Bacias sedimentares – Conceito, formação e importância para o relevo

Bacias sedimentares constituem 60% do território brasileiro e são a principal fonte de combustíveis fósseis, incluindo o petróleo.

O conceito de bacias sedimentares faz parte do estudo da Geologia, ciência que estuda a crosta terrestre, sua formação e os elementos que a constituem. Nesse sentido, a bacia sedimentar é uma das principais definições dessa temática, sendo de fundamental importância para compreender a origem e a construção do relevo da Terra.

Além disso, nessas estruturas geológicas é possível encontrar recursos orgânicos que podem ser utilizados como fontes de energia, como petróleo e carvão mineral.

Conheça abaixo o que são as bacias sedimentares, como são formadas, além das principais que fazem parte do território brasileiro.

Definição de bacias sedimentares

As Bacias sedimentares constituem um tipo de formação geológica situada nas depressões geográficas, isto é, formadas nas áreas rebaixadas localizadas ao lado de montanhas, planícies e planaltos.

Essas bacias se originam a partir do acúmulo de sedimentos transportados pela ação do vento e da água, sendo os principais: restos de animais e vegetais, conchas, ossos e rochas.

Todo Estudo

As rochas, por exemplo, ao se desgastarem podem dar origem a areia da praia, sofrendo sedimentação devido a ação da água do mar. Contudo, a formação dessas várias camadas de sedimentos acumulados levam milhares de anos até formarem as rochas sedimentares e, posteriormente, as bacias sedimentares.

Antes de tudo, as camadas mais superiores acabam por exercer uma pressão sobre as inferiores, que acabam sendo esmagadas. É esse fenômeno que faz com que essas partículas se juntem, formando as rochas.

No decorrer das eras geológicas, as rochas ocuparam um mesmo espaço ao longo de grandes áreas e em baixas profundidades, originando as bacias sedimentares. Por conta da gravidade, geralmente esses sedimentos foram levados para as áreas mais baixas, isto é, o fundo dos oceanos.

Então, como as bacias sedimentares estão localizadas também em regiões continentais? Isso ocorre devido ao constante processo de transformações por qual passa o relevo terrestre, através da movimentação das placas tectônicas.

De tal modo, uma área que hoje é considerada oceânica pode, daqui a milhões de anos, dar origem a estruturas geológicas.

Formação de combustíveis fósseis

As diferentes “camadas” que são formadas, dando origem à construção das bacias sedimentares, agem de maneiras diferentes sobre o resto de animais mortos e materiais orgânicos, que são “enterrados” pelas forças naturais.

Giro Marília

Assim sendo, uma parte desses restos acaba sendo conservada e dão origem aos fósseis, enquanto uma outra parcela atravessa o processo de litificação, isto é, se dissolve e passa ao estado líquido.

Todo esse processo depende das condições de pressão e temperatura que há entre uma camada e outra, alterando as condições de conservação desses materiais.

É justamente esse processo de litificação que dá origem aos combustíveis fósseis, como gás natural e petróleo.

Petróleo

Por ser de rico valor econômico, o petróleo é atualmente o combustível fóssil mais utilizado, devido à riqueza de componentes e, consequentemente, produção de derivados.

Bacias sedimentares: conceito, formação e importância para o relevo
Igeologico

Considerada fonte de energia primária, por vir diretamente da decomposição de materiais naturais, é preciso cuidado na exploração dessa substância. Isso se deve ao fato do petróleo ser um recurso não renovável, ou seja, que pode se esgotar facilmente.

Nesse sentido, as bacias sedimentares são de extrema importância, pois são nelas que essa fonte é encontrada, sobretudo em regiões oceânicas.

Mas, para que serve o petróleo? Os seus derivados dão origem principalmente à gasolina, óleo diesel e gás de cozinha. Em virtude disso, esse componente representa cerca de 39% do consumo mundial de energia primária, contando com suas principais reservas na Venezuela, Arábia Saudita e Canadá.

Ademais, os derivados como óleo de combustível, óleo diesel e gás de refinaria também produzem energia elétrica em diversos países do mundo, o que é possível graças à queima em motores de combustão interna.

Já o Brasil, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), acumulou recordes em 2020 ao produzir 3,74 milhões de barris de óleo equivalentes por dia (boe/d).

Bacias sedimentares no Brasil

As bacias sedimentares brasileiras ocupam cerca de 60% do território ou 6 milhões de km². Elas foram formadas em diferentes momentos da formação terrestre, indo desde a Era Paleozoica (mais antiga) até a Cenozoica (mais recente).

Bacias sedimentares: conceito, formação e importância para o relevo
Trabalhos para escola

A Bacia Sedimentar de Campos, no Rio de Janeiro, é a maior produtora de petróleo do país, assim como a de Santos, que também é bastante explorada e se estende do litoral de Santa Catarina até o litoral do Rio de Janeiro.

Também podem ser destacadas a Bacia do São Francisco, Bacia Sedimentar Potiguar, Bacia Sedimentar do Amazonas e Bacia Sedimentar do Parnaíba.

Então, gostou de conhecer mais sobre a estrutura do relevo brasileiro? Continue com a gente e saiba mais sobre os combustíveis fósseis.

Fontes: Stoodi, Toda Materia, Brasil Escola, Mundo Educação, Ecycle, G1 Globo

Imagens: Revista Epicentro, Todo Estudo, Giro Marilia, Igeologico, Trabalhos para escola.

Escolhidas para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.