e as pinturas rupestres são dois tipos de arte rupestre.
  • De acordo com estudiosos, a produção artística se refere aos costumes e às primeiras crenças dos hominídeos.
  • Por fim, no Brasil e no mundo, existem várias formas de expressão artística ligadas à arte rupestre.

O que é arte rupestre?

Em resumo, a arte rupestre é a produção artística feita Pré-História pelos hominídeos.

Devido à época em que foram feitas, essa produção se tornou uma fonte histórica para o estudo sobre os costumes e as primeiras crenças das tribos pré-históricas.

Sendo assim, acredita-se que esse tipo de arte foi feita entre os anos de 40 mil a.C. e 8 mil a.C. Ou seja, essa arte deve ter sido feita entre o Paleolítico Superior e o Neolítico.

Por fim, vale destacar que a forma de fazer as pinturas e gravuras variavam de uma região para outra.

Significa de arte rupestre

Não existe uma confirmação, por parte dos estudiosos, de que as pinturas e gravuras são produções artísticas. Isso por causa da imprecisão dos registros obtidos.

Além disso, durante o final do século XIX a autenticidade desse tipo de produção artística foi questionada.

Isso porque, os estudos dessa época tiveram influência do pensamento darwiniano, ou seja, a ideia de evolução das espécies,

Em resumo, de acordo com essa visão, os homens primitivos não teriam evoluído o suficiente para pintar e desenhar. Contudo, a arte rupestre foi reconhecida e se tornou fonte histórica para o estudo sobre a Pré-História.

O seu significado está no registro do cotidiano vivido pelos hominídeos. Sendo assim, o elemento memória se tornou importante para esses grupos. 

Portanto, eles sentiam a necessidade de registrar eventos importantes ou notáveis de sua vivência.

Enfim, acredita-se que a proximidade entre os integrantes dos grupos de hominídeos era fortalecida ao registrar os seus feitos, seus desejos e suas vontades.

Características

Em resumo, as principais características desse tipo de produção artística são:

  • São imagens feitas nas paredes de cavernas;
  • É comum o uso de linhas, traços e formas geométricas;
  • As imagens retratam homens, animais e cenas do dia a dia;
  • A pintura era feita com os dedos;
  • Por fim, os materiais de pintura ou desenho consistiam em carvão, sangue e clara de ovo.

Tipos

Existem dois tipos de arte rupestre:

a) Pintura rupestre: É feita por meio da aplicação de pigmentos sobre as superfícies. Esse tipo de arte, de maneira geral, é encontrada nas paredes das cavernas onde os hominídeos se abrigavam e em outros lugares por onde passavam.

b) Gravura rupestre: Consiste em gravar figuras nas rochas e em utensílios.

Objetivos da arte rupestre

De acordo com os historiadores e antropólogos, os hominídeos usavam esse tipo de arte com o intuito de registrar seu cotidiano e ritos religiosos.

Dessa maneira, é por isso que ela conta com imagens de caça de animais e com cenas de ritos religiosos e outras cerimônias.

No entanto, existem algumas incertezas se alguns registros são, realmente, expressões artísticas dos primeiros grupos humanos.

Temáticas

Em síntese, os hominídeos usavam da arte para registrar a sua rotina. Sendo assim, não existia uma produção aprofundada e complexa.

Além disso, também foram feitos registros abstratos. Segundo os estudiosos, esse tipo de registro se referia a rituais e mágicas.

Contudo, esse tipo de registro ainda causa discussões sobre sua autenticidade e o seu real significado.

arte rupestre

Arte rupestre no Brasil

A arte rupestre no Brasil pode ser encontrada em gravuras feitas em pedras datando de 3 mil a 10 mil anos atrás.

Sendo assim, elas são as produções artísticas dos primeiros habitantes do Brasil, registradas muito antes da chegada dos portugueses, em 1500.

O local de maior concentração da arte rupestre no mundo, é o Nordeste brasileiro.

Em resumo, a produção artística pré-histórica foi preservada nesses locais, por causa da vegetação intransponível e das dificuldades de ocupação humana.

No geral, os temas retratados são o cotidiano dos hominídeos, a fertilidade, e os objetos utilizados no dia a dia.

Além disso, existem registros que os estudiosos acreditam expressar vivências místicas. Enfim, os locais que têm arte rupestre no Brasil são:

  • Parque Nacional da Serra da Capivara (Piauí);
  • Parque Nacional do Catimbau (Pernambuco);
  • Lajedo de Soledade (Rio Grande do Norte);
  • Parque Nacional Sete Cidades (Piauí);
  • Cariris Velhos (Paraíba);
  • Lagoa Santa (Minas Gerais);
  • Rondonópolis (Mato Grosso);
  • Peruaçu (Minas Gerais).

Arte rupestre no mundo

A arte rupestre nas paredes das cavernas e gravuras em pedras foram encontradas em vários países.

No geral, a produção apresenta pinturas de animais (como cavalos, bisões e outros) que conviviam no mesmo ambiente que os hominídeos. Além disso, eram registradas mãos humanas e outros símbolos.

Enfim, alguns locais onde se encontra esse tipo de produção artística no mundo são:

  • Caverna de Altamira (Espanha);
  • Caverna de Chavet (França);
  • Vale do Rio Côa (Portugal).

Descoberta da arte rupestre

Em síntese, a arte rupestre foi descoberta no século XIX pelo arqueólogo espanhol Marcelino Sanz De Sautuola, na caverna de Altamira, na Espanha.

Contudo, na época, a teoria evolucionista de Charles Darwin estava em evidência na Europa. Desse modo, a descoberta de Sautuola foi tida por muitos estudiosos como uma fraude.

Isso porque, os estudiosos acreditavam que os hominídeos não teriam capacidade para fazer certas produções artísticas.

Dessa forma, apenas no século XX as pinturas e gravuras rupestres foram reconhecidas como arte feita pelos primeiros agrupamentos humanos.

Enfim, gostou do texto? Então aproveite para aprender também sobre o que foi a Era Cenozoica e a sua importância na evolução da vida.

Fonte: Portal da Arte, Wikipédia, Info Escola, Cultura Mix, Toda Matéria, Acrilex, Colégio Web, Mega Curioso, Sua Pesquisa, Último Segundo, Sputnik, Veja, Brasil Escola, Educa Mais Brasil, e, por fim, arte ref.

Bibliografia:

  • MARTIN, Gabriela. “Arte Rupestre e Registro Arqueológico no Nordeste do Brasil”. In: Clio – Série Arqueológica, 1993 (9).
  • PEREIRA, Thiago. “Panorama da arte rupestre brasileira: o debate interdisciplinar”. In: Revista de História da Arte e Arqueologia, 2011; (16):21-38.
  • GASPAR, Madu. A Arte Rupestre no Brasil. Zahar, 2006, 2ª ed.
  • GOMBRICH, E.H. A história da arte. Rio de Janeiro: LTC, 2013.
  • PROUS, Andre; JORGE, Marcos; RIBEIRO, Loredana. Brasil Rupestre: arte pré-histórica brasileira. [S.L.]: Zencrane, 2007. 272 p.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.